Menu
 1947
Baixe agora meu e-book: 10 erros mais comuns ao falar em público
Psiquiatra de Harvard ensina 7 habilidades pra você melhorar seus relacionamentos no trabalho e na vida
Uma pesquisa sobre empatia, liderada por uma especialista de Harvard, revelou o que CEOs bem-sucedidos do mundo todo têm em comum: todos eles brilham nos relacionamentos interpessoais

Caring friend. Nice sympathetic pleasant woman sitting near her friend and holding a cup of tea while trying to calm her down

(Imagem: Shutterstock)

Se você procurar no dicionário, vai descobrir que “empatia” é a capacidade de entender como a outra pessoa se sente. Indo mais além, uma nova pesquisa de Harvard, intitulada “The Empathy Effect” (“O Efeito Empatia”, em tradução literal), descobriu que a empatia é um traço da nossa personalidade que pode ser ensinado e desenvolvido. Quer mais? Especialmente no ambiente de trabalho, a empatia nos ajuda a sermos empreendedoras e líderes muito mais bem-sucedidas.

A autora da pesquisa, a americana Helen Riess, desenvolveu um treinamento voltado para a empatia baseado em sua pesquisa em neurobiologia. Apesar de seus estudos serem feitos com profissionais de saúde, os traços de empatia identificados podem ser usados para estabelecer conexões mais forte entre você e seus funcionários, clientes ou colegas de trabalho, independentemente da sua área de atuação.

Ficou curiosa? Confira quais são as sete habilidades que você precisa adotar já para desenvolver sua empatia no trabalho e na vida.

1. Contato visual

Nas sociedades ocidentais é comum dizer que “os olhos são a janela da alma”. Pensando nisso, a pesquisadora recomenda que você faça reuniões cara a cara o máximo possível. O motivo? “Isso vai ajudar você a captar nuances não verbais que a voz de uma pessoa não transmite”. Além disso, ao conhecer uma pessoa pela primeira vez, procure manter contato visual até conseguir notar a cor dos olhos dela. Isso vai garantir que você se mantenha focada tempo o suficiente para captar a mensagem recebida.

2. Expressão facial

Nosso cérebro é treinado para imitar as expressões faciais que recebemos. Quando alguém sorri pra gente, é natural sorrirmos de volta. A resposta é automática. Ao prestarmos atenção na expressão facial do outro, conseguimos identificar se a mensagem é verdadeira, maliciosa… Pontos importantes para um bom relacionamento.

3. Postura

Cuidado com a forma com que você se comporta diante de um cliente, chefe ou colegas de trabalho. Mantenha as costas retas, peito aberto e não cruze os braços. Essa postura transmite respeito, autoridade e confiança, especialmente se você se inclinar para frente ou se sentar no mesmo nível dos olhos da outra pessoa.

bem-estar - empatia foto de dentro

(Imagem: Shutterstock)

4. Afeto

Na ciência, o afeto está diretamente ligado a emoção. A pesquisa de Harvard garante que é superimportante prestar atenção ao estado emocional da outra pessoa. Ela está triste, irritada, confusa, afobada? Sem essa percepção serão poucas as chances de se comunicar de maneira clara e eficaz. Em seguida, construa um diálogo a fim de equilibrar as emoções do outro, seja através de palavras mais amenas ou até de contatos físicos mais diretos, como um abraço ou toques sutis nos braços e ombros.

5. Tom de voz

De acordo com a especialista, nosso tom de voz leva uma camada extra de emoção a mensagem passada, atribuindo significado a cada palavra. Ou seja: a forma como você diz algo e o tom de voz que você usa ao passar essa mensagem pode afastar, aproximar ou gerar curiosidade ao ouvinte. Use essa habilidade com cuidado e não se esqueça: tons suaves resultam em melhores conversas e, consequentemente, em melhores resultados.

6. Atenção ao outro

Quando o assunto é empatia, ouvir significa prestar atenção ao outro, identificar suas emoções e responder com compaixão e sem julgamento. Está com as emoções à flor da pele? Recue e peça alguns minutos de pausa. Não interrompa, escute a mensagem do outro até o fim e só articule seus argumentos quando finalmente for a sua vez de falar. Você vai ver que a conversa vai fluir muito melhor e a relação será muito mais saudável se você seguir essas regras.

7. Resposta emocional

Emoções são contagiosas e muitas vezes não percebemos o estado emocional que passamos ao outro. Segundo a pesquisa, através de redes neurais compartilhadas, nossos sentimentos podem transmitir informações importantes sobre como estamos recebendo determinada mensagem. Está com raiva ou insegura? Essas emoções deixam uma impressão nos outros, afetando a qualidade da sua comunicação. Na hora de praticar a empatia, preste atenção em como você se sente e qual está sendo a sua resposta emocional, afinal essa será a forma como as pessoas ao seu redor também se sentirão.

Dicas anotadas?

Bjs,
Fabi Scaranzi


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação