Menu
 1781
14 de novembro: Dia Mundial da Diabetes! Conheça uma super novidade de tratamento e maneiras de prevenção
Já ouviu falar das pílulas de insulina? Entenda como elas vão ajudar quem sofre de diabetes e, principalmente, aprenda como prevenir a doença
diabetes test,  health Medical Concept , Obesity

(Imagem: Shutterstock)

Portadores de diabetes tipo 1 sabem como é importante aplicar insulina todos os dias para controlar o nível de açúcar no sangue. Pensando na comodidade desses pacientes, pesquisadores da Universidade de Harvard (EUA) desenvolveram um método de tratamento oral que pode facilitar (e muito!) a maneira como os diabéticos mantém os níveis de açúcar no sangue sempre equilibrados.

As pílulas de insulina prometem melhorar a qualidade de vida dos pacientes e, de quebra, aliviar muitos dos efeitos colaterais causados pelas injeções.

Entenda a pesquisa

O plano é que a pílula transporte insulina em um líquido iônico composto de colina e ácido gerânico. A fórmula – fácil de fabricar e que pode ser armazenada por até dois meses em temperatura ambiente – tem uma validade muito maior do que a maioria dos produtos de insulina injetáveis existentes atualmente no mercado. “Uma vez ingerida, a insulina precisa passar uma difícil pista de obstáculos antes que possa ser efetivamente absorvida pela corrente sanguínea”, explicou Samir Mitragotri, um dos autores do estudo. “Nossa abordagem é como um canivete suíço, onde uma pílula tem ferramentas para lidar com cada um dos obstáculos encontrados”.

Ainda em fase de estudos, a pílula de insulina tem tudo para ser um sopro de alívio para quem sofre com os efeitos adversos de tomar injeções por um longo período de tempo. Agora é torcer para que a eficácia do tratamento seja comprovada e o remédio comercializado o quanto antes.

A prevenção ainda é o melhor remédio

Segundo um balanço divulgado pelo Ministério da Saúde em junho de 2018, a diabetes matou 406.452 pessoas no Brasil entre 2010 e 2016. Para quem não conhece, a diabete é a elevação da glicose no sangue, efeito responsável por diferentes complicações, como doenças cardiovasculares, insuficiência renal e até mesmo amputação dos membros inferiores.

A doença, que continua atingindo principalmente as mulheres – ao todo, 8,1% das brasileiras foram diagnosticadas com diabetes – pode, sim, ser evitada com alguns cuidados diários e hábitos de vida saudáveis. Espia só:

– Perder a gordura localizada na região abdominal (ela obriga o pâncreas a produzir mais insulina para que a glicose consiga entrar nas células)

– Fazer 30 minutos de atividades físicas por dia

– Dormir o mínimo de oito horas por noite

– Controlar os níveis de estresse

– Comer pouco e devagar

– Evitar comer gorduras

– Preferir frutas, legumes e alimentos integrais

– Não exagerar no café, nem nas bebidas alcoólicas

– Comer amêndoas (elas aumentam a sensibilidade à insulina e reduzem os níveis de açúcar na corrente sanguínea)

Dicas anotadas? E não se esqueça de fazer exames de sangue regularmente a fim de medir sua taxa glicêmica, ok? E busque ajuda de um especialista a qualquer sinal de boca seca, vontade constante de urinar, aumento da sede, formigamento de pés e mãos, visão turva, cansaço frequente, perda de peso sem razão aparente, oscilações de humor e/ou infecções recorrentes.

Bjs,
Fabi Scaranzi


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação