Cirurgia íntima. Conheça os mitos e verdades sobre a labioplastia!

Labioplastia, ninfoplatia... o nome não importa! Conheça mais sobre a cirurgia íntima que tem se tornado queridinha entre as mulheres quando o assunto é estética!

5 6140

cirurgia-intima-labios-vaginais

É natural nós mulheres querermos nos sentir seguras no nosso próprio corpo, certo? Tem coisa melhor do que se sentir bonita e confiante, mesmo que pra isso você precise fazer um procedimento estético (e porque não, cirúrgico!), aqui e ali? E parece que as prioridades agora vão muito além do botox e silicone. Existe outro tratamento que vem sendo muito procurado nos consultórios médicos: a labioplastia!

Fiz uma pequena entrevista com a cirurgiã plástica de São Paulo, Luciana Pepino, para entender um pouco mais sobre essa cirurgia íntima – também conhecida como ninfoplastia – que tem como função deixar os lábios da vagina menores e mais delicados. Por isso, continue lendo essa matéria para entender o porquê a labioplastia tem se tornado um dos procedimentos mais queridos entre as mulheres quando o assunto é estética.

O que é Labioplastia?
É um tratamento cirúrgico que remove o excesso de pele dos pequenos lábios da vulva.

A quem a cirurgia é indicada?
Pacientes com pequenos lábios vaginais que ultrapassam o tamanho dos grandes lábios. Essa diferença de tamanho pode fazer com que algumas mulheres se sintam incomodadas esteticamente, ou apresentem desconforto durante a relação sexual.

Qual é a principal queixa feita pelas mulheres que optam por esse tipo de cirurgia?
Estética! As pacientes se sentem incomodadas frente ao parceiro ou até mesmo em trocar de roupa em academias perto de outras mulheres. Outro problema estético é o aumento do volume da parte inferior da vulva, que fica mais evidente ao usar roupas de ginástica e biquínis.

Revistas masculinas ou filmes eróticos podem ter uma influência negativa na escolha por essa cirurgia?
Acredito que não. A anatomia da vulva, com todas as suas variações, ainda é bem desconhecida pela maioria das mulheres. Então, acredito que o que mais faz com que a mulher busque pela cirurgia é realmente o desconforto de ver o tecido excedente na parte central da vulva.

As mulheres se tornam inseguras mesmo depois da cirurgia, com medo que o parceiro note que a região passou por um procedimento cirúrgico?
Nunca ouvi uma queixa desse tipo. Se a cirurgia for feita corretamente e realizada por profissionais competentes, fica praticamente impossível que o parceiro note diferença da anatomia natural.

Que tipo de anestesia é usada nesta cirurgia?
Local. Com sedação assistida por um anestesista. Essa anestesia evita a internação da paciente, que é liberada algumas horas depois do procedimento.

O pós-operatório é dolorido?
Não, pelo contrário, ele é bem tranquilo e praticamente sem dor. O que fica é apenas um leve inchaço na região.

Existe a possibilidade de perda de sensibilidade na região?
Nenhuma! Porém alguns limites devem ser respeitados, como a parte superior do clitóris.

A pessoa pode se sentar normalmente depois da cirurgia?
Sim, o movimento pode ser feito sem restrições. E as atividades habituais, retomadas em 2 dias.

Existem restrições no pós operatório dessa cirurgia?
– Não usar roupas justas e calças jeans apertadas por 30 dias
– Relações sexuais só estão liberadas um mês após a cirurgia
– Atividades físicas são permitidas depois de 15 dias do procedimento
– Mar e piscina devem ser evitados nos primeiros 15 a 21 dias

Quais cuidados devem ser tomados no pós-operatório?
As pacientes são orientadas e fazer gelo local, várias vezes ao dia, principalmente nos dois primeiros dias. O uso de protetores diários é recomendado também na primeira semana.

Existe a possibilidade de complicações durante essa cirurgia?
Os riscos são raros, mas os mais prováveis são: infecção, hematoma, abertura dos pontos ou cicatriz.

Qual é o prazo para uma recuperação completa?
Aproximadamente 30 dias, porém permanecendo um certo grau de inchaço, que varia entre as pacientes.

A diferença estética é visível ou o resultado parece natural?
As cicatrizes são imperceptíveis, o que dificulta a percepção de que a região passou por procedimento cirúrgico.

Bikini in action

Famosas também já encararam a cirurgia íntima
Nomes conhecidos como os da vice miss-bumbum, Andressa Urach e da modelo britânica, Katie Price já confirmaram ter passado por esse procedimento. No caso de Katie, a escolha pela redução dos pequenos lábios vaginais, foi além da estética: ela ajudou a diminuir a flacidez da área após o nascimento do seu terceiro filho.
A apresentadora de TV, Geisy Arruda também admitiu ter diminuído os pequenos lábios da vulva e garante que não se arrepende. “Eu tinha uma relação conturbada com a minha vagina. Era algo que me incomodava muito, eu tinha muita vergonha. Em um relacionamento, o que mais me constrangia era o sexo oral! Era algo que eu não deixava fazer em mim, tinha vergonha de que o meu companheiro percebesse esse exagero nos lábios. Isso me atrapalhava muito. A Labioplastia trouxe para mim uma libertação. Esteticamente está muito mais bonito e também posso usar a roupa que quiser. A recuperação é chata, trabalhosa, mas o resultado final é impagável. Você se sente mais mulher, mais bonita”.

O que você acha desse tipo de cirurgia plástica? É algo que consideraria fazer se se sentisse incomodada com seu próprio corpo? Conte pra mim nos comentários!

Bjs,
Fabi Scaranzi

  • Amanda Cristina Farias

    Falou tudo! Essa plástica ajuda muito na autoestima, principalmente na hora do sexo. Eu fiz a redução dos lábios na Master Health e ficou ótimo, indico!

    • Fabiana Scaranzi

      Amanda
      Que bom! E super obrigada por compartilhar sua experiência com a gente.
      bj

    • ♔ Srta T o d d y

      Quanto foi a cirurgia?

      • Lene Lima

        Eu vou fazer essa cirurgia, já está marcada,o médico me cobrou 2.500 reais…!

        • Debora Vieira

          Qual clínica Lene?