Menu
 1397
10 dicas para não se estressar antes de chegar no aeroporto
Confira meu manual de viagem para evitar dor de cabeça ainda em casa no dia da tão esperada viagem e chegar no aeroporto livre de qualquer estresse

133685-como-arrumar-as-malas-para-viajar-para-a-praia-em-6-dicas

Quem é que não adora tirar uns dias pra descansar, sair de férias com a família, conhecer destinos diferentes… O problema é que, pra muita gente, aquelas horas que antecedem a viagem é um verdadeiro “Deus nos acuda”!

Principalmente para quem não se organiza e costuma deixar tudo para última hora, o dia da viagem normalmente vem acompanhado de muito estresse e nervosismo. Por isso, não adianta: é preciso separar com antecedência quais documentos levar, checar como está o trânsito até o aeroporto, qual o peso máximo permitido para bagagens…

Pensando nisso, separei abaixo minhas 10 dicas para não estressar antes de chegar no aeroporto e ter um embarque tranquilo. Todas elas eu sigo à risca sempre que vou viajar. Dá uma olhada!

1. Escolha com cuidado roupas e acessórios
As roupas devem ser confortáveis (principalmente em voos longos), os sapatos fáceis de tirar na hora do raio X dos aeroportos e acessórios, o mínimo possível! Cintos, fivelas, relógios e bolsas, e botas com peças metálicas devem ser sempre evitadao a fim de não causarem atrasos nem correrias nas filas de vistoria.

2. Conheça seu destino
Viagens para o exterior exigem uma organização especial. Separe a passagem de volta e o endereço de onde vai ficar na hora de passar pela Alfândega. Se possível, deixe a mão também o comprovante de vacinação (lembre-se de manter a carteirinha em dia). Preste atenção também em questões culturais e religiosas. Se for para algum país muçulmano, por exemplo, leve um lenço na bagagem de mão para cobrir a cabeça e os ombros quando for solicitado.

3. Faça um seguro-saúde
Seja de forma independente, com uma empresa especializada ou pelo seu cartão de crédito, faça seu seguro-saúde com antecedência. Apesar de não ser obrigatório em alguns países, é sempre bom garantir conforto e comodidade caso precise de ajuda médica.

4. Fique de olho na previsão do tempo
Para não correr o risco de ser surpreendida pelo frio em dias de verão ou por uma semana de sol forte em Londres, por exemplo, dê uma olhada na meteorologia antes de fazer as malas e leve uma troca de roupa extra na mala de mão para possíveis variações de temperatura, como uma calça legging e um casaco meia-estação.

5. Não exagere na quantidade de malas
Já falei sobre isso algumas vezes, mas não custa lembrar: malas de mão só podem ter no máximo cinco quilos, e é possível despachar malas de 23 quilos em viagens nacionais e dois volumes de 32 quilos cada um em voos internacionais. Entretanto, uma proposta da ANAC prevê o aumento do peso permitido para malas no interior da cabine de 5 para 10 quilos. O valor para quem ultrapassa essas quantias pode ser bem salgado, por isso é sempre bom rever se você precisa mesmo de tudo o que está levando antes de se vir obrigada a gastar uma taxa extra.

packing your stuff

6. Verifique as dimensões da bagagem de mão
Quando o assunto é a mala de mão, não é somente o peso que importa, mas também o tamanho da bagagem. Pelas recomendações da ANAC, a soma total das dimensões (altura, largura e comprimento – incluindo rodinhas, bolsos externos e alças rígidas) não pode passar de 115 centímetros. As medidas máximas para cada dimensão são 23 cm, 40 cm e 55 cm e o peso não pode passar de cinco quilos, pelo menos por enquanto. Anotado?

7. Faça o check-in no caminho para o aeroporto
Muitas companhias aéreas abriram mão da apresentação do cartão de embarque impresso e permitem que você faça o check-in pelo celular. Prático, né? Por isso, aproveite o tempo livre no carro, táxi ou van até o aeroporto para gerar o código de barras pelo app no celular e, ao chegar, dirija-se ao portão de embarque, sem dor de cabeça. Assim, você pula etapas e até fica mais tranquila se o trânsito estiver parado e você chegar um pouquinho atrasada.

8. Não pegue trânsito
Quanta gente já deixou de embarcar por calcular mal o trânsito e chegar atrasada no aeroporto. Mas, dá pra contornar o problema, até mesmo nas grandes cidades. Uma maneira possível é usar o transporte público, como ônibus e metrôs. Mesmo no horário de pico é você encontra rotas e linhas alternativas para chegar mais rápido no terminal a partir do local onde mora.

9. Vai de carro? Estacione em locais próximos
Dependendo do seu tempo de viagem, vale sim a pena ir com seu carro até o aeroporto e deixa-lo em um estacionamento próximo. Em São Paulo, por exemplo, a diária de estacionamentos perto dos aeroportos varia de 10 a 55 reais, enquanto o trajeto de ida e volta entre o centro da cidade e o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, pode custar mais de 200 reais. Calcule esses gastos com antecedência e veja o que de fato vale a pena.

10. Confira os dados do seu cartão de embarque
A distância de um terminal a outro pode ser bem grande dependendo do aeroporto. Para evitar atrasos (e ainda mais estresse), certifique-se de qual portão sairá o seu voo, assim você se organiza melhor na hora de escolher onde parar o carro e poupa minutos preciosos até o momento de fazer o check-in.

Viu só como pequenos detalhes fazem toda a diferença na hora de garantir uma viagem livre de stress e dor de cabeça?

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Fonte: Viagem e Turismo
*Imagens: GettyImage


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
APP VIVO ESTILO
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação