Aprenda como manter a dieta mesmo trabalhando fora

Quem trabalha fora sabe o desafio que é manter a dieta almoçando em restaurantes self services. Fique de olho nessas dicas para resistir às tentações e manter a quantidade de açúcares e carboidratos no limite

0 1651

selena_gomez_restaurant_bag_photo_shoot_85354_3840x2160

Nem sempre o mais difícil em um regime é cortar a quantidade de doces e carboidratos, mas sim conciliar o cardápio restrito e os horários rígidos de cada refeição mesmo trabalhando fora.

Já notou como o horário de almoço pode ser o vilão da sua dieta? Principalmente se você não consegue correr até em casa e normalmente recorre a fast foods e self services de segunda a sexta-feira. E infelizmente isso acontece muito! O desafio de manter a dieta passa a ser ainda maior quando os restaurantes self service não tem um cardápio muito variado, forçando a gente a quebrar algumas regras.

Mas, calma! Nada de desistir e atacar a primeira coxinha que vir pela frente! Existe, sim, algumas dicas e truques certeiros para não sair da linha e manter a dieta direitinho, mesmo trabalhando fora. Olha aí!

Pratos menores
Aquela tática de comer em pratos menores realmente funciona na hora de perder peso. Segundo um estudo do psicólogo especializado em consumo Brian Wansink, da Universidade Cornell, em Nova York, fazer refeições em pratos de salada em vez de pratos grandes ajuda a “enganar nosso cérebro” de que já comemos o suficiente e estamos saciados, mesmo comendo menos.

É fome ou é gula?
Para não cair em tentação e experimentar aquela bomba de chocolate deliciosa, um truque esperto e certeiro é comer um punhadinho de amêndoas com um copo de água 30 minutos antes da hora do almoço. O motivo? Tanto a água, quanto esse snack nutritivo são famosos por proporcionarem aquela sensação de saciedade e vão ajudar você a manter o foco na dieta e a cortar aquela vontade incontrolável de experimentar “um pouquinho de cada”, dando a você o bom senso na hora de montar seu prato no restaurante.

Haja verdura
Não perca o foco! Mesmo que seus olhos procurem o buffet de massas ou sobremesas, não pule as opções de saladas. Aliás, sempre comece por elas. E quanto mais folhas e vegetais crus você colocar no seu prato, melhor, já que as fibras desses alimentos também causam saciedade, diminuindo sua vontade de experimentar outras opções mais calóricas.

MG_1525a

Afaste-se dos molhos prontos
Sabe aqueles molhos prontos pra salada – Mostarda, Italiano, Rosé? Eles podem até ser deliciosos, mas que colocam sua dieta a prova, ah, colocam! Mesmo os mais lights contém açúcar, creme de leite e maionese, aí já viu, né? Não tem balança que engane. O melhor é sempre apostar no básico e temperar suas verduras e vegetais com azeite e vinagre.

Carboidrato pode, mas só um!
Quanto maior a quantidade de carboidratos, maior o índice de glicose no sangue, o que gera os famosos picos de insulina. E são esses picos que formam novas células de gordura e forçam nosso organismo a querer se alimentar novamente. Por isso, para manter a dieta em dia o melhor é sempre escolher um único carboidrato e de preferência, os integrais, como o arroz ou a quinoa. Se o self service não servir arroz integral, aposte em tubérculos cozidos, como batata doce, aipim ou inhame.

Woman-siting-at-dinner-table

De olho nos grelhados
Nos self services até mesmo os grelhados de frango tendem a ser bem gordurosos. Se surgir a oportunidade, peça que sua carne seja grelhada na hora, sem nenhum óleo ou gordura. Sua proteína pode até não ficar tão apetitosa, mas o esforço vai valer a pena quando aquela sua calça jeans fechar sem esforço.

Adeus, sobremesas
Afaste-se já da ilha de sobremesas! Elas são uma delícia, mas será que você precisa mesmo cair de boca nos docinhos? Depois de ter conseguido montar um prato leve e balanceado, rico em fibras e nutrientes, não coloque tudo a perder levando sua taxa de açúcar lá no alto. Se a vontade for muito grande, tente trocar o pudim de leite por uma fatia de abacaxi. A fruta pode até não ser tããão gostosa, mas a sensação de ver os quilos sumindo na balança vai valer a pena!

Bjs,
Fabi Scaranzi