Cuidados para evitar o câncer de pele neste verão

Como resistir à praia e piscina com a chegada do verão? Difícil, né? Mas todo cuidado é pouco na hora de evitar o câncer de pele e aproveitar a estação mais quente do ano

0 811

cancer-de-pele

Já ouviu falar em Dezembro Laranja? Todo ano a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) promove uma campanha contra o câncer de pele, onde vários serviços abrem suas portas para o atendimento gratuito à população. A doença, que se agrava com a chegada do verão – afinal, como resistir a uma tarde tomando sol a fim de conquistar aquela tão desejada marquinha de biquíni? – também pode estar diretamente relacionada a luz visível a que a gente se expõe todos os dias, como lâmpadas e tela de computador.

De acordo com a minha dermatologista, dra. Maria Bussade, todos os protetores que contém em sua fórmula componentes inorgânicos como dióxido de titânio, óxido de zinco e mais recentemente o óxido de ferro, oferecem não só proteção contra os raios UV, como também contra essa luz visível. “Eles são filtros físicos, ou seja, refletem a radiação. Seja ela ultravioleta ou de luz direta, como computadores e televisões”.

Qual a importância da proteção?
O verão pode até passar rápido, mas se você não tomar cuidado, ele é capaz de deixar marcas permanentes na sua pele. Você sabia que todo o sol que tomamos da infância até os 20 anos será responsável pelo aparecimento de carcinomas no futuro? Por isso, a dermatologista orienta que, além do filtro solar, é fundamental o consumo de antioxidantes naturais, como frutas cítricas ou através de vitaminas, como resveratrol, coenzima q10, vitamina C, vitamina E e licopenos, que ajudam ainda a dar um bronze mais duradouro. “O sol em excesso oxida, ou seja, produz muito radical livre, por isso a necessidade de repor os antioxidantes no organismo”, explica.

Toda forma de proteção é bem-vinda
Filtro-solar é imprescindível, mas existem alguns outros cuidados que você pode tomar para se blindar contra o câncer de pele:

-Usar óculos escuros
– Chapéus
– Roupas leves e roupas com fator de proteção solar
– Protetor solar
– Barracas
– Procurar lugares com sombras como embaixo de árvores
– Reaplicar o filtro solar a cada três horas

Você merece o bronzeado perfeito
Qual é a graça de passar pelo verão se você não ficar nem um pouco coradinha? Uma alternativa para conquistar aquela aparência saudável de quem passou dias na praia é apostar nos bronzeamentos a jato. A aplicação de sustâncias reage com a queratina da pele, dando a ela a cor do bronzeado. “Outra alternativa também é a ingestão de suplementos à base de licopenos e carotenos. Além de dar um ar de verão à pele, eles ajudam a proteger contra a radiação solar”, lembra a dermatologista. Bases autobronzeadoras podem ser também uma alternativa para quem busca o bronze perfeito, mas infelizmente o resultado não dura muito, além de deixar a pele um pouco ressecada.

Cuidado com as crianças
Como é difícil manter os pequenos embaixo do guarda-sol, né? Mais difícil ainda é convencê-los a passar o filtro solar de hora em hora, principalmente depois de sair do mar ou piscina. O desafio de educar as crianças quanto a importância de se proteger do sol parece impossível, mas com o tempo a aplicação do filtro se tornará um hábito. Aqui vão algumas dicas para manter seus filhos sempre saudáveis no verão:

– Aplique filtro solar com FPS 30 ou mais em todo o corpo dos pequenos
– Proteja as crianças com chapéus e roupas de borracha, como aquelas de surf e mergulho, principalmente se eles adoram passar horas dentro do mar
– Evite exposição direta ao sol entre 10h e 16h, quando a radiação solar é mais intensa

cancer de pele

Novidades para quem quer se manter protegida
A dermatologista Maria Bussade lembra que os filtros para luz visível (aquelas que enxergamos a olho nu, como o sol e a tela do computador) e vermelha é o que se tem de mais moderno em tecnologia quando o assunto é proteção solar. “O infravermelho da tela do computador, por exemplo, pode desencadear ou piorar doenças de pele, além provocar o surgimento de manchas escuras no rosto já que atinge profundamente a pele e interfere diretamente no colágeno”, diz. Apesar de eficazes, os filtros solares com proteção de amplo espectro trazem consequências, como o envelhecimento precoce da pele.

A importância da visita periódica
Recomenda-se uma visita de rotina ao dermatologista anualmente para checar o aparecimento de manchas e pintas. Entretanto, caso a pessoa tenha um histórico de manchas que necessitam de biopsia, ou possua casos de câncer de pele na família, essas visitas devem ser realizadas a cada seis meses. “Apenas alguns tipos de câncer de pele têm origem hereditária. A maioria está relacionado com a exposição solar crônica ou queimaduras que a pessoa teve durante toda a vida”, explica a dra.
Atenção redobrada caso você note alguma pinta que cresça, mude de cor, sangre, coce ou vire uma verruga que não cicatrize. Qualquer mudança ou reação brusca deve ser avaliada imediatamente por um especialista a fim de evitar o desenvolvimento do câncer de pele o quanto antes.

Agora que a gente tem todas as informações é só se cuidar e cuidar de quem tá perto da gente, né?

Bjs,
Fabi

*Imagens: Pinterest