Menu
 3014
6 hábitos financeiros que você deve evitar, de acordo com a sua personalidade
Consumista, emotiva, fugitiva... Descubra qual é a sua personalidade financeira e quais hábitos abandonar já para mandar o saldo sempre no azul!

dinheiro - habitos financeiros personalidade foto destaque (1)

(Imagem: unsplash.com)

Infelizmente, é verdade: nenhum conselho sobre dinheiro serve pra todo mundo. A vida da sua vizinha, ou da sua colega de trabalho, não é a mesma que a sua, mesmo vocês morando na mesma rua ou trabalhando no mesmo escritório. A personalidade, então, pode ser completamente diferente. Todas nós temos gastos, necessidades e opiniões únicas sobre como abordar a vida e isso inclui, principalmente, a forma como lidamos com as nossas finanças pessoais.

Entretanto, também é verdade que existem categorias de personalidade que a maioria de nós se encaixa e elas são fundamentais para que a gente preveja a maneira como nos comportamos no nosso dia a dia e, especialmente, que hábitos precisamos mudar a fim de usarmos nosso dinheiro de maneira inteligente. Descubra já qual é a sua e o que fazer.

Personalidade: Fugitiva!

Hábito: Evitar tudo aquilo que exige trabalho

Pra muita gente, é mais fácil ignorar qualquer problema que exija trabalho e esforço ou até mesmo que cause ansiedade e preocupação. E isso não acontece só quando o assunto é dinheiro, não. Tem gente que adia a volta à academia, a ida ao dentista, a apresentação de um novo projeto… Até a hora em que não dá mais pra evitar e você se vê forçada a tomar uma decisão imediata, sem medir os prós e contras do que você está prestes a fazer. Com as suas fianças, então, o resultado pode ser catastrófico!

O que fazer: Listas são boas aliadas para quem tem esse tipo de personalidade. Anote as dívidas, as contas que precisam ser pagas nos próximos dias e quanto você precisa poupar para zerar todas elas e terminar o mês com o saldo no azul. E não se esqueça de se dar pequenas recompensas. Ao finalizar cada uma das tarefas – financeiras ou não – que você costumava procrastinar, tome um cafezinho, compre um livro novo, vá à manicure. Você merece!

Personalidade: Hesitante!

Hábito: Ser obcecada por custo-benefício

Eu concordo que vale muito mais a pena pagar um pouco mais caro por um produto de boa qualidade que vá durar anos do que pagar mais barato e ter que repor a mesma peça ou serviço várias e várias vezes. Entretanto, essa busca constante pelo custo-benefício pode se tornar uma obsessão nada saudável.

O que fazer: Tudo na vida exige equilíbrio. Para a sua conta bancária pode até ser uma vantagem que você só compre roupas novas quando as suas já estão gastas e desbotadas, mas pare para pensar de que forma esse hábito tem afetado a sua imagem. Tenha em mente que você é uma marca e, principalmente no mundo dos negócios, uma boa apresentação é fundamental. Talvez valha a pena soltar um pouco as rédeas.

Personalidade: Superconfiante!

Hábito: Não pensar a longo prazo

Quando o assunto é dinheiro, pessoas superconfiantes tendem a achar que não tem problema gastar todo o orçamento naquele exato momento e, no futuro, se a necessidade bater à porta, só é preciso pensar num plano “b”. Elas costumam acreditar que sempre haverá uma graninha extra no fim do próximo mês capaz de cobrir aqueles gastos a mais, seja com um bônus, uma promoção, trabalho como freelancer, ou até mesmo prometendo ser mais responsável a partir do mês seguinte. Será?

O que fazer: Esqueça essa falsa ilusão de que suas finanças vão se resolver sozinhas e, principalmente, pare de arranjar desculpas para gastar de uma só vez o dinheiro suado que você trabalhou o mês inteiro para conquistar. Não dá para contar com a sorte de um bônus ou trabalho extra sempre que a próxima fatura do cartão chegar. O segredo, na verdade, é considerar os imprevistos: uma demissão, uma doença que exija tratamentos mais caros, uma viagem inesperada… Ao se programar para possíveis contratempos você passa a poupar de maneira mais consciente e termina o mês muito mais segura financeiramente.

dinheiro - habitos financeiros personalidade foto de dentro

Personalidade: Culpada!

Hábito: Não esperar por épocas de descontos e promoções

A diferença desse tipo de personalidade para as pessoas superconfiantes é que ao gastar de maneira impulsiva, sem considerar se aquela compra é mesmo necessária e, principalmente, sem esperar por épocas de promoções e quedas nos preços, a pessoa se sente culpada e arrependida.

O que fazer: O arrependimento não vai desfazer o gasto impensado e, se o sentimento de culpa aparece repetidamente, isso significa que ele não está sendo forte o bastante para te ensinar a ter autocontrole. A partir de agora, que tal anotar na agenda a melhor data para ir às compras? Crie lembretes no celular para os períodos de black friday e promoções em sites e lojas. E fique longe das tentações. Nos finais de semana, troque o cafezinho no shopping por uma tarde gostosa em casa lendo um bom livro. Além de relaxar, você vai perceber aos poucos a quantidade de compras desnecessárias que já fez simplesmente por passar em frente às lojas.

Personalidade: Consumista!

Hábito: Cadastrar seu e-mail em sites de compras

Se você é viciada em compras, seu e-mail pode ser seu principal inimigo. Ao cadastrar seus dados em sites e lojas para receber as novidades e coleções, você se mantém num ciclo de gastos constante, afinal, é impossível resistir a só mais uma comprinha, né? Aí, adeus saldo no azul no fim do mês.

O que fazer: Crie um e-mail específico somente para esse tipo de cadastro e policie-se para dar uma checada rápida a cada 15 dias ou uma vez por mês, mas somente depois que você já tiver separado uma parte do seu orçamento com gastos pessoais que não vão afetar sua reserva financeira ou contas essenciais, como água, luz e condomínio.

Personalidade: Emotiva!

Hábito: Decorar o número do seu cartão de crédito

Para quem adora fazer compras online, decorar o número do cartão de crédito é um perigo, ainda mais se as suas compras normalmente são frutos do seu estado emocional. Pare para pensar quantas compras você já deixou de fazer só de ter que sair de frente do computador, ir até a sua bolsa e pegar o cartão na carteira. Pessoas emotivas tendem a descontar no dinheiro suas alegrias e frustrações, seja para comemorar o sucesso no trabalho, para minimizar a dor do fim de um relacionamento ou simplesmente para matar o tempo num domingo tedioso.

O que fazer: Se você faz parte desse time, tenha em mente que você se tornará ainda mais vulnerável ao decorar o número do seu cartão ou criar maneiras simples de ter acesso a ele – como anotar os dados no bloco de notas do seu celular, por exemplo. Antes de finalizar suas compras, separe alguns minutinhos para pensar duas vezes se aquele produto é mesmo essencial na sua vida naquele momento e que impactos esse desfalque no orçamento trará para o seu saldo no fim do mês. Monte uma planilha de gastos e anote cada coisinha que você comprar, desde um sapato mais caro até uma bala no semáforo. Você vai ver o quanto poderia ter economizado se não tivesse sido tão precipitada.

E aí, qual desses hábitos financeiros tem mais a ver com a sua personalidade? Conte pra mim nos comentários.

Bjs,
Fabi Scaranzi

 

*Imagens: Shutterstock


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação