Menu
 1924
Baixe agora meu e-book: 10 erros mais comuns ao falar em público
London FW: veja os desfiles que se destacaram na passarela
Alguns desfiles que chamaram a atenção dos críticos de moda nessa edição do London Fashion Week por trazerem simplicidade e frescor para o verão 2017

E as semanas de moda continuam! Depois da nossa cobertura completa no NYFW, ficamos de olhos em tudo o que rolou na fashion week londrina e trouxemos os desfiles que mais se destacaram na passarela. O critério de escolha foi fácil: looks cheios de vida, frescor e simplicidade, que darão ao verão 2017 muito estilo e personalidade, mas sem perder o conforto. Confira nossas apostas!

DIA 1

Aquascutum
Basta conferir as primeiras fotos da coleção da Aquascutum para rapidinho pensar em navy! Muito branco, vermelho e marinho passaram pela passarela da marca em túnicas transparentes e vestidos longos bem fluidos com estampas florais. Meu preferido? Um vermelho de um ombro só, lindo de viver. E pra fechar: echarpes longas, sempre nesses três tons.arquivo_000-7

Eudon Choi
O estilista foi além ao combinar peças com muitas listras e diferentes versões de azul, com calças pretas largas, principalmente pantalonas. O resultado? Muito conforto, elegância e sofisticação em produções comportas, principalmente por alfaiataria desconstruída e amarrações despojadas. Tudo para garantir um verão leve e uma coleção super comercial.arquivo_000-6

Mariana Jungmann
A estilista brasileira Mariana Jungmann teve como inspiração as líderes Maria Antonieta e Maria Bonita para sua nova coleção e ainda foi além: o que aconteceria se elas sentassem juntas para tomar um chá? Em uma versão bem atual e colorida, veio o resultado: muita renda (feita pela própria estilista), linhas degradês, patchs bordados e vestidos cortados a laser. Tudo lindo!arquivo_000-2

DIA 2

Jasper Conran
Usando o jeans pela primeira vez em sua coleção, o vestido denim foi o destaque de abertura do estilista nessa edição do London FW. De lavagem tingida e com peças mais gráficas, Jasper escolheu matérias mais simples (usando inclusive algodão!) para criar impacto. “Meu papel como designer é forçar meus próprios limites, mas dentro de um quadro que condiz com o modo de se vestir de mulheres reais”, explicou à Vogue inglesa.arquivo_000-4

Bárbara Casasola
“Simplicidade” é a parava que define a coleção da estilista Bárbara Casasola para essa edição da London FW. Conhecida por sua estética minimalista, Bárbara apostou em uma cartela de cores sóbrias toda inspirada no Candomblé e em referências indígenas da Amazônia para criar peças alongadas, com destaque para os vestidos plissados. Tudo de muito bom gosto!arquivo_000-5

House of Holland
A comunidade cigana, eternizada na fotografia de Josef Koudeka foi a grande inspiração do estilista Henry Holland para a coleção da sua marca House of Holland. Xadrez vichy e babados foram os grandes protagonistas nessa coleção divertida, romântica e ao mesmo tempo pra lá de irreverente. Botas, maxi brincos e moletons deram o toque final à pegada cool da mulher descontraída que veste Holland. E no final, uma surpresa: todas as modelos desfilaram com as t-shirts slogans reeditadas pelo estilista, que o fizeram explodir no mundo da moda há 10 anos atrás!arquivo_000 house-of-holland_33

J. W. Anderson
O que se viu no desfile de verão de J.W. Anderson nessa edição da London FW? Muuuito linho que deram às peças volume estratégicos, recortes assimétricos e silhuetas desabadas. Os vestidos midi de manga longa com efeito tie-die e os pullovers volumosos são pra ficar de olho!arquivo_000-1

Emilia Wickstead
Na sua coleção Verão 2017, a estilista Emilia Wickstead buscou inspiração nas obras do arquiteto Frank Lloyd. Como resultado muito tom pastel, florais, transparências e looks volumosos. Um desfile bem romântico, moderno e super feminino.  arquivo_000-8

Simone Rocha
Não tem como pensar em romantismo sem pensar em Simone Rocha. Fiel à sua assinatura sensível e delicada, a estilista apresentou uma coleção dramática, com clima campestre e de muito volume. O excesso apareceu principalmente nas costas, com patchworks bem trabalhos, transparências sobrepostas e mangas exuberantes. O destaque vai para o bordado inglês branco, presente principalmente nos looks de abertura, e para as bolsas atravessadas. Adorei!arquivo_000-9

Gareth Pugh
O estilista Gareth Pugh foi buscar inspiração para sua coleção de verão nos figurinos da ópera Eliogabalo. Aí, não deu outra: um desfile dramático e impactante, cheio de grafismos poderosos. É pra ficar de olho!arquivo_000-10

Versus Versace
O destaque do segundo dia de desfiles não podia ser outro: a coleção da Versus Versace que mesclou a pegada militar, esportiva e rocker, tudo numa mesma mulher. Muita jaqueta de couro e calças justíssimas de cintura alta passaram pela passarela, além de jeans destroyed bordados, malhas coladas, jaquetas paraquedistas e acessórios em metal. Palmas para Donatella!arquivo_000-11

DIA 3

Anya Hindmarch
Nessa edição do London FW, a estilista Anya Hindmarch optou por algo mais simples. Com um cenário minimalista, Anya marcou presença com uma coleção irreverente repleta de florais geométricos 3D de corte a laser, bolsas com alças super decoradas e charm-bags gigantescas. Tudo lindo!arquivo_000-18

Mary Katrantzou
A estilista buscou em sua própria origem grega a inspiração para a coleção de verão nesse LFW. A antiga civilização Minoans – dominada apenas por mulheres – foi o ponto de partida de Mary Katrantzou, que apresentou um desfile cheio de estampas trompe l’oeil (famosas por causarem ilusão de ótica), e vestidos “armaduras” usados sobre tops de gola alta, combinados com maxi acessórios de cair o queixo.arquivo_000-20

Topshop Unique
A grife –  que também aderiu ao sistema “see now, buy now” – voltou aos anos 80 e apresentou uma coleção com muito vinil, animal print, alfaiataria e cintura bem marcada. A ideia era criar um desfile vintage e despretensioso. Acertaram em cheio!arquivo_000-21

Peter Pilotto
Os Andes e a moda latina foram a grande inspiração do estilista conhecido principalmente por suas estampas digitais. Peter Piloto apresentou nessa edição do London FW uma coleção mais suave, com looks cheios de volume e sobreposições com bordados divertidos.arquivo_000-22

Mulberry
Os uniformes dominaram o desfile da marca Mulberry. Dos colegiais aos militares, a grife apostou em estampas rígidas, com muito listrado, xadrez e formas assimétricas. Destaque para os veludos e pegada colegial.arquivo_000-39

David Koma
Um olhar todo especial para a Rússia do século 20 deu a inspiração para David Koma criar seu verão 2017. Os microvestidos apareceram em parceria com flats, enquanto mangas bufantes e ombros à mostra deixaram a essência da marca ainda mais moderna.arquivo_000-41

Temperley London
O grande círculo de areia como cenário já dizia para onde a marca da estilista Alice Temperley nos levaria nesse verão: à praia! Vestidos e coletes marcaram a coleção, sempre com muitos bordados geométricos de paetês e organzas transparentes. O toque final ficou por conta dos óculos espelhados, que continuam com tudo na próxima estação.arquivo_000-45

Charlotte Olympia
Carmen Miranda foi a grande inspiração da grife Charlotte Olympia. Dá pra imaginar com o desfile foi animado? Nessa temporada do London FW, a estilista apostou em um desfile-performance, com 14 dançarinas e seis modelos. O show de Bebel Gilberto encerrou a apresentação e deixou a noite ainda mais especial!arquivo_000-46

DIA 4

Antonio Berardi
Fascinado pela obra do artista Prince, Antonio Berardi criou um desfile todo com “toque de decadência”, como ele mesmo destacou no backstage na grife que leva o seu nome. O roxo e a alfaiataria bem construída foram os grandes destaques dessa coleção.arquivo_000-47

Roksanda Ilincic
A pegada romântica e introspectiva era forte no desfile de Roksanda Ilincic. Vestidos, calças e tops bem fluidos e com leves grafismos apareceram em peso, principalmente em tons de vermelho rosa e amarelos apagados. Um mood bem clássico e feminino.arquivo_000-48

Erden Moralioglu
O romantismo do estilista transpareceu nessa edição do London FW. Apesar do cenário sombrio, Erden Moralioglu mostrou uma coleção com muita jaqueta brocada amarrada com laços que deixavam o colo a mostra, bordados ricos, texturas delicadas, transparências e rendas na dose certa. Nota 10!arquivo_000-40

Christopher Kane
Muito mais do que apresentar uma nova coleção, Christopher Kane tinha um motivo todo especial para apresentar seu desfile nessa London FW: o aniversário de 10 anos da marca. E o resultado não poderia ser outro: uma coleção divertida e cheia de vida. Parabéns!arquivo_000-49

Burberry
A Burberry – que também aderiu ao sistema “see now, buy now”, apresentou um desfile cheios de peças desejo! Casacos e conjuntos de seda estampados (estilo pijama!) desabados e usados com sobreposição de peças foram o carro forte da marca, que apostou também no toque militar, golas vitorianas e mix de texturas, inclusive nos acessórios.arquivo_000-50

DIA 5

Marques’ Almeida
Uma geração cool e cheia de atitude apareceu na passarela da estilista Marques’ Almeida. Famosa por suas coleções com muito jeans desfiados, esse ano o clássico veio em uma versão diferente: muitas peças oversized, além da mistura naca convencional de metálico com couro e plumas, listrado com renda, brocado com malha. Nos pés, tênis confortáveis e botas listradas de salto quadrado – a união de estilo e conforto!arquivo_000-23

Gostou das coleções apresentadas esse ano?

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Imagens: Divulgação


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação