O que dizer no grupo do trabalho no Whatsapp

Para não perder uma reunião importante ou avisar que estamos presas no trânsito e vamos chegar atrasadas no trabalho, estamos usando o Whatsapp – e o que mais for possível! – para se comunicar com os colegas do escritório. Mas será que qualquer tipo de mensagem está liberada no mundo corporativo?

0 6936
    (Imagem: Getty Image)

    (Imagem: Getty Image)

    Desligar o celular longe do trabalho está fora de questão, afinal, nunca se sabe quando seu chefe vai precisar marcar uma reunião em cima da hora. Por isso, é cada vez mais comum a criação de grupos do trabalho no Whatsapp. O problema é: o que dizer e o que evitar em um grupo onde seu chefe está presente? Posso abreviar palavras? E mandar piadinhas? Emojis estão liberados? Difícil, né? Mas aqui você descobre o que é permitido escrever e o que é melhor falar pessoalmente para os colegas antes de clicar em “enviar”.

    Melhor pensar no plano B
    Existem aqueles assuntos que só cabem a você e a seu supervisor e que se chegarem aos ouvidos dos colegas, podem render comentários desagradáveis. Por exemplo, você se esforçou o mês inteiro e entregou seus relatórios no prazo, por que não pedir ao seu chefe para sair mais cedo na véspera do feriado? O pedido, porém, exige uma postura e tom de voz apropriados e esses detalhinhos nem sempre conseguem ser transmitidos através de um SMS. Mandar uma carinha feliz e um emoji de praia e sol podem ser mal interpretados e as suas chances de curtir a praia na sexta-feira, adiadas. Por isso, avalie se o assunto em questão não merece uma caminhada até a mesa do seu superior, ou, se você trabalhar em home office, uma ligação.

    Nesse caso, só pessoalmente
    Nunca, nunca mesmo, peça um aumento ou anuncie uma demissão por mensagens no Whatsapp ou e-mail. Esse tipo de assunto, assim como uma queixa sobre um colega ou a necessidade de um feedback sobre a sua apresentação, abre margem para uma série de discussões e você não quer ser mal compreendida, quer? Aliás, se a mensagem não clara o bastante, você corre o risco de não receber uma carta de recomendação se decidir, de fato, partir em busca do próximo emprego.

    Whatsapp e e-mails. Aliados ou vilões?
    Mensagens escritas, sejam elas em forma de e-mail ou SMS, acabam se tornando documentos que podem, no futuro, serem usados contra ou a favor do seu perfil profissional. Se você se comprometer a entregar um relatório antes do fim do expediente, seu chefe terá registrado a data e horário previstos para receber o material. Caso você se atrase ou tenha que cancelar o projeto, lembre-se que tudo o que foi acordado anteriormente está gravado nas conversas em grupo e você terá que apresentar bons motivos para se justificar.

    Sinal verde para enviar
    Você está liberada para mandar algumas mensagens, se estas forem extremamente profissionais:

    – Mensagens curtas avisando que vai se atrasar
    – Confirmar questões já combinadas como a data e o horário de uma reunião
    – Pedir o posicionamento da entrega de um relatório ou produto
    – Verificar o andamento de um projeto
    – Enviar questionários ou confirmar dados e prazos

    (Imagem: Getty Image)

    (Imagem: Getty Image)

    A questão é: como falar?
    De acordo com Adriana Prates, diretora da Dasein Executive Search, para não pecar no excesso ou no conteúdo das suas mensagens no grupo do trabalho, o melhor é usar sempre a lei 70, 20, 10. “70% dos assuntos precisam ser profissionais; 20% institucionais, com temas relevantes ao negócio da empresa, links construtivos e instrutivos. Os outros 10% podem ser usados em assuntos leves, informais e divertidos, mas jamais sobre temas polêmicos, como politica, futebol e religião”. Preste atenção também nessas outras dicas:

    – Abrevie palavras somente em último caso. Isso pode confundir e atrapalhar a comunicação. O melhor é sempre ler, reler e mais só mais uma vez um e-mail ou mensagem antes de enviar, só para garantir que nenhuma frase será mal compreendida e que tudo o que precisa ser dito foi, de fato, escrito.

    – Quanto mais objetiva, melhor. Considere seus colegas de trabalho e principalmente seu chefe pessoas ocupadas. Nesse caso, muitas vezes eles só lerão a notificação que receberam na tela do celular. Se você se prolongar demais e deixar a informação mais importante para o final, corre o risco de ela passar despercebida e aquele recado importante não ser recebido em tempo hábil. Adriana lembra ainda da importância de só mandar mensagens quando elas podem extremamente necessárias. “Diferentemente dos pessoais que você precisa marcar presença, os grupos profissionais tem o objetivo apenas de tornar a comunicação mais ágil, dinâmica e eficiente”, portanto, nada de excessos!

    – Nada de ficar usando jargões específicos da sua área. Lembre-se que em um mesmo grupo podem haver pessoas de outros departamentos. A mensagem deve ser bem recebida por todos.

    – O uso dos emojis é tão arriscado que é quase impossível não preferir bani-los totalmente. Eles dão um ar despretensioso à sua mensagem e no ambiente corporativo é fundamental que você seja levada a sério. Por isso, a não ser que seja para desejar feliz aniversário para um dos seus colegas, ou mandar uma mensagem de feliz Natal e Ano Novo para todo o grupo, o melhor é sempre se manter afastada das tão famosas carinhas felizes, assim como o uso exagerado das exclamações.

    Bjs,
    Fabi Scaranzi