Menu
 2299
9 maneiras de ser uma freelancer bem-sucedida
Diante da situação do mercado de trabalho atual, trabalhar como freelancer deixou de ser uma maneira de continuar no jogo quando se está desempregada e se tornou uma estratégia flexível e viável de carreira a curto e longo prazo. Atuar como freelancer coloca você no controle do seu próprio tempo e escolhas. Contanto que você tenha disciplina e wi-fi, você pode trabalhar de qualquer lugar do mundo
(Imagem: Pinterest/startupcamp.com)

(Imagem: Pinterest/startupcamp.com)

A princípio parece um sonho: acordar a hora que quiser, não precisar gastar com gasolina, nem pegar trânsito ou ter que escolher uma roupa diferente para ir ao escritório todos os dias… Mas trabalhar como freelancer definitivamente não é para todos. Se você gosta de estabilidade, horas razoáveis, salário regular, ter apenas um chefe para saber lidar ou ter um grupo de amigos para fazer um happy hour toda sexta-feira, o trabalho como freela não vai funcionar para você. Para ser bem-sucedida nesse ramo, você tem que ser independente e ter uma ética de trabalho bem séria e responsável. Lembre-se que é assim que você vai pagar suas contas pelo mês, por isso, talvez não valha a pena fazer aquela pausa para assistir um filme imperdível que está passando na sessão da tarde. Agora, se este for mesmo o seu sonho, preste atenção nessas nove dicas para tornar seu trabalho em casa em uma carreira de sucesso.

1. Saia de casa
Pode parecer uma vantagem fazer seus próprios horários quando se trabalha em casa, mas se você for uma pessoa sociável e comunicativa, em algumas semanas você estará surtando pela falta de companhia. É importante para um freelancer manter o estimulo social de um ambiente de trabalho, mesmo que não seja necessariamente dentro de um escritório. Por isso, procure passar a tarde trabalhando em lanchonetes e cafés. Isso ajuda na produtividade, uma vez que você deixa de se sentir solitária e para de se distrair a cada 15 minutos só para dar uma fuçadinha nas suas redes sociais.

2. Faça uma planilha financeira
Você pode perder um pouco a noção dos seus gastos e lucros ao trabalhar como freelancer, principalmente se passar a atuar em mais de uma empresa ao mesmo tempo. Para não perder o controle do quando está ganhando mensalmente e se esse valor é necessário para cobrir suas contas, faça uma planilha no Excel anotando quando está sendo paga, quanto e por quem. A irregularidade desse tipo de trabalho significa que você precisa saber sobre qualquer risco de prejuízo financeiro antes que eles aconteçam. Ao ter esse controle, você consegue medir quantos projetos precisará assumir no próximo mês para cobrir as lacunas dos meses anteriores. Como freela, é fundamental ter um olho no futuro e planos a longo prazo.

3. Não jogue fora seus contratos
Ao longo do ano, é provável que você tenha pego trabalhos diferentes para diferentes empregadores. Portanto, uma boa ideia é listar para quem você trabalhou, quando e por quanto tempo atuou naquela empresa e quanto recebeu por cada trabalho realizado. Essa é uma boa maneira de controlar quanto tempo trabalhou para uma empresa em particular e o quanto você fez por ela. Assim, além de poder mostrar seus resultados caso descubra que existe uma vaga aberta a qual você deseja se candidatar no futuro, você ainda pode negociar melhor o valor do seu trabalho no futuro, uma vez que tem se dedicado ao mesmo empregador a tanto tempo.

4. Certifique-se de assinar um contrato antes de iniciar um trabalho
Mesmo como freelancer, você tem direitos garantidos por lei. No caso de um jornalista freelancer, por exemplo, a empresa passará a deter todos os direitos sobre o seu trabalho e também vai defende-lo se, por exemplo, uma outra empresa plagia-lo. Por isso, procure saber o que a sua área de atuação lhe garante como direito e faça questão de exigi-lo antes de fechar qualquer negócio.

