5 maneiras de escolher o que dar ou manter no guarda-roupa

Será que eu ainda vou usar essa calça? E se a moda voltar? Para saber o que vale a pena manter no guarda-roupa, faça já esses 5 testes infalíveis!

0 2362

nrm_1406819369-13-going-30-thong

Sou bem desapegada de tudo aquilo que eu não uso mais, principalmente roupas, sapatos, bolsas e acessórios. Tem coisa melhor do que comprar uma peça nova e ainda ter espaço de sobra no guarda-roupa para guardar tudo bem organizado?

Doar peças que eu não uso mais, entretanto, vai muito além do fato de que algumas já estão gastas ou com manchas causadas pelo tempo. Apesar de que eu acho que a energia tem que fluir. Desocupar o lugar do velho pra entrar o novo na vida da gente. Algumas roupas fazem parte de tendências que ficaram lá atrás ou que não condizem mais com a minha personalidade, aí não tem porque voltar a usá-las, né? E mais: tem sensação melhor do que dar roupas pra quem tanto precisam? Eu faço isso sempre.

Se você tá com dúvida de se desfazer de algumas peças porque acha que a moda vai voltar.. vou te ensinar cinco testes certeiros que sempre aplico quando faço um faxinão no meu guarda-roupa. Eles não deixam dúvidas!

1. Vale a pena todo o trabalho?
Tire do seu guarda-roupa todas as peças que você acha que podem estar ficando velhas. Leve-as para um lugar com bom iluminação (as luzes do banheiro costumam ser ótimas para isso!) e cheque minuciosamente o estado das costuras internas e externas, o forro dos bolsos e veja, principalmente, se a cor da roupa é a mesma nas mangas e costas. Depois, avalie se vale a pena investir seu tempo e dinheiro nos possíveis reparos ou se não é melhor desapegar e se jogar nas tendências da próxima estação.

landscape-1465221709-sex-and-the-city-wardrobe b

2. Brechó imaginário
Na hora de organizar seu guarda-roupa, finja que você está num brechó. Será que essa sua peça em questão passa no teste de qualidade para a compra? Se você fosse uma cliente, será que investiria seu dinheiro nessa roupa? Mas não vale mentir! Pra avaliação ser criteriosa,  – afinal, a missão aqui é se livrar de tudo o que não usa mais, lembra? – você tem que ser beeem sincera.

3. Amigas sinceras
Que tal fazer como a Carrie da série Sex And The City e convidar algumas amigas para uma tarde de champagne e desfile na sua casa? A ideia é bem simples: peça para que cada uma delas escreva as palavras “pegar” de um lado de uma folha, e “doar” no verso (“take” e “toss”, em inglês). Aí, é só servir as bebidas e uns petiscos e começar o desfile! Vista aquelas roupas em que você está em dúvida se vale a pena doar ou guardar um pouco mais e deixe que elas votem. Amigas de verdade não deixarão que você continue usando peças que não te favoreçam.

landscape_nrm_1419446248-satc-take-or-toss-main

4. Teste online
Acesse uma loja virtual que você goste e veja se você consegue substituir a roupa em questão por uma similar. Isso vai te mostrar se a peça ainda faz parte das principais tendências atuais ou se já está ultrapassada. Se nada semelhante aparecer, você não precisa pensar muito: coloque já a roupa na sacola de doações!

5. Cabide invertido
Se aquele seu casaco ainda te deixa em dúvidas, guarde-o mais um pouco. Ao arrumar seu guarda-roupa, coloque todos os cabides na mesma posição, virados para trás, por exemplo. Conforme você for usando suas roupas, guarde os cabides na posição inversa, virados para frente. Se dê o prazo de três meses. Se nesse tempo o cabide com o casaco continuar na mesma posição em que foi guardado quando você arrumou seu armário meses atrás, é porque você não teve interesse em usá-lo e, por isso, pode doar a peça ou vende-la a um brechó sem peso na consciência.

Dicas anotadas?

Bjs,
Fabi Scaranzi