10 ideias de negócio para abrir em casa

Pensando em trabalhar em casa? Dá uma olhada nessas 10 ideias de negócio pra começar já!

4 10625

    Trabalhar em casa tem se tornado uma opção cada vez mais atraente. Poder fazer seus próprios horários, estar mais perto da família, acompanhar o crescimento dos filhos… A questão é: será que é possível tocar uma empresa da própria residência? De acordo com especialistas consultados pela revista EXAME, sim, esse tipo de trabalho não só é possível, como é cada vez mais comum.

    E parece que essa tendência tende a continuar crescendo, principalmente em épocas de crise. Pensando em se aventurar e abrir o próprio negócio em casa? Confira as 10 melhores ideias de negócio para fazer do seu lar um ponto comercial de sucesso!

    1. Artesanato
    Apesar de ser um negócio bem tradicional, trabalhar com artesanato é uma boa ideia para quem precisa ganhar dinheiro sem, necessariamente, ter um ponto comercial para expor suas peças. Depois de separar algumas amostras, você pode se inscrever em feiras informais ou até mesmo em lojas virtuais e redes sociais. Aqui, o que importa mesmo é usar o “boca a boca” para atrair novos clientes.

    2. Consultoria
    Se você já tem alguma experiência na área de marketing ou recursos humanos, que tal se aventurar na área de consultoria e trabalhar aconselhando seus clientes? Assim como os artesanatos, você não precisa ter um ponto comercial para fazer esse tipo de consultoria. Um cantinho em casa para chamar de escritório é mais do que suficiente para montar seu negócio já que o normal é que o profissional faça consultas no local pedido pelo contratante. Para fazer seu negócio crescer, invista em um site próprio mostrando suas habilidades e competências.

    3. Beleza
    Com a rotina corrida, as mulheres têm procurado praticidade na hora de cuidar da beleza, principalmente quando o assunto é cabelo, manicure e depilação. Para montar seu mini salão em casa, escolha uma área (que tal a garagem?) que possa servir como um mini salão de beleza. Comece divulgando seu trabalho pela vizinhança e deixe que, aos poucos, a clientela comece a crescer.

    size_810_16_9_184447072

    4. Desenvolvimento de softwares e aplicativos
    Se você é boa com tecnologia e internet, não pense duas vezes antes de abrir seu próprio negócio em casa. Ao montar uma loja virtual ou investir na programação de aplicativos para smartphones, você passa a fazer parte de um setor que está super em alta e que só tende a crescer, trabalhando em um nicho pouco exigente quando o assunto é investimento financeiro.

    5. Design gráfico
    Sabia que dá pra criar uma carreira de sucesso trabalhando como edição de imagines e vendendo matérias gráficos como logos e banners pela internet? A EXAME indica o site We Do Logos pra quem está começando. Lá, você participa de uma espécie de leilão entre designers e o projeto preferido pela empresa contratante ganha a possibilidade de realizar o serviço completo. Bacana, né? Assim, você mostra seu trabalho sem precisar depender de uma rede de contatos.

    6. E-ccomerce de nicho
    Tudo o que você precisa pra trabalhar com e-ccomerce é um bom computador. Simples, né? Mas lembre-se que ao criar uma loja virtual você precisa reservar na sua casa um espaço para o estoque de produtos. Fora isso, seu negócio tem tudo pra dar certo, principalmente se você tiver uma boa lábia e souber como divulgar seu trabalho nas redes sociais.

    7. Cozinha
    Ao criar uma boa rede de contatos e divulgando seu trabalho tanto pelo “boca a boca”, quanto nas redes sociais, é possível conseguir muitos pedidos de doces e salgados em pouquíssimo tempo. Você pode trabalhar cozinhando em casa sob encomenda ou até oferecer a entrega dos produtos em domicílio. Que tal trabalhar com a encomenda de marmitas prontas ou até mesmo de pratos saudáveis para quem trabalha fora, mas precisa manter a dieta? Essa procura por opções de cardápios naturais está cada vez mais em alta.

    aprenda-a-organizar-suas-receitas

    8. Franquia virtual
    Se você tem medo de se aventurar em algo novo e prefere opções mais seguras, uma boa sugestão é tentar um modelo já formatado de negócio. Procure começar com algo menor, como franquias virtuais que não exijam um ponto comercial. Procure principalmente por franquias que permitam ao empreendedor possuir uma página pessoal dentro do site, comercializando os produtos e ganhando uma porcentagem sobre o que é vendido. Mas lembre-se: para fazer o negócio render, é fundamental ter uma rede sólida de contatos.

    9. Organização de eventos
    Se festas são o seu negócio, você pode se dar super bem trabalhando de casa como organizadora de eventos. O home office é opção certa para esse ramo já que normalmente quem visita o cliente é o empreendedor e não o contrário. Comece com eventos pequenos, como coquetéis e aniversários infantis. Quando se sentir segura – e com mais capital – aumente sua oferta para casamentos e formaturas.

    10. Prestação de serviços
    Quem não tem um cantinho em casa para fazer de escritório, mas tem formação em alguma área que permita o atendimento na casa do cliente pode se tornar um profissional de sucesso trabalho como prestador de serviços. Esse tipo de negócio permite o atendimento remoto e até reuniões via Skype. E quando uma reunião presencial for necessária, você ainda tem a opção de alugar um espaço de coworking. Muitas opções, né?

    Bjs,
    Fabi Scaranzi

    *Fonte: EXAME.COM