Menu
 2221
Baixe agora meu e-book: 10 erros mais comuns ao falar em público
O dinheiro está atrapalhando o seu relacionamento?
Sabia que uma das principais causas de divórcio no mundo todo é o dinheiro? Confira quais hábitos financeiros podem colocar seu casamento em risco e como blindar a relação

dinheiro - relacao x dinheiro foto de destaque

(Imagem: Shutterstock)

Antes de começar a ler essa matéria, pare e pense na pergunta que fiz acima: “O dinheiro está atrapalhando o seu relacionamento?” Se a resposta for “sim”, acredite, você não está sozinha. Pesquisas recentes comprovaram que o dinheiro é a segunda maior causa de divorcio no mundo todo, ficando atrás apenas de traição.

A verdade é que essa realidade pode ser bem diferente. Se você e o seu parceiro administrarem bem suas finanças, o dinheiro pode não só trazer sensação de paz e segurança, como também garantir muitas felicidades. Pensando nisso, separei uma lista de hábitos financeiros ruins que vocês dois podem estar cometendo e o que fazer para blindar seu casamento desse tipo de problema. Anote aí!

Vocês escondem dinheiro um do outro
Na maioria dos relacionamentos, existe aquele que gasta e aquele que poupa. Muitas vezes, quem tem o hábito de economizar, também tem o hábito de esconder uma quantia e guardar numa “poupança secreta”, seja numa conta bancária diferente ou até mesmo no fundo de uma gaveta.

Apesar da boa intenção, é preciso tem em mente que relacionamentos são construídos na base da confiança. Ao esconder dinheiro do parceiro, você demonstra que não confia no outro e na sua capacidade de comprometimento. Resultado? Briga e frustração na certa!

O que fazer? Se você vê a necessidade de esconder dinheiro do parceiro, é porque a comunicação entre vocês não está rolando com clareza e sinceridade. Que tal combinarem juntos uma quantia fixa para depositarem numa conta poupança, que só deverá ser mexida em caso de emergência? Explique que esse dinheiro é de vocês dois e que qualquer retirada só poderá ser feita com o consentimento de ambos.

Vocês escondem dívidas um do outro
No lado oposto do exemplo acima, está a questão da dívida. Você tem um cartão de crédito que seu parceiro desconhece? Ou parcelou uma compra e agora está com dificuldade para pagar? Não importa qual seja o motivo pelo qual você decidiu esconder suas dívidas do parceiro, esse segredo também gera uma quebra na confiança. Seja por vergonha ou medo, ao esconder problemas financeiros um do outro, vocês criam barreiras na comunicação e não demoram até se distanciarem.

O que fazer? A culpa, a vergonha e a decepção são os motivos mais comuns na hora de esconder uma dívida. Mas, não tem jeito, é preciso ser madura e enfrentar o problema imediatamente. Ao dividir com o outro seus débitos, você abre caminho para que uma nova cabeça pense em soluções diferentes para quita-las o mais rapidamente possível. Quando vocês trabalham em conjunto, a solução vem muito mais rápido. Pode acreditar!

dinheiro - relacao x dinheiro foto de dentro

(Imagem: Shutterstock)

Um de vocês adora economizar… em tudo… o tempo todo!!
Aquele provérbio de que dinheiro não aceita desaforo é verdade, mas, como tudo na vida, até nossos gastos exigem um equilíbrio. Se você, por exemplo, é daquelas que gosta de economizar em absolutamente tudo, não vai demorar até que a sua relação sofra algumas consequências negativas. Quer alguns exemplos? Além de fazer o outro se sentir culpado por comprar qualquer coisa para si mesmo, ele também vai se sentir desvalorizado se cada vez que ele sugerir sair pra jantar, você disser que prefere pedir uma pizza barata, ou se ao invés de fazer uma viagem para comemorarem o aniversário de casamento, você sugerir um filme em casa.

O que fazer? É verdade que esses passeios exigem um gasto maior, mas vale lembrar que eles não acontecem o tempo todo e têm o poder de tirar a relação do modo automático. Quando você se torna muito rigorosa com seu dinheiro, você deixa o outro desconfortável, inclusive para te mimar de vez em quando. Lembra quando eu sugeri uma conta poupança para emergências? Que tal criar um outro fundo para depositar mensalmente uma quantia predeterminada que deve ser gasta com o que vocês quiserem sem se sentirem culpados? Mas, atenção: esses gastos também precisam ser combinados, ok?

Um de vocês adora gastar… em tudo… o tempo todo!!
E mais uma vez, o outro lado da moeda! Agora é a hora de analisarmos a situação contrária. Se você e seu parceiro têm um orçamento, é a responsabilidade dos dois seguirem as contas direitinho. Você deve ser justa e ter expectativas claras sobre o dinheiro e o que ele pode gerar pra vocês a curto e longo prazo. A ideia é comprar um apartamento, fazer uma viagem ou trocar de carro? Então talvez agora não seja o momento mais oportuno para aproveitar as liquidações do shopping, certo?

O que fazer? Façam uma lista de todas as metas que você querem realizar e que exigem dinheiro, sejam elas em conjunto ou separados. Depois, criem uma planilha de gastos mensais e anotem tudo: o valor do condomínio, das contas de luz, internet, tv a cabo, as compras de supermercado, a mensalidade da academia, os cafés no meio da tarde… Por fim, decidam juntos o que pode ser cortado ou reduzido. A ideia não é tirar a liberdade um do outro, mas trabalharem em conjunto para um bem maior, explicando principalmente para aquele que tem o hábito de gastar mais, que, numa relação, alguns esforços são necessários se a ideia é se desenvolverem como casal.

Bjs,
Fabi Scaranzi


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação