Menu
 1661
Autônomas e freelancers: 3 cuidados para proteger suas negociações e pagamentos
Veja quais cuidados tomar para não deixar seu negócio próprio vulnerável a clientes e empresas mal-intencionadas

Fabiana Scaranzi

Abrir o próprio negócio ou trabalhar como freelancer inclui uma série de novos desafios, entre eles blindar a sua empresa ou serviço de possíveis golpes ou até atraso nas entregas de produtos e pagamentos.

Para garantir que seu negócio esteja sempre protegido e que você receba seus pagamentos ou materiais de produção em tempo e sem crise, separei uma série de dicas práticas pra você usar sempre. Dá uma olhada!

1. Aposte em plataformas seguras

O primeiro passo para quem quer se prevenir de possíveis golpes e calotes é exigir que metade do pagamento seja feito no momento da venda ou negociação e a outra metade na hora da entrega, assim você garante que uma parte do seu trabalho seja remunerado.

Outra dica bacana é usar sites como o PagSeguro para receber pagamentos online já que ele só libera a compra depois que o pagamento é efetuado. Dessa forma, você se previne de clientes mal-intencionados e ainda prevê o fluxo de caixa do seu negócio.

2. Exija um contrato a cada compra ou venda

Mesmo que o valor do serviço ou a quantidade de produtos seja pequena, não se esqueça de exigir ou criar um contrato que firme a negociação. Ele será seu principal instrumento de garantia do trabalho a ser entregue ou recebido.

Vale lembrar que, para quem acaba de embarcar no mundo do empreendedorismo e ainda não tem um faturamento significativo, os contratos ajudam a alcançar essas metas. Por isso, lembre-se de procurar uma assessoria jurídica ou até serviços de criação, gerenciamento e assinatura de contratos online com registro eletrônico na Receita Federal – que, além de confiáveis, não exigem gasto de dinheiro (nem tempo!) com cartórios.

3. Não tenha vergonha de negociar ou cobrar serviços e pagamentos atrasados

Antes de começar a oferecer seus serviços e produtos para empresas e clientes, estipule uma tabela fixa de valores, assim como uma data certa para entregas e pagamentos. Esses dados vão te ajudar (e muito!) no momento da negociação. E nada de ter vergonha de ligar ou mandar e-mails cobrando o serviço ou pagamento caso o prazo seja excedido, hein? Você fez a sua parte e tem todo direito de cobrar pelo o que foi combinado.

dinheiro freelancer e autonomas foto dentro da matéria

Levei um golpe e agora?

Aprenda o que fazer caso você não receba seu pagamento ou serviço negociado:

– Tente uma nova negociação com o cliente e, se necessário, procure meios judiciais para conseguir seu pagamento/serviço
– Só faça transações mediante nota fiscal para preservar a legalidade de imposto
– Avalie cada caso separadamente e acredite na honestidade das pessoas. Pergunte se algo aconteceu e quanto tempo ela precisa para entregar o que foi combinado, antes de partir para medidas mais drásticas
– Tenha uma reserva financeira para que eventuais perdas não prejudiquem seu fluxo de caixa e não impactem diretamente nos seus rendimentos
Viu como é possível blindar seu negócio ou serviço?

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Fonte: financasfemininas.com.br
*Imagens: Shutterstock


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação