7 cidades cenográficas que se tornaram pontos turísticos

Algumas cidades cenográficas ficaram tão conhecida nas telinhas que se tornaram pontos turísticos marcantes pelo mundo. Que tal incluí-las no seu roteiro?

0 1273

Quem aí, assim como eu, também adora cinema e fica morrendo de vontade de conhecer os locais de gravação pessoalmente? Enquanto alguns filmes e séries são gravados em lugares famosos, como o Central Park ou Times Square, outros são produzidos em cidades cenográficas, ou seja, cidades montadas unicamente para as gravações e, logo depois, demolidas.

Pra nossa sorte, algumas cidades cenográficas se tornaram icônicas e, ao invés de desmontadas, foram restauradas e viraram pontos turísticos. Legal, né?

O site Companhia de Viagem, do UOL, listou algumas dessas cidades pra você incluir já no seu próximo roteiro de viagem. Espia só!

1. Jogos Vorazes (2012)
Sabia que o Distrito 12 continua de pé? Só que na vida real ele nada mais é do que um distrito têxtil chamado Henry River Mill Village, na Carolina do Norte (EUA). Ele foi abandonado nos anos 80, depois que um incêndio e uma grande enchente atingiram a fábrica principal. Com o fim das gravações, o local passou a receber os fãs da saga que podem até reencenar algumas passagens do filme, como aprender a manusear o arco e flecha da protagonista Katniss Everdeen (interpretada por Jennifer Lawrence) ou até mesmo assar pães na padaria do Peeta. Já imaginou?

(Foto: Mark Moser)

(Foto: Mark Moser)

2. Hobbit (2012)
Como era fofa a vila do Bilbo, protagonista da série, com todas aquelas casinhas escondidas em uma montanha florida, né? O local ficou tão famoso que mesmo depois que a cidade cenográfica foi desmontada após os dois primeiros filmes de O Senhor dos Anéis em Matamata, na Nova Zelândia, turistas não deixaram de visitar o local. Por isso, quando chegou a hora de reerguer o cenário para a produção de O Hobbit, foram usados materiais permanentes, assim as casas ficam à disposição de quem deseja fazer uma selfie nas terras mágicas.

(Foto: Hugh Baystanley)

(Foto: Hugh Baystanley)

3. Cleópatra (1963) e A Paixão de Cristo (2004)
Já ouviu falar na Cinecittà Studios? Esse complexo foi construído para servir como cidade cenográfica para diferentes filmes. Cleópatra e A Paixão de Cristo são alguns exemplos de filmes que foram gravados em Roma. A locação continua ativa e até hoje é usada não só como ponto turístico, mas também como cenário para gravar a série Roma, da HBO.

(Foto: Jean Pierre Dalbera)

(Foto: Jean Pierre Dalbera)

4. Popeye (1980)
Que saudades de Robin Williams… Para a gravação do clássico Popeye, foi construída na Ilha de Malta em sete meses, a fictícia vila Sweethaven. Com o fim do filme, o conjunto de 19 casinhas de madeