Menu
 1623
Baixe agora meu e-book: 10 erros mais comuns ao falar em público
Como dizer “NÃO” sem prejudicar seus relacionamentos
Recusar um convite ou um compromisso não precisa pôr em risco suas amizades. Aprenda como dizer “Não” e preservar seu bem-estar sem descuidar das suas relações

comunicação - rejeitar um convite foto de destaque

(Imagem: Shutterstock)

Cada vez mais estamos condicionadas a dizer “sim” pra tudo. Seja para um jantar com os colegas no meio da semana, uma função a mais no trabalho, um casamento fora da cidade, a renovação da matricula da academia… Enquanto alguns “sim” nos ajudam a relaxar e aproveitar momentos gostosos com a família e amigos, outros afetam diretamente nosso bem-estar e podem gerar, inclusive, problemas sérios de estresse e ansiedade.

O grande problema do “sim” é que, ao aceitarmos um convite ou uma condição, aumentamos automaticamente nosso investimento de tempo, energia e, porque não, de dinheiro. Aí, não tem jeito: não demora até que a gente se sinta esgotada física e emocionalmente, infeliz e sobrecarregada.

Já ouviu falar da “armadilha do conhecido”? O termo, muito usado por especialistas, se refere ao fato de nos sentirmos mais confortáveis recusando convite de familiares e amigos do que de pessoas de quem não somos tão próximos, como colegas de trabalho por exemplo.

A boa notícia é que evitar essa armadilha, apesar de ser um grande desafio muitas vezes, é possível, e melhor ainda: sem colocar seus relacionamentos em risco. Aprenda abaixo como melhorar sua vida social e seu bem-estar sem se sentir obrigada a fazer todas aquelas coisas que você não tem vontade!

1. Não adie
Ao adiar uma resposta negativa, você se vê presa em uma teia de emoções desagradáveis: culpa, remorso, incerteza. É normal termos a ideia de que o “não” pode significar para o outro muito mais do que um convite negado, mas também uma rejeição pessoal, uma prova de descaso.

Para amenizar esse sentimento negativo e preservar nossas relações, usamos desculpas como: “minha sogra está na cidade”, “tenho que trabalhar até mais tarde”, “tenho planos que não posso cancelar”… Quem nunca, né? O problema é que essas desculpas exigem um esforço tão grande quanto aquele que faríamos se tivéssemos dito “sim”. Afinal, o peso na consciência pela “mentirinha” pode nos assombrar por dias.

2. Não se prolongue demais
Por mais que uma desculpa inofensiva possa te ajudar a se livrar daquele compromisso que você não tem intenção de participar, vale mais a pena dizer “não” sem se prolongar demais. Quanto maior a justificativa que você inventar, maiores as chances de você se “enrolar” nela.

Recebeu um convite para dar uma palestra ou liderar sua equipe num projeto extra, mas não quer se comprometer? Diga apenas: “Infelizmente não estarei disponível, mas, por favor, pense em mim no futuro. Vou adorar participar se tiver uma nova chance”. Recebeu um convite para um chá de bebê e não está com vontade de ir? Responda somente “Adoraria estar com vocês nesse momento, mas infelizmente já marquei um outro compromisso inadiável há semanas”.

comunicação - dizer nao foto de dentro

(Imagem: Shutterstock)

3. Não esconda o que é permanente
Em algumas situações, vale a pena ser transparente, afinal, você corre o risco de continuar recebendo o mesmo tipo de convite várias e várias vezes e aí será obrigada a inventar uma desculpa nova a cada situação. Imagine, por exemplo, que aquele seu colega de trabalho vive te chamando para um drink depois do expediente. Enquanto vocês trabalharem juntos, você provavelmente vai receber esse convite mais de uma vez. Só que não dá pra inventar uma desculpa por semana e esperar que ele não perceba que está sendo rejeitado, né? Ao dizer simplesmente “eu não saio durante a semana” ou “eu não tomo bebidas alcoólicas durante a semana” você diminui significativamente as chances de um novo convite e acaba com aquela apreensão de ter que inventar uma desculpa nova para o convite seguinte.

4. Faça o “não” ser sobre você
Entenda que dizer apenas “não” é melhor do que dizer que você “não pode”, afinal, o “poder” passa a impressão de escolha e não tem nada pior para um relacionamento do que se sentir deixado de lado ou entender que o outro tem planos melhores do que aquele que você ofereceu.

O segredo para recusar um convite sem colocar seu relacionamento em risco é partir sempre para a franqueza compassiva e fazer o “não” ser sobre você, e não sobre o outro.

– “Não vou porque estou ocupada” = coloca a responsabilidade sobre você
– “Não posso porque já marquei com outra pessoa” = indica que você priorizou outra relação e dá a ideia de descaso e rejeição

Ao se comunicar e dizer “não” de maneira franca e transparente, você não só faz o outro entender seus motivos sem se sentir ofendido, como também previne você de se sentir esgotada, estressada e ansiosa,  ou até de ser pega na mentira.

Bjs,
Fabi Scaranzi


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação