Passaporte brasileiro de cara e regras novas

Além das mudanças no visual, o novo passaporte apresenta um prazo de validade maior e uma nova certificação digital para aumentar a segurança e agilidade nos controles de migração

0 1664

novo-passaporte

No dia 10 de julho a Casa da Moeda e a Polícia Federal apresentaram um novo modelo do passaporte comum brasileiro. Com as mudanças, vieram algumas vantagens: a validade, que antes era de cinco anos, passou a ser de dez anos e alguns itens de segurança também foram acrescentados. Para melhorar a agilidade nos controles migratórios e dar ainda mais segurança aos turistas brasileiros, o governo Federal incluiu no novo passaporte uma certificação digital. Isso ajuda na segurança e na verificação de autenticidade dos passageiros. Além disso, alterações menores também foram realizadas, como a presença do padrão de criptografia de curvas elípticas para assinatura digital e mudanças na imagem visível fluorescente.

Outra novidade é que os passaportes terão uma autorização automática para que menores de idade possam viajar desacompanhados ou apenas com um dos pais. Os nomes dos pais da criança continuam aparecendo no passaporte do menor, dispensando assim a apresentação da Certidão de Nascimento na hora do embarque. Essa autorização impressa no passaporte substitui os documentos emitidos hoje no Juizado de Menores e cartório, mas é opcional. Caso queiram, os pais podem manter a autorização tradicional a cada embarque para outro país.

O visual do passaporte também mudou bastante. Ele ainda continua azul, mas sua capa ganhou cinco estrelas, representando a constelação do Cruzeiro do Sul, com a inscrição “Passaporte Mercosul” em amarelo. Infelizmente, tais alterações tornaram a emissão do passaporte ainda mais caro. O valor passou de R$ 157,05 para R$ 257,25.
Quem possui o passaporte antigo com o prazo de validade ainda dentro do prazo, pode continuar usando o modelo antigo até que a data seja expirada.

Para agendar seu novo passaporte, acesse: www.dpf.gov.br