Fechar
Menu
 806
Setembro Amarelo: saiba mais sobre essa campanha de combate ao suicídio!
A campanha Setembro Amarelo visa conscientizar a população brasileira durante todo esse mês sobre a importância da prevenção do suicídio e debates sobre o tema

10

Já ouviu falar sobre a o “Setembro Amarelo”? Assim como o “Outubro Rosa” – campanha que visa alertar as mulheres sobre a importância do autoexame e prevenção contra o câncer de mama – e o “Novembro Azul”, campanha com mesmo fim, só que dessa vez ligadas ao homem e às incidências de câncer de próstata, o Setembro Amarelo tem a missão de divulgar, em todo o Brasil durante esse mês, sobre a necessidade da prevenção do suicídio.

Criada em 2014, durante todo o mês de setembro é a ideia é decorar e iluminar espaços público e privados de amarelo. E a escolha não é à toa! Dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, daí a iniciativa de promover eventos que abram espaço para debates sobre o tema e alertar a importância da sua discussão.

12004767_1679533075595713_721572172356075027_n

Pouca gente sabe, mas atualmente o suicídio é o considerado um problema grave de saúde pública e sua ocorrência tem crescido principalmente entre os jovens. Segundo números oficiais, 32 brasileiros cometem suicídio por dia. Alarmante, né? Para se ter uma noção, esse número é maior do que a de vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer. Viu só porque é tão importante trabalhar para que novos casos sejam prevenidos?

“[O suicídio] é um mal silencioso, pois as pessoas fogem do assunto e, por medo ou desconhecimento, não veem os sinais de que uma pessoa próxima está com ideias suicidas. A esperança é o fato de que, segundo a Organização Mundial da Saúde, nove em cada dez casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta“, explica o site oficial da campanha.

Entendendo a seriedade de uma doença como a depressão, dei aqui no site uma matéria completinha mostrando as causas, sintomas e tratamentos dessa doença. De acordo com Elton Yoji Kanomata, psiquiatra do Núcleo de Medicina Psicossomática e Psiquiatria do Hospital Israelita Albert Einstein, para as mulheres especificamente, é durante a fase pós-parto ou na perimenopausa que elas se encontram mais vulneráveis para apresentar quadros de depressão. “Durante essa fase, a mulher apresenta instabilidade de humor e comportamento, além de descreverem episódios depressivos”, ressalta.

setembro-amarelo

(Imagem: skodonnell/Thinkstock e Camilla Loureiro/MdeMulher)

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), vários sinais se fazem presentes quando a pessoa está com depressão. Fica atenta aos 10 sintomas mais comuns.

– Tristeza profunda sem motivo aparente
– Pessimismo em todas as áreas da vida
– Isolamento no trabalho, na família e os círculos sociais
– Baixa autoestima
– Dor muscular crônica
– Falta ou excesso de apetite
– Perda da libido ou diminuição do desejo sexual
– Sensação de culpa
– Distúrbio do sono e fadiga
– Dificuldade de raciocínio e concentração

O Setembro Amarelo conta com o apoio do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). Mundialmente, a Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (IASP) também participa da divulgação do projeto.

Viu só como é importante compartilharmos essas informações e ajudarmos a divulgar a campanha do Setembro Amarelo? Pequenas atitudes podem, sim, salvar uma vida.

Bjs,
Fabi Scaranzi 


FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
APP VIVO MULHER
Stay Connected
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site by Miss Lily

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação