WordPress database error: [You have an error in your SQL syntax; check the manual that corresponds to your MySQL server version for the right syntax to use near '' at line 1]
SELECT count(*) FROM pfs_post_like_rate WHERE post_id =

Fabiana Scaranzi

923 MATÉRIAS 70 comentários

    0 182

    Um bom investimento bancário é sinônimo de segurança financeira no futuro. Aprenda como garantir um maior rendimento monetário e faça seu patrimônio crescer rapidinho!


    mulher e cofrinho

    Em tempos de crise é preciso, mais do que nunca, acompanhar seus investimentos de perto. E quando eu digo “de perto”, não é apenas confiar na palavra do seu gerente, mas também ficar de olho nas pesquisas e programar direitinho o quanto do seu salário vai poupar no fim do mês. São tantas perguntas pra se fazer e tantas decisões para considerar que, entre uma escolha e outra é natural se questionar se seu dinheiro está mesmo rendendo.

    Pensando nisso, separei as dúvidas mais comuns quando o assunto é investimento pra você fazer direitinho seu planejamento financeiro e ver seu patrimônio crescer cada vez mais.

    1. Planeje o quanto você vai poupar por mês
    Nada de deixar pra pôr na poupança apenas o que sobra dos seus gastos no fim do mês, afinal não dá pra garantir você vá criar essa reserva mensalmente. Lembre-se que a poupança serve para uma necessidade e deve ser planejada com antecedência. Senão, as chances de você gastar tudo o que ganha todo mês são enormes e você corre o risco de achar que não recebe o suficiente para criar uma reserva.

    Portanto, o mais indicado é montar uma planilha de gastos mensais e se certificar de que está realmente poupando tudo o que pode e calcular o quanto mais ainda consegue guardar. Lembre-se que o mais indicado é que uma pessoa poupe 20% da sua renda líquida, mas nada te impede de começar aos poucos, poupando 5% ou 10% até conseguir adequar totalmente seus gastos.

    2. Liste suas metas
    A principal função de um investimento é ajudar você a realizar seus sonhos, por isso é imprescindível que você saiba onde colocar seus recursos e principalmente quais são os seus objetivos a curto e a longo prazo. Sabia que existem aplicações mais recomendadas para metas de curto prazo? Enquanto outras funcionam melhor para aqueles planos mais distantes? É através desse planejamento e de uma conversa franca com o seu gerente que você vai conseguir manter a disciplina na hora de economizar e vai fazer exatamente o momento certo de resgatar o seu dinheiro e investir naquilo que tanto deseja.

    3. Aprenda como funciona o seu investimento
    Lembra quando eu disse lá no começo dessa matéria sobre não apenas confiar nos conselhos do seu gerente, mas também ficar atenta às pesquisas? São elas que vão te ajudar a escolher um bom investimento! Só que pra isso, antes de tudo, é preciso entender o seu perfil como investidora, qual a rentabilidade (mensal e anual) daquele investimento, quais taxas serão cobradas por ele, quando você está liberada para resgatá-lo, se existem cobranças de imposto de renda e até qual é o risco envolvido na sua escolha.

    Parece complicado, né? Mas existem muitos sites que ajudam você a entender essas questões. Dá uma olhada nesse ebook de investimentos para iniciantes oferecido pelo Finanças Femininas. Ele é ótimo e ajuda bastante que ainda é um pouco leiga nessas questões econômicas.

    mulher-investimento-bolsa-de-valores-14698

    4. Conheça as suas opções
    Parece uma dica óbvia, né, mas muita gente esquece de comparar seus investimentos a outras opções disponíveis no mercado antes de tomar suas decisões. Para garantir uma escolha segura e certeira, não tem jeito: só uma boa pesquisa de mercado vai te ajudar a saber se seu dinheiro realmente está rendendo tudo o que poderia.

    Por isso, é necessário comparar as condições oferecidas em sua aplicação com outros produtos oferecidos pelo banco. Compare seu investimento também às vantagens oferecidas por outros bancos e corretoras e tente negociar. Você vai ver que encontrará opções muito mais benéficas do que as oferecidas inicialmente.

    5. Por fim, compare a rentabilidade do seu investimento à inflação
    É verdade que ver o nosso dinheiro rendendo um pouquinho todo mês passa aquela sensação de segurança. Porém, seu investimento só será um bom negócio se ele superar a inflação e, assim, garantir o seu poder de compra com o passar do tempo. Por isso, não deixe de fazer esse comparativo, se certificando de que a rentabilidade supera de fato o IPCA e, mais pra frente, te traga um bom retorno real. Até por que, a intenção é exatamente essa, né? Ver seu dinheiro investido crescer cada vez mais e gerando bons frutos no futuro.

    Fim das dúvidas?

    Bjs,
    Fabi Scaranzi

    *Fonte: financasfemininas

    0 361

    De acordo com o estudo, pensamentos otimistas evitam a depressão, melhoram o sistema imunológico e diminuem as chances de doenças cardíacas e sobrepeso


    fabi otimismo

    Esse ano, uma pesquisa norte-americana confirmou uma teoria que eu sempre acreditei: pessoas otimistas podem viver mais, mesmo aquelas que estão passando por momentos difíceis.

    Seja uma doença grave, uma crise financeira ou no casamento, ações e pensamentos otimistas auxiliam na melhora e na resiliência de quem está enfrentando o problema.

    Com foco na saúde, a pesquisa descobriu que ao assumir uma postura positiva, a melhora e a reabilitação do paciente – aliadas aos tratamentos necessários – é significativa. Quer um exemplo? Basta dar uma olhada na história da bancária Ludmila Paranhos, de 33 anos. “No primeiro momento meu mundo desabou. Achei que ia morrer. Mas não deixei que o câncer fosse o centro da minha vida”. Mesmo em meio à luta contra a doença e às sessões de quimioterapia, Ludmila não deixou de viajar, namorar e aproveitar a vida. “Quando você vê o lado bom, o lado ruim se torna tão pequeno que muitas vezes não se manifesta”, diz.

    Ludmila é um exemplo de que o otimismo e a força mental fazem diferença, principalmente na saúde. Essa também foi a conclusão de um estudo realizado nos Estados Unidos e divulgado pelo jornal The New York Times. Ao manter uma perspectiva otimista, você melhora o sistema imunológico, evita a depressão, diminui a probabilidade de doenças cardíacas e ainda auxilia no controle da pressão, de peso e de níveis de açúcar no sangue, sugerem os estadunidenses. Bom, né?

    Mesmo depois de 16 sessões de quimioterapia e 18 sessões de radioterapia, Ludmila conta que ao encarar o tratamento manteve o pensamento positivo e quase não sofreu os efeitos colaterais, como enjoo, náusea, dor e outros efeitos mais severos. Nem a perda de cabelo a incomodou. “Não usei peruca, saia careca, maquiada e arrumada. Acho que dar importância à solução e não ao problema fez com que sofresse menos e isso ajudou meu sistema imunológico”, diz.

    A Dra. Gabrielle Scatolin, da Aliança Instituto de Oncologia, nota este tipo de ligação direta entre as emoções positivas e a melhora significativa em pacientes da clínica. “Pensando positivamente, os pacientes têm atitudes otimistas para melhor enfrentamento das doenças, aderem melhor ao tratamento, realizam com mais frequência exames preventivos e tem hábitos de vida mais saudáveis”, observa a oncologista.

    É normal para todo e qualquer pessoa enfrentando um problema grave (especialmente uma doença!) passar por momentos de frustração, desanimo e, muitas vezes sentir como se a batalha estivesse perdida. O importante é não deixar que esses sentimentos tomem conta ao longo do tratamento. No caso de Ludmila, ela conta que se sentiu abalada exatamente quando seu emocional não estava bem. Hoje, após tanta luta, a bancária está no processo final do tratamento e já não tem mais células cancerígenas. Da experiência vivida, ela garante que só tira coisas boas, como as amizades feitas com mulheres que conheceu durante o tratamento e que agora formam o grupo Vencedoras Unidas, que auxilia outras mulheres com câncer. “Viver feliz ajuda muito. Tudo depende de como você encarar as cosias”, desabafa.

    Viu só como vale a pena enxergar o copo sempre “meio cheio”? Esteja você enfrentando um problema grave de saúde, como o de Ludmila, ou passando por uma crise familiar, econômica ou profissional, lembre-se de sempre manter pensamentos otimistas enquanto trabalha para resolve-los. Eu garanto que dessa forma esse momento difícil da sua vida vai ser enfrentado com muito mais leveza e você vai estar pronta para encarar novos desafios!

    Bjs,
    Fabi Scaranzi

    0 450

    Já notou como existem diferentes tipos de óleo de cozinha nas prateleiras do supermercado? Veja qual deles é o mais indicado para incluir na sua dieta todos os dias


    melhores-oleos-de-cozinha

    Se em excesso a gordura é uma vilã, na quantidade certa ela é imprescindível para o bom funcionamento do nosso organismo. De acordo com a nutricionista do Hospital Albert Einstein, Izabella Crochemore, ela é responsável por fornecer ao nosso corpo toda a energia que precisamos diariamente, além de proteger órgão vitais e participar na absorção de vitaminas lipossolúveis (A, D, E, K). “Além disso, a gordura faz parte da estrutura de todas as células do nosso organismo e é precursora de alguns hormônios como testosterona, estradiol e progesterona”, explica.

    Entretanto, é preciso atenção, já que o excesso pode resultar em sérios problemas cardiovasculares, como arritmia, infarto e AVC. Mas aí você me pergunta, e o que isso tem a ver com o óleo que usamos para cozinhar todos os dias? Tudo!

    Basta dar uma olhada rápida nas prateleiras do supermercado para notar a enorme variedade de óleos e gorduras. Mas aí, diante de tantas opções, como saber qual óleo escolher? Um ponto importante é conhecer todos os diferentes tipos de gorduras e, então, fazer boas escolhas no dia-a-dia, já que todas elas têm suas vantagens e desvantagens.

    Dá uma olhada abaixo nos principais tipos de óleo mais usados para cozinhar:

    Azeite de Oliva: ele é provavelmente a opção mais saudável para cozinha, por ser muito rico em gordura monoinsaturada, substância que ajuda a reduzir os níveis de colesterol ruim, o LDL e aumentar o colesterol bom (HDL). É por isso que ele é o óleo mais indicado para prevenir riscos de doenças cardiovasculares. Entretanto, Izabella Chocherome alerta que ele não deve ser usado para frituras. “Durante o aquecimento no processo da fritura, acontece uma perda de substâncias antioxidantes e podem ser formadas substâncias nocivas para o nosso organismo”, diz.

    Óleo de Soja: talvez o óleo mais popular no Brasil, essa opção é saudável por ser fonte rica de ômega 3 e 6. Assim como o azeite de oliva, ele aumenta o nível do bom colesterol e reduz o nível do ruim, ajudando na prevenção de doenças do coração. Além de ser bem resistente às altas temperaturas, ele é mais barato que os outros óleos oferecidos no mercado, uma vez que o Brasil é um grande produtor de soja.

    Óleo de Milho: rico em ômega 6, ele não só ajuda no controle do colesterol, como também melhora o sistema imunológico e protege as artérias. Mas atenção, ele deve ser sempre aquecido até 180°C.

    Óleo de Girassol: fonte de substâncias antioxidantes, o óleo de girassol possui pouca quantidade de gordura saturada (certa de 10%) e ajuda a combater o envelhecimento e o stress, além colaborar para o fortalecimento do sistema imunológico. Outra boa notícia é que ele pode ser aquecido até 200°C sem perder suas propriedades e nutrientes.

    oleo-de-girassol

    Óleo de Canola: esse tipo de óleo vegetal é o que contém menor teor de gorduras saturadas (somente 6%). Ele mantém as plaquetas em níveis saudáveis e ajuda a equilibrar nossos níveis de colesterol e triglicérides. Quem prefere um sabor mais suave que tradicionais óleos de milho, girassol e soja não só pode, como deve apostar nesse daqui!

    Óleo de Coco: queridinho até pelos dentistas, o óleo de coco tem muitas vantagens, como clarear os dentes, hidratar os cabelos… mas na cozinha seu uso ainda é um pouco polêmico. O motivo? Apesar dos estudos mostrarem que ele aumenta significativamente os níveis de colesterol bom, ele também aumenta o ruim (LDL), portanto seu uso deve ser moderado. Que tal só uma vez por semana?

    Manteiga: é melhor deixar a manteiga de lado se você busca uma alimentação saudável ou já é propensa a problemas cardíacos ou colesterol alto. Por ser uma gordura de fonte animal, a manteiga possui uma enorme concentração de gordura saturada, então o melhor é ser consumida de forma moderada.

    Com tantas opções, quem disse que você precisa escolher um só? A nutricionista indica alternar o consumo desses diferentes tipos de óleos, já que cada um possui uma composição específica. Ela completa ainda que a melhor forma de armazenar seus óleos é em um armário fresco e escuro, ou dentro de uma despensa. “Evite deixar próximo do calor (fogão, churrasqueira e micro-ondas), já que a variação constante de temperatura no local pode alterar sua qualidade”, finaliza.

    Fim das dúvidas?

    Bjs,
    Fabiana Scaranzi

    0 775

    As balas de colágeno são o suplemento perfeito para quem precisa manter a firmeza da pele e ganhar mais brilho e força nos cabelos


    goma-iogurte

    Não é a primeira vez que eu falo aqui sobre suplementos de beleza. Seja para equilibrar nossos nutrientes e vitaminas, ou até melhorar o brilho, a força e o viço da pele, unha e cabelo, sempre tem um suplemento  para aquilo que você precisa.

    A sensação agora são as balas de colágeno. Muitas vezes, com a chegada de uma certa idade, nosso corpo acaba perdendo a capacidade de produzir a quantidade de colágeno que precisamos para manter a pele do corpo e rosto sempre firme e durinha e é aí que esse suplemento entra: para repor a taxa de colágeno que nosso precisa para evitar o aparecimento de rugas, flacidez e celulite que sempre acabam aparecendo com o tempo.

    A Sociedade Brasileira de Dermatologia explica que o colágeno é uma proteína composta por aminoácidos presentes no organismo e que são fundamentais para a vitalidade de órgãos como a pele, cabelo, unhas, cartilagens e ossos. Porém, de acordo com algumas pesquisas, ao atingirmos 30 anos, perdemos anualmente 1% da nossa produção natural de colágeno, por isso a reposição através de suplementos – como as balas de colágenos – são tão indicadas.

    Mas será que as balas de colágeno valem a pena?
    Estudos garantem que sim! Cada vez mais populares entre o público feminino, as balas de colágeno são hoje conhecidas como “pílulas da juventude”, já que mostram resultados positivos quanto à melhora no aspecto da pele, unhas, cabelos além os ossos e articulações. “As balas de colágenos também são armas poderosas para quem quer tonificar os músculos e prevenir o aparecimento de celulites e estrias”, afirma a dermatologista de São Paulo, Mariana Nogueira.

    Como e quando consumir
    As balas de colágenos podem ser consumidas por qualquer uma de nós, principalmente se a intenção for puramente estética. Pouca gente sabe, mas até gestantes e mulheres que acabaram de dar à luz podem fazer uso desse suplemento para recuperar a rigidez da pele. “As balas de colágeno também são muito eficientes para quem precisa tratar cicatrizes de cirurgias estéticas”, ressalta a especialista.

    Para garantir melhores resultados, o mais indicado é ingerir uma bala meia hora antes de cada refeição, juntamente com um copo de água ou suco natural, já que além de todos os benefícios estéticos, ela também tem o poder de inibir o apetite e prolongar a sensação de saciedade, fazendo você comer menos. Bom, né?

    Os resultados começam a aparecer por volta do terceiro mês de uso, principalmente se você conseguir consumir pelo menos três balas de colágeno por dia. Entretanto, os resultados podem variar de pessoa para pessoa conforme a pele e os hábitos saudáveis de cada um.

    Ah, outra dica importante da dra. Mariana Nogueira é combinar o consumo das balas com alimentos fontes de vitamina C, vitamina E, selênio e zinco. “Esses nutrientes estão principalmente em frutas, como laranja, limão, acerola, caju e kiwi”, explica.

    image

    Atenção na hora de comprar suas balas de colágeno
     Você precisa tomar é checar sempre se elas são hidrolisadas, já que é esse o formato farmacêutico que vai te dar a quantidade diária de colágeno que seu organismo necessita.

    Colágeno através de fontes naturais
    Além das balas, frutas e oleaginosas (como castanhas e avelã), muitos alimentos são fontes ricas de colágenos e não só podem, como devem ser incluídos no seu cardápio diário. Anote já essa lista:

    Abóbora
    Cenoura
    Pêssego
    Iogurte natural
    Linhaça
    Melão
    Peixes (em especial o salmão e atum)

    Pergunte para a sua dermato se é indicado pra você!

    Bjs,
    Fabi Scaranzi

     

    0 691

    A atriz Lauren Hutton aparece linda e poderosa aos 73 anos em vídeo para a nova coleção de lingerie da Calvin Klein! Confira os detalhes da campanha


    20170418_dt_hp_carousel_4_2

    Adoro quando a moda traz novidades bacanas pra gente e mas gosto ainda mais quando mostra que a mulher pode se sentir linda e confiante com seu próprio corpo em qualquer idade! Por isso queria dividir essa notícia com vocês: a Calvin Klein divulgou sua nova campanha de lingerie e, para o vídeo da nova coleção contou com grandes nomes de Hollywood.

    O diferencial dessa campanha é que o ensaio, dirigido com Sofia Coppola trazia como protagonistas “mulheres de 18 a 70 anos”. Nomes conhecidos faziam parte da lista: Kirsten Dunst, Rashida Jones e a grande surpresa, a veterana Lauren Hutton. Hoje aos 73 anos, a atriz ficou conhecida por seu papel em grandes sucessos do cinema, como “O Jogador” e “Gigolô Americano”. O intuito da campanha da Calvin Klein era mostrar que a beleza madura da ex-modelo ainda tinha muito a ser admirada. Afinal, tem coisa melhor do que se sentir bem na própria pele esteja você aos 30, 50 ou 70 anos, ainda mais de lingerie? Eu adorei a iniciativa!

    calvin-klein-underwear-lauren-hutton-00

    Outros nomes importantes marcaram presença no vídeo, como as atrizes Maya Hawke, Nathalie Love, Laura Harrier e até a escritora Chase Sui Wonders. Mulheres poderosas, inteligentes e de uma beleza sem igual, mas que não estabelece padrões. Cada uma com suas próprias medidas, curvas e proporções!

    Para a campanha, Sofia Coppola explicou que queria garotas “cool”, além de fugir dos formatos tradicionais das propagandas de roupas íntimas, levando uma mensagem que vai muito além de mostrar apenas alguns corpos seminus. “Fiquei muito orgulhosa de ter duas mulheres formadas em Harvard na campanha. Elas têm corpos reais. Não são tanto como deusas e mais alcançáveis”, diz em nota divulgada pela empresa.

    Nota 10 para a iniciativa. Clique no play e confira o vídeo completo!

    E aí, o que achou? Muito bonito, né? De uma feminilidade, delicadeza e bom gosto sem igual! Adorei a iniciativa e, de quebra, uma lingerie é mais linda que a outra!

    Bjs,
    Fabi Scaranzi

    Conta de luz, IPVA, IPTU, condomínio... é muito papel pra guardar e contas pra arquivar! Abaixo, 7 dicas para organizar seus documentos de forma prática e funcional


    Uma vida organizada exige uma rotina organizada! Já notou como a vida fica muito mais prática quando arrumamos nossa bagunça e deixamos só o que é preciso sempre à mão? Por isso, trouxe hoje sete dicas para facilitar a organização dos seus documentos e outros papéis, como contas de luz, condomínio, TV à cabo, recibos, termos de garantias, manuais de instrução… Espia só!

    1. Crie várias categorias com cores diferentes
    A maneira de organizar seus documentos é você quem escolhe! Seja em caixas, gavetas, arquivos, pastas sanfonadas ou fichários, o importante é que você catalogue seus papeis usando um sistema de organização por cores. A ideia é simples: use uma cor para cada tipo de categoria que faça sentido pra você. Por exemplo: verde para as contas da casa, azul para as contas do carro, rosa para as contas do trabalho… Essas cores podem aparecer em pastas, etiquetas e até divisórias. O importante é que para cada categoria você escolha uma cor diferente e, se dentro delas precisar criar subcategorias, escolha novas cores que facilitem ainda mais a procura pelo papel.

    (Foto: cleanmama.net via goodhousekeeping.com)

    (Foto: cleanmama.net via goodhousekeeping.com)

    2. Crie uma pasta apenas para os trabalhos escolares dos filhos
    Não dá pra guardar todos os trabalhos escolares dos pequenos, mas alguns são tão memoráveis que merecem um carinho especial. Para não misturar os bilhetes de Dia das Mães ou desenhos da aula de artes com os seus papéis do banco, escolha uma pasta colorida apenas para eles e escolham juntos o que deve ser guardado e o que pode ir para o lixo.

    (Foto: simpleasthatblog.com)

    (Foto: simpleasthatblog.com)

    3. Crie um espaço para suas “memórias afetivas”
    Mesmo com tantos documentos para organizar, não se esqueça de separar um espaço para guardar suas cartas, desenhos, bilhetinhos dos filhos… tudo aquilo que é importante e especial pra você. Aí, quando bater saudade, fica fácil recuperar esses papéis e reviver bons momentos.

    foto 3

    4. Deixe os convites futuros à vista
    Pra não correr o risco de perder nenhum compromisso, crie um espaço de fácil visibilidade na sua casa para guardar convites, listas de compras, e-mails importantes… Melhor ainda se você guardar esses papéis próximos de um calendário, assim consegue organizar sua agenda e não corre o risco de marcar dois compromissos no mesmo dia. Depois que a data passar, basta arquivar os papéis em outras pastas já existentes. Viu como é fácil?

    (Foto: simplyfabulousliving.com)

    (Foto: simplyfabulousliving.com)

    5. Monte um sistema de triagem inteligente
    Sabe aqueles dias corridos em que você não tem tempo de organizar os papéis novos que acabaram de chegar pelo correio? Coloque-os numa estação de triagem com categorias como: ler, arquivar, resolver o quanto antes. Isso vai te ajudar a deixar seu sistema de organização mais fácil, além de economizar tempo.

    (Foto: thedecorfix.com /organizinghomelife.com)

    (Foto: thedecorfix.com / organizinghomelife.com)

    6. Organize suas contas em três diferentes níveis
    Primeiro, coloque as contas novas no processo de triagem. Na hora de organizá-las, divida as contas numa pasta sanfonada separadas pelos meses de cobrança. No final do ano, arquive-as numa pasta “definitiva” por aproximadamente cinco anos, até estar liberada para jogar os documentos fora.

    foto 7

    7. Elimine o máximo que puder
    Recibos de lojas, comprovante de cartão, contas antigas já pagas… tudo o que você tiver certeza que pode ir para o lixo, jogue sem dó. Quanto mais espaço livre você tiver para arquivar os papéis que contas que ainda vão chegar (acredite, eles virão!), melhor.foto 8Viu como é simples? Que tal usar esse domingo para colocar essas dicas em prática e organizar tudo direitinho, hein?

    Bjs,
    Fabi Scaranzi

    *Fonte: bbel.uol.com.br

    0 466

    Com mapas em tempo real o Securis te alerta quando estiver em uma região perigosa e ainda tem botão “pânico” se precisar avisar a polícia


    couple-consultant-portugal

    Já ouviu falar no Securis? Lançado por um grupo de portugueses, o aplicativo tem como principal objetivo proteger ou alertar seus usuários quando ele estiver em perigo em qualquer lugar do mundo. Como turistas, vira e mexe a gente corre o risco de circular por áreas consideradas “perigosas”, mesmo sem saber, né?

    Foi pensando nisso que Pedro Costa, Tiago Simões e Luís Zenha-Rela tiveram a ideia de desenvolver um guia virtual que qualquer usuário com Android pudesse baixar. A ideia foi tão boa que o “Turismo do Centro” – órgão do governo português voltado especificamente à divulgação dessa região – decidiu dar ao aplicativo o prêmio principal que parabeniza anualmente as iniciativas inovadores e eficazes quando o assunto é turismo.

    E o prêmio é mais do que merecido! Com esse programa, se o turista estiver circulando por uma área não muito aconselhável quando o assunto é segurança, o telefone começa a vibrar para alertar que ele está entrando em uma região perigosa. Muito bacana!

    Para ter essa precisão, o app Securis usa mapas em tempo real e conta com a ajuda do GPS para que assim possa ser usado por qualquer pessoa, onde quer que seja o lugar que ela está visitando.

    O aplicativo ainda conta com imagens divididas em áreas que ajudam o usuário a frequentar lugares mais seguros –  uma vez que as áreas do entorno têm notificações de segurança – e permite que o turista, apenas tocando o botão “pânico”, acione a polícia e informe que se encontra em uma situação de risco, sendo facilmente localizado pelas coordenadas do GPS.

    Muito legal a novidade, né? Dessa forma, o Securis deixa a nossa viagem ainda mais segura e nos permite curtir todos os momentos das nossas férias em medo.

    Eu vou já baixar o aplicativo!! E você, gostou da indicação?

    Bjs,
    Fabi Scaranzi

    0 1191

    Para dar vida a uma policial na nova novela da Globo, a atriz Paolla Oliveira conta que treina luta e musculação até cinco horas por dia!


    paola 9

    (Foto: Divulgação/Rede Globo)

    Para viver uma policial e lutadora de MMA na nova novela das 21h da Globo, A Força do Querer, a atriz Paolla Oliveira precisou não apenas fazer laboratórios no Batalhão de Ações com Cães para dar vida à personagem Jeiza, como também treinar (e muito!) na academia!

    O segredo para secar e definir o corpo está nas cinco horas por dia de treino pesado que varia entre luta e outros exercícios. A dedicação de Paolla Oliveira para arrasar no papel de Jeiza é tanta que a atriz até mandou um centro de treinamento em casa e há seis meses tem feito aulas particulares de MMA com a campeã brasileira Érica Paes. O empenho é tanto que ela não descansa nem aos fins de semana e feriados, acredita? E hoje exibe vários hematomas pelo corpo por causa das aulas.

    paola 1

    O MMA é uma das paixões da personagem Jeiza (Foto: Divulgação/Rede Globo)

    Paolla com seu personal trainer durante treino em casa (Foto: Reprodução/Instagram)

    Paolla com seu personal trainer durante treino em casa (Foto: Reprodução/Instagram)

    Em entrevista à Revista Estilo, Paolla contou que continua com o treinamento que sempre fez com seu personal trainer, uma mistura de aeróbico e funcional (com cordas e elásticos) com musculação. A novidade é que agora ela acrescentou também a prática de alguns movimentos de MMA, que exigem muita força, principalmente nas regiões do abdômen e braços. “Essa mistura aumenta o esforço e faz com que a gente trabalhe dobrado”, contou.

    paola 7

    Paolla no papel da lutadora Jeisa (Foto: Divulgação/Rede Globo)

    E as mudanças não param por aí! Para secar o corpo, a alimentação de Paolla Oliveira também sofreu mudanças. Além de não tomar refrigerantes, a atriz decidiu não apenas pela personagem, mas por filosofia de vista, cortar a carne vermelha das refeições. Já quando o assunto são os doces, resistir fica mais difícil. “Se eu vejo alguma coisa com uma aparência deliciosa, já sei que é um sinal de que não posso comer muito daquilo. Adoro um doce, mas agora me controlo muito mais. Como uma vez ou outra, sabendo que não posso exagerar”.

    Como a maioria de nós, Paolla Oliveira não abre mão do chocolate, principalmente quando está na TPM. Ela confessou que, nesses dias, coloca uma barra na bolsa e come pelo menos um quadradinho quando precisa matar a vontade. E está certíssima!

    paola 6

    (Foto: Bruno Reyfer/Divulgação)

    E quando o assunto é a beleza da pele e cabelos, será que Paolla tem algum segredo especial? Na entrevista ela garante que segue uma rotina simples. “O meu ritual de beleza é ir periodicamente à minha dermatologista, Juliana Neiva, e seguir o que ela sugere. Faço limpeza de pele e tratamentos preventivos porque uso muita maquiagem e preciso proteger o meu rosto de possíveis danos.

    No mais, a atriz procura estar sempre com a pele limpa e nunca sai de casa sem antes passar filtro solar. Na área dos olhos, ela passa camadas generosas de um creme específico para a região e, à noite, usa produtos manipulados para hidratar a pele.

    paola 12

    (Fotos: Estevam Avellar/Rede Globo // Wallace Barbosa/AGNews)

    Além do corpo perfeito e da pele saudável, Paolla Oliveira também tem um cabelo loiro de dar inveja. Como ela consegue? “Evito lavar os fios diariamente e gosto de deixá-los secar ao natural. Também não vivo sem shampoos que ajam no couro cabeludo. Às vezes, até passo máscaras mais potentes em casa. Mas prefiro mesmo ir ao salão e entregar meu cabelo nas mãos de um profissional”.

    paola 8

    (Foto: AGNews)

    Dicas anotadas? Lógico que a genética conta e muito, mas Paolla é um exemplo de que tomando os cuidados necessários com a pele e cabelos e criando uma rotina de exercícios físicos e alimentação saudável dá, sim, para ficarmos ainda mais bonitas!

    Bjs,
    Fabi Scaranzi