Pular corda: um exercício simples, fácil e saudável

0 2089

Pular corda não é só brincadeira de criança. Quem pulou na infância, pode até ter mais facilidade e uma certa intimidade com a corda, assim como os pequenos que andavam de bicicleta e hoje retomam a prática, como adultos, para fazer um exercício ou pedalar pela cidade, com aquele know-how de quem não desaprendreu. Mas se não pulou em criança… fique tranquila, é só saltar com firmeza, empunhar a corda em arco e fazê-la rodar por baixo dos seus pés, a cada salto. Tudo o que ela exige é uma certa coordenação motora e equilíbrio, nada mais.

jump-rope-red
Eu particularmente adoro. Ela faz parte importante dos meus treinos ao longo da semana. E quando vou viajar, em geral, eu a levo comigo. A corda é um instrumento auxiliar de exercício que tem uma vantagem inegualável: pode ser facilmente transportada e você não tem desculpa para deixá-la de lado. E se você ainda acha que parece coisa de criança, lembre-se que os atletas do boxe e das lutas, em geral, não a dispensam por nada. Pois o pular corda auxilia e muito na impulsão, na força dos braços e na agilidade das pernas.

personal_fitness_group
Nos Estados Unidos, pular corda “em família” é uma das primeiras indicações em consultas com endocrinologistas, educadores físicos e psicólogos a famílias de obesos que querem perder peso e se livrar não só dos quilos a mais, mas dos traumas sofridos com a exclusão social. E traz resultados incríveis, por incluir esse aspecto lúdico. Se você está buscando um exercício que possa ser realizado junto com toda a família, comemore a nova fase de vida saudável, pois pular corda é a grande opção, sem grandes investimentos. Não há idade para se divertir pulando corda. Os saltos podem ser realizados individualmente, em duplas ou grupos, sendo esse um estímulo extra para aquelas pessoas que se sentem desmotivadas para realizar atividades físicas sozinhas.

corda

Pule em qualquer lugar
Não há mais motivo para desmotivação e receio de começar a se exercitar em uma academia. Esse é o argumento que muitas pessoas utilizam para adiar a prática de exercícios físicos, mas agora você pode adquirir sua corda e praticar não só em sua casa, mas em qualquer lugar que desejar: no parque, na praia, no seu quintal ou varanda. Adeus, desculpas para o sedentarismo, até mesmo quando estiver em viagem.

DICAS E BENEFÍCIOS

Fortalecendo os tornozelos e o equilíbrio
No começo é um pouco dífícil a tarefa de saltar por um longo período, sem perder uma batida da corda, ou mesmo tropeçar em um dos pés. Não desanime. Vale lembrar que após iniciar os saltos repetidamente sobre os dois pés, você pode variar o ritmo, revezar saltos em um só pé. E depois ainda, com mais prática, executar diversos truques. Pulando corda você pode obter maior equilíbrio devido à estabilidade do tornozelo, o que evitará entorses e possíveis lesões que são comuns entre atletas.

Jump-Rope
Coordenação motora
Há quem salte, dance, cante, corra e mova as mãos simultaneamente com os pés. Não é tão difícil desde que você incorpore a corda numa prática física diária e comece a se desafiar com movimentos mais complexos. Os diversos movimentos que podem ser realizados contribuem para que você exercite e melhore a sua capacidade de coordenação motora, assim mantendo corpo e mente aptos a metas mais ousadas. O girar das cordas exige atenção e monitoramento, dessa forma você poderá controlar velocidade, sentido e formas diferentes de pular corda, assim desafiando seu corpo e sua mente.

Woman skipping rope in urban park

Queimando calorias
Um dos principais benefícios de pular corda é que os saltos podem ser utilizados como meio para você conseguir eliminar os quilinhos a mais. Em pesquisas realizadas nos Estados Unidos, algumas pessoas conseguiram eliminar em média 700 calorias por dia. O objetivo era perder 1 quilo por semana, mas obviamente que estas adotaram uma dieta regular, consumindo apenas as calorias necessárias para se manterem saudáveis e firmes em seus propósitos.
Não é obrigatório adotar a dieta,claro, pois o pular corda, em si já favorece, naturalmente o emagrecimento, porém, a combinação com uma boa alimentação pode deixar você mais próximo de seus objetivos. As pessoas que participaram das pesquisas, sem alterar a alimentação e apenas pularam corda por 30 minutos diários, obtiveram queima calórica de 300 calorias por dia.

self_management_-_fit_woman_jumping_rope
Contabilizando o ganho na forma física
Pular corda possibilita que você controle a sua evolução, isso mesmo, pois você não só pode registrar o tempo dedicado à prática, mas também pode contabilizar os saltos realizados por dia. O interessante desse benefício é que você pode sempre se desafiar a superar o número de saltos realizados anteriormente. Esse controle possibilita que você não se esqueça de sua dedicação e ainda administre as séries e repetições feitas. Algumas pessoas gostam de praticar com música e outras apenas vão fazendo a contagem dos pulos, mentalmente.

jumping-rope
Aptidão cardiovascular
Mais um dos benefícios de pular corda é que você pode otimizar sua aptidão cardiovascular. O seu sistema cardiovascular envolve o seu coração, artérias e veias, as quais se responsabilizam pelo transporte de oxigênio e sangue para o coração e todo o resto do corpo, portanto, melhorando essa capacidade, o seu corpo poderá se comportar melhor de uma forma geral. Acredite: sua disposição física como um todo, vai melhorar!
Não só pulando corda, mas fazendo suas tradicionais atividades diárias, você poderá reconhecer que se manterá menos ofegante. Quando comparada a diversas outras atividades de tensão baixa ou moderada, pular corda foi reconhecida como a melhor maneira de melhorar o sistema cardiovascular. É claro que se você tem problemas cardíacos, consulte primeiro o seu médico para saber dos seus limites e nos primeiros exercícios peça a ajuda de um personal trainer.

Family-Jump-Rope-SSL-copy-1024x682
Tônus muscular
Não pense que os benefícios de pular corda apenas se limitam à perda de peso. Os saltos podem melhorar o tônus muscular de suas pernas e toda a parte inferior do corpo. É comum você experimentar algumas dores nas pernas nos primeiros dias e isso ocorre, exatamente, porque todos os músculos estão se dedicando para realizar o trabalho necessário para executar o exercício por completo.
Em poucos dias você poderá notar que os seus músculos já se adaptaram aos pulos, e devido a esses “danos”, visando reparação, os músculos se tornam maiores, mais fortes se comparados à sua massa muscular inicial.

pularcorda4

Densidade óssea
Pode não ser um problema atual, mas por que não evitar consequências futuras à sua estrutura óssea? Pois é, pular corda pode contribuir para a saúde de seus ossos, assim melhorando a sua composição, estrutura e densidade. Pense e desfrute dos benefícios de pular corda no presente e no futuro. E se você já tem osteoporose ou osteopenia, consulte o seu ortopedista sobre a frequência ideal de exercícios.

pularcorda

Melhor reabilitação
Pular corda é muito recomendado por médicos para finalidades de recuperação de alguma lesão. O exercício físico pode ser inicialmente praticado como atividade de baixo impacto e auxiliará na motricidade corporal. Para pessoas lesionadas, é importante saber que pular corda pode fortalecer os músculos contidos nas panturrilhas, quadríceps, isquiotibiais e até glúteos, assim como os ligamentos e tendões que buscam proteger joelhos, tornozelos e pés. O ideal para essa finalidade é iniciar pulando apenas poucos centímetros do chão, para que assim o retorno seja suave. A indicação de um médico ou educador físico é indispensável nesses casos.

pularcorda2

Por experiência própria garanto que é uma prática intensa e envolvente, que ainda traz aquela sensação gostosa da infância de se divertir com uma atividade simples e cheia de benefícios a saúde. Bora pular!

bj pra vcs
Fabi Scaranzi