Experimente trocar hotel por apartamento no exterior

0 826

Se você é do tipo que não gosta de fazer viagens corridas daquelas em que você conhece as capitais europeias em dez ou doze dias, embarcando de lá pra cá e tendo no máximo um dia para conhecer, de fato, cada cidade que visita, a proposta de trocar sua estadia num hotel por um apartamento de temporada no destino escolhido pode ser uma boa pedida.

montmartre

Montmartre, Paris, França

Imagine que você quer passar uma semana ou dez dias em Paris, por exemplo, para conhecer mais a fundo a cidade, os museus, a vida noturna, os restaurantes típicos, assistir a um show ou a uma peça… Você abre mão dos serviços 24 horas de um hotel, mas pode ficar até melhor acomodado, numa região mais interessante da cidade Luz e o que vai economizar com a troca pode ser melhor gasto em passeios e na descoberta de lugarzinhos pitorescos que fogem ao lugar comum do turismo de roteiros apertados.

Apartamento em Paris, em Montmartre de €380 a €695 por semana, conforme temporada

Apartamento em Montmartre de €380 a €695 por semana, conforme temporada

Alguns viajantes profissionais que entendem do assunto e experts em acomodações e destinos como Ricardo Freire, escritor e idealizador do site Viaje na Viagem e Eduardo Marubayashi, editor do portal viajeaqui, já experimentaram e recomendam. O Eduardo aliás descobriu esta possibilidade meio por acaso numa viagem que fez a Paris na correria e não achou vaga num hotel próximo aos locais onde ia, por não ter feito reserva antecipada. Ouviu de um amigo a referência de um pequeno apartamento charmoso que alugou quando esteve lá e ele resolveu encarar. Não se arrependeu nem um pouco, adorou a experiência e ainda relatou outras vantagens:

Apartamento em Berlim

Apartamento em Berlim, £26 por dia

– Localização: são vários endereços, com vasta oferta em bairros centrais, como a Ilê-de-St.-Louis, Marais e St.-Germain;
– Preços: vale a pena para períodos superiores a uma semana. Há boas ofertas até para a alta estação;
– Estrutura: quase todos os apartamentos oferecem TV, internet, cozinha completa (incluindo até máquinas de expresso), máquina de lavar roupa, tábua de passar, etc. Toda a estrutura de cada imóvel é listada nos sites das agências;
– Dá uma gostosa sensação de estar morando na cidade: você faz seu próprio café-da-manhã (ou vai até o café mais próximo, experimentar pães deliciosos e um café bem tirado) e fica em um ambiente menos pasteurizado;
– Há um apartamento para cada estilo: de um loft simplezinho a apês enooormes em bairros bem chiques e decorados com muito bom gosto;
– Recomendado para famílias, grupos de amigos, casais com orçamento controlado e estadias de médio a longo prazos.

http://www.nyhabitat.com (photo NY-11966D70)

Apartamento no East Village, Nova York – US$898 por semana

Ricardo Freire teve a mesma experiência agradável em Lisboa, Madri, Barcelona, Roma, Paris, Amsterdã, Berlim, Londres e Nova York. Outro entusiasta da idéia, principalmente quande se viaja em família, o que significaria mais de um quarto no hotel.
“No lugar dos corredores intermináveis de um hotelão tipo Ibis ou do quarto acanhado de um pequeno duas-estrelas, eu tinha sala de estar, cozinha completa – e um molho de chaves. Fugir do hotel para o apartamento de temporada não é para todo mundo, nem para todo tipo de viagem. Mas se você pretende permanecer pelo menos cinco dias numa cidade e quer rechear sua rotina de turista com algumas experiências que só os moradores vivem, então o aluguel de apartamento pode mudar o seu jeito de viajar”, conta Ricardo.

Apartamento em Amsterdã

Apartamento em Amsterdã, para 4 pessoas 133 euros por noite

Segundo ele, alugar apartamento é a nossa vingança contra o downgrade de hospedagem a que temos sido forçados pela desvalorização do real e pela escalada de preços das diárias dos hotéis. Nos últimos dez anos, enquanto o preço das passagens aéreas internacionais permaneceu estável em dólar, os hotéis dobraram ou triplicaram de preço, tornando-se o item mais caro de uma viagem internacional. Entretanto, a mesma bolha imobiliária que fez explodir as diárias dos hotéis também acabou fazendo surgir um enorme mercado de apartamentos para curtíssima locação. Graças à evolução da internet, apartamentos para alugar no mundo inteiro estão a alguns cliques das suas próximas férias.

RENTAL-IMAGE-KEYS

Em geral o pacote mínimo gira em torno de 800 a 1000 euros, segundo ambos, menos do que você gastaria num hotel 4 estrelas consistente. Ficou com vontade? É claro que dá um certo trabalho.
Procurar apartamento de temporada no exterior não é muito diferente de procurar um apartamento na sua cidade. É preciso paciência para vasculhar diversas imobiliárias; a diferença é que elas estão na internet, e apresentam suas ofertas em inglês. Os recursos de busca variam de site para site – mas todos mostram fotos e informam localização e preço. Escolhido o apartamento, você preenche um formulário para confirmar a disponibilidade nas datas que deseja.

Para fechar negócio, é exigido um depósito – entre 30 e 40% do total. A maioria das agências aceita cartão de crédito. Algumas poucas, porém, só operam com PayPal, um sistema de transferência de fundos por cartão de crédito muito usado em sites com o eBay; se este for o caso, você vai precisar abrir uma conta no site PayPal.com.
O depósito normalmente corresponde à taxa da imobiliária. Assim que o pagamento é feito, a agência notifica o proprietário, que então entra em contato, por email, para combinar os detalhes da sua chegada. O saldo deve ser pago em dinheiro vivo, na entrega das chaves. Dependendo do contrato, deixa-se também uma caução, que é devolvida na sua saída.

Casa para Alugar em Sevilha

Casa para alugar em Sevilha, Espanha

Maurício faz algumas ressalvas para os que esperam demais do apartamento contratado apesar de ele ter recebido o dele nas exatas condições prometidas:
-Apesar do primeiro contato e alguns acertos poderem ser feitos em português no agendamento e pré-embarque, quase sempre o atendimento no local é feito em inglês ou francês. Uma pessoa encontrará com o hóspede em uma hora marcada, entregará o contrato e as chaves, apresentará o imóvel e até poderá dar dicas de restaurantes, supermercados e transportes na região, mas tudo muito básico. Se você não fala nenhum desses idiomas, esqueça;
– As agências prometem um certo nível de hospedagem e equipamentos, mas surpresas podem acontecer. Definitivamente não estamos falando de uma rede de hotéis com padronizações;
– Como são imóveis comuns, nem todos têm elevador ou equipamentos para turistas com necessidades de acessibilidade. É bom checar antes com seu agente.

aptorental

Casas para alugar em Puerto Penasco (México) com 3 quartos em frente ao mar por 137 dólares a diária

Ricardo, também, apesar de satisfeito com as experiências que teve, alerta: “Não dá para garantir 100% de segurança, porque é impossível pôr a mão no fogo por tantos proprietários avulsos. De todo modo, conduzir o processo por uma imobiliária sempre é menos arriscado do que tratar direto com o dono. Trocar vários e-mails antes de chegar – perguntando detalhes, pedindo dicas – ajuda a assegurar que o seu apartamento existe e estará disponível na data combinada.”
Você pode começar sua busca pelo Google digitando: “vacation rentals” mais o nome do destino desejado. Vai encontrar um pouco de tudo. Então, para filtrar um pouco o seu trabalho vão aí os links indicados por nossos amigos viajantes:

Mundo inteiro: VRBO, Perfect Places, VacationHomeRentals
Portugal e Espanha: Friendly Rentals, Rent4Days, Traveling to Lisbon
Paris: RentParis, MonParis, ParisAttitude, NYHabitat/ParisGuest Apartment Services Private Homes
Nova York, Londres e Paris: NYHabitat, AlugueldetemporadaemNovaIorque.com
Berlim: All Berlin Apartments
Amsterdã: StayAmsterdam
Buenos Aires: BytArgentina, ApartmentsBA, HomesBA

Boa sorte na escolha e, se curtir, como eles, ou não, compartilhe com a gente.

bj pra vcs

Fabi Scaranzi