5. Leve seu trabalho a sério
Trabalhar como freelancer pode parecer sinônimo de um estilo de vida despreocupado. Entretanto, aquela sensação de pisar no freio e desacelerar a rotina estressante é pura ilusão. A necessidade de cumprir diferentes tipos de prazo pode levar você a loucura se você não criar uma rotina regrada e cheia de disciplina. O ideal é priorizar os trabalhos de acordo com o prazo, mas todos devem ser feitos – e com qualidade.

6. Faça amizade com outros freelas
Aqui o conselho vai além do networking fundamental no ambiente de trabalho para conseguir novos contatos e abraçar projetos futuros. A verdade é que a maioria dos nossos amigos atuais são do tempo de faculdade ou do último emprego fixo e, por isso, a maioria terá horários diferentes dos seus e quase nunca estarão disponíveis para um drink ou dois depois do expediente. Ao fazer amizade com pessoas que trabalham dessa mesma forma, você passa a ingressar em um novo círculo social, conhece pessoas que entendem as loucuras dos seus horários e, portanto, serão mais maleáveis quando a loucura dos seus horários caso você precisar desmarcar um compromisso ou outro em cima da hora.

7. Crie uma rotina
Antes de começar a trabalhar, avalie qual horário do dia você é mais produtiva. De manhã, à noite, ou até de madrugada? Então cerifique-se de criar uma agenda que esteja adequada ao horário de melhor concentração, foco e criatividade. Coloque o despertador sempre no mesmo horário, tome um bom banho, almoce sempre no mesmo horário. Tente agir exatamente como faria se estivesse trabalhando em uma empresa. Apesar de atuar como freelancer, tome algumas posturas do trabalho fixo para o seu estilo de vida atual. Por exemplo, você pode até gostar de trabalhar de madrugada, mas não tem obrigação de responder e-mails ou Whatsapps do seu chefe depois do horário comercial. Freelancer é um trabalho sério como todos os outros e, se dentro das empresas você não é obrigada a responder mensagens ou atender pedidos durante os finais de semana, não é só porque você está em casa que pode abrir uma exceção. Você merece um tempo de qualidade para curtir seu tempo livre, esvaziar a cabeça e relaxar.

8. Cada chefe, uma postura
Ser freelancer é se tornar uma especialista em se comunicar através de redes sociais. Isso pode ser uma benção se você tem dificuldade em conversar com seu chefe pessoalmente, principalmente se for para pedir alguma coisa: sair mais cedo, aumentar o salário, ganhar uma promoção… Mas ao trabalhar para diferentes empresas e empregadores, é fundamental lembrar que cada uma tem necessidades e estilos de comunicação diferentes. Algumas vão esperar que você responda e-mails imediatamente e ficarão indignados se você não o fizer, outras vão ficar surpresas com a sua ansiedade e poderão ver sua atitude como desespero. Para não errar, procure responder e-mails e pedidos sempre no mesmo dia e aposte na linguagem formal. Com o tempo, o vínculo entre vocês possibilitará uma conversa mais informal e até um prazo maior nos prazos de entrega.

9. Esteja preparada para os comentários maldosos
Tem muita gente que ainda pensa que trabalhar como freela é ter um olhar despreocupado e até mesmo irresponsável sobre a vida. Tente não se irritar (nem se sentir frustrada) quando lhe perguntarem o que você vai fazer quando tiver uma carreira de verdade. Lembre-se que trabalhar como freelancer vai te dar diferentes novas habilidades: independência, confiabilidade, concentração, foco, disciplina e capacidade comprovada de fazer o malabarismo de trabalhar em cinco projetos ao mesmo tempo. Um último conselho? Não tenha medo de mudar de direção quando sentir vontade ou necessidade. Você tem liberdade total para fazer e ser quem você quiser! Assuma o controle da sua vida e vá em frente!


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
APP VIVO ESTILO
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação