6 passeios gratuitos (e imperdíveis!) para fazer em Belém

Quer conhecer alguns pontos turísticos mais bonitos de Belém sem gastar um real? Veja quais lugares não podem faltar no seu roteiro!

0 1291

Tem coisa mais gostosa do que conhecer lugares incríveis e, melhor ainda, de graça? Não é!? Foi por isso que não pensei duas vezes na hora de passar pra vocês essa lista com sugestões de programas lindos pra você fazer em Belém (PA) sem gastar nenhum tostão, sugeridas pelo UOL Viagens. Ô coisa boa!

Esses passeios são tão diferentes que com certeza vão agradar pessoas dos mais diferentes gostos e estilos. Seja visitando monumentos e centros históricos ou algumas das 39 ilhas da região (tendo como cenário a tão famosa Floresta Amazônica, maior floresta tropical do mundo!), Belém vai ter sempre um programa bacana e uma população muito simpática e solícita pra te receber. Espia só algumas sugestões de passeios gratuitos para fazer em Belém seja qual for o seu estilo.

Mangal das Garças
Aberto desde 2005, o parque com uma área de 40 mil m² conta com, aproximadamente, 55 espécies de aves como marrecos, garças e flamingos, além de uma reserva de mostras da flora amazônica, como açaizeiro, bacurizeiro e vitória-régia. O Mangal das Garças possui ainda uma torre com vista 360° de Belém e um borboletário de 1.350 m² – o maior da América do Sul. Para quem adora natureza, a visita é imperdível! E, se possível, esteja já às 10h, horário de soltura diária de novas borboletas. É lindo!!
A entrada é gratuita com direito a tour guiado sem custo adicional aos finais de semana.mangal

Mercado do Ver-o-Peso
Quem não se importa com o calor excessivo, não pode deixar de visitar o famoso Mercado do Ver-o-Peso. Esse centro comercial tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) é uma introdução à maior floresta do planeta, oferecendo carnes, peixes, ervas, frutas e especiarias em uma estrutura enorme de ferro muito bem organizada.
O mercado fica localizado na Avenida Boulevard Castilho França, s/n, Bairro Cidade Velha, de segunda a domingo, das 6h às 18h.MERCADO DE VER-O-PESO

Estação das Docas
A Estação das Docas é, provavelmente, um dos pontos turísticos mais famosos de Belém, e não é à toa! Com mais de um milhão de visitantes por ano, os antigos armazéns do porto foram reformados para abrigar uma área de 32 mil m² com restaurantes, bares, artesanatos e área de lazer com música ao vivo, cinema e teatro. O local perfeito para quem adora cultura e gastronomia, além de poder socializar com turistas dos mais diferentes lugares do mundo. São três armazéns de ferro inglês, do século 19, bem em frente à baia do Guarajá com uma arquitetura linda pra apreciar. Vale a visita! Para saber mais confira o site: www.estacaodasdocas.com.brESTACAO DAS DOCAS

Complexo Turístico Feliz Lusitânia
Esse quarteirão histórico é o mais antigo de Belém e abriga construções como o Forte do Presépio (marco da fundação da cidade e grátis às terças), o museu de arte da Casa das 11 Janelas (grátis às terças) e a Catedral Metropolitana de Belém inaugurada em 1771 e famosa por seus dez altares revistados de mármore. É de tirar o fôlego. Você não pode deixar de visitar!COMPLEXO FELIZ LUSITANIA

Basílica Santuário de Nazaré
Quem adora história e arquitetura não pode deixar de visitar a Basílica Santuário de Nazaré. Erguida na segunda metade do século 19, ele é o ponto final da romaria do Círio de Nazaré que acontece sempre no segundo domingo de outubro. São 36 colunas de granito italiano, mais de 50 vitrais franceses e a imagem original de madeira de Nossa Senhora de Nazaré, encontrada no local no século 18. É uma construção para arquiteto nenhum botar defeito! Avenida Nazaré, 1300, bairro Nazaré.BASILICA SANTUARIO DE NAZARE

Espaço São José Liberto
Depois da Estação das Docas, o Espaço São José Liberto é um dos pontos turísticos mais visitados de Belém. E o motivo é simples: localizado no interior do Presídio São José, desativado em 1998, ele é palco de um centro de artesanato com representações artísticas de 12 regiões do Pará, como Marajó e Tapajós, além de espaço para shows e um Museu de Gemas com mais de 4 mil peças de trabalhos primitivos, como a arte tapajônica em argila. Destaque para o Jardim da Liberdade – espaço externo considerado o maior jardim gemológico do Brasil, onde está localizado um quartzo rosa de oito toneladas e quase dois metros de altura. É incrível! www.saojoseliberto.com.br

ESPAÇO SAO JOSÉ LIBERTO

Roteiro anotado? Partiu Belém!

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Fonte: viagem.uol.com.br