Mateus Solano conta detalhes da sua visita à Jerusalém

Sucesso na novela Pega-Pega, Mateus Solano faz viagem emocionante à Jerusalém e dá dicas para quem pretende seguir o mesmo roteiro!

0 633
48193

(Imagem: Reprodução/Facebook/MTI)

Atualmente nas telinhas na pele de Eric, seu papel na novela Pega-Pega, o ator Mateus Solano tem o costume de tirar férias e conhecer diferentes lugares do mundo ao término de cada trabalho. E foi numa dessas pausas que o ator aproveitou para estreitar suas raízes judaicas durante uma viagem a Israel. Na companhia da mulher, a também atriz Paula Braun, Mateus aproveitou a viagem para conhecer Jerusalém, Massada, Mar Morto, deserto de Negev e Tel Aviv.

“Israel foi um local forte e que me afetou muito”, contou ao site UOL, explicando como o lugar é marcado por suas contradições e diferenças. “Viajar pra mim é algo místico, quase espiritual. Eu não viajo para levar tudo na mala e me sentir em casa, vou porque quero realmente viver aquilo”, explicou.

mateus-solano-e-a-esposa-paula-brum-durante-visita-a-jerusalem-1469828886766_615x300

Mateus Solano e a esposa Paula Braun em Jerusalém (Imagem: Reprodução/Facebook/MTI)

Pensando em copiar o roteiro de Mateus Solano? Dá uma olhada nessas três dicas do ator para quem está planejando uma viagem à Israel.

Tem que conhecer
Capital de Israel, não foi à toa que Jerusalém se toRnou uma espécie de centro espiritual e religioso do mundo. Turistas não podem deixar de conhecer a Cidade Antiga de Jerusalém, palco de alguns dos principais acontecimentos religiosos da bíblia.

Divida em quatro bairros: Cristão, Muçulmano, Armênio e Judaico, Jerusalém é aquele tipo de lugar que precisa fazer parte do seu roteiro. “Quem for até o país não pode deixar de conhecer. Por mais cética que a pessoa seja, é impossível chegar lá e não sentir uma energia, uma mística”, conta Mateus Solano, que fez questão de conhecer o Mudo das Lamentações, um dos locais mais sagrados para o judaísmo. Brincando, ele disse: “Algum borogodó você vai sentir”!

ator-durante-oracao-no-muro-das-lamentacoes-1469829492246_615x300

(Imagem: Reprodução/Facebook/MTI)

Acerte na escolha do hotel
Quando o assunto é hospedagem, Mateus indica o Mamilla Hotel – primeiro hotel de luxo do país. O estabelecimento fica bem próximo da Cidade Velha e, por isso, é considerado super bem centralizado. “Fica super perto de tudo o que você precisa conhecer como turista, bem colado à Cidade Antiga e a uns 15 minutos do Monte do Templo”, disse. Ele explica também que o hotel está a cerca de 10 minutos do Portão de Jaffa e oferece vários restaurantes com especialidades locais. Gostoso, né? É pra anotar a dica já!

paula-braun-e-mateus-lombardi-durante-a-viagem-1469829753569_615x300

(Imagem: Reprodução/Facebook/MTI)

E falando em comida…
A gastronomia de Israel conta com uma enorme mistura cultural, contando com influências da Líbia, Síria e de antigos costumes religiosos. De acordo com Mateus Solano, por lá é possível comer bem até no café da manhã dos hotéis mais básicos.

“Recomendo muito o Shakshuka, que comi e adorei. É basicamente um molho de tomate bem picadinho e bem quente. Aí, jogam ovo cri ali dentro e ele vai cozinhando nesse molho de tomate. Fica uma delícia!”, relembra.

shakshuka-prato-seria-aposta-gastronomica-em-2014-1386880189004_615x300

(Imagem: Ruth Kay/shutterstock.com/Relax News)

Tradicional, o prato é um hit das chamadas “comidas de rua” e especialidade de restaurantes como o Dr. Shakshuka, localizado em Tel Aviv.

E aí, anotou todas as dicas do ator?

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Fonte: UOL