Menu
 1632
Baixe agora meu e-book: 10 erros mais comuns ao falar em público
“Com que roupa eu vou?” Durante uma vida, 5 meses nesta dúvida!

capa-roupa

Que mulher nunca ficou diante do guarda-roupa sem ter a menor idéia do que escolher para vestir? O marido começa a bater na porta dizendo que estamos atrasados e isso ainda parece piorar as coisas! Por essas e outras que mulheres que não querem ser acusadas de atrasos, em geral separam as roupas para sair – seja para o trabalho, para festas ou qualquer situação anunciada com, no mínimo um dia de antecedência… Você é assim?

As mulheres às vezes sofrem por levar essa fama de se torturarem na hora de escolher a roupa para sair e atrasar quem quer que lhes faça companhia. E o pior é que em parte é verdade… Tanto que uma indústria de uniformes inglesa, interessada em convencer as empresas a uniformizar o máximo possível os funcionários fez uma pesquisa pra reforçar a sua idéia de que o uniforme economiza muito tempo da vida da funcionária e ainda previne atrasos.

O estudo feito com 2.000 mulheres, encomendado pela fornecedora uniformes UK Simon Jersey, concluiu que a mulher média gasta mais de uma hora por semana com essa tarefa de decidir o que vestir. Isso equivale a três dias a cada ano! Ou cinco meses sobre a vida profissional de uma mulher dos 18 anos aos 65 anos de idade. E não adianta antecipar a escolha para o dia anterior… porque o tempo gasto para decidir será o mesmo!

As pesquisas apontaram que a mulher perde em média 12 minutos todas as manhãs, quando é dia de trabalho; 10 minutos todas as manhãs aos fim de semana, e cerca de 27,5 minutos antes de sair à noite para uma festa ou um jantar. Você acha pouco? 50% das mulheres também se preocupam com a sua roupa na noite anterior ou antes de sair da cama de manhã. Ou seja, além do tempo, o estresse e o prejuízo ao sono tranquilo.

Mesmo com todo esse planejamento, dois terços das mulheres admitem experimentar várias roupas antes de sair de casa; cerca de 15% delas arrependem-se da escolha feita e voltam para casa para mudar o modelito.

Não é nenhuma surpresa, então, que cerca de 25% aleguem que chegaram atrasadas no trabalho por causa da difícil escolha do traje mais adequado. Que loucura, não? Acho bem possível que ocorra, mas eu nunca tinha parado para pensar nos números.

roupa5

Outro dado coletado na pesquisa é que 37% das mulheres dizem que decidir por uma roupa é estressante e que elas se preocupam muito se a escolha foi correta e se os colegas vão aprovar.
Outras preocupações dizem respeito ao estilo de roupa,se a roupa é adequada à estação, aparência, ou se veste bem e agrada. Simon Jersey garantiu bom retorno para o investimento na pesquisa, com uma conclusão que estimula o consumo do seu produto: uniformes poderiam poupar tempo e estresse. Vantagem dupla para as empresas e funcionárias.

A pesquisa encomendada pela empresa inglesa foi pra lá de inteligente, no sentido de convencer ambos os lados: funcionárias e empresa a optar pelo uniforme, em vez de roupa própria. A curiosidade é que a pesquisa não explorou quanto tempo os homens ficam em frente ao armário… Então fica a dúvida: será que gastam o mesmo tempo? O que vcs acham? Quero saber a opinião de vcs!

bj pra vcs
Fabi Scaranzi

*Imagens: Shutterstock


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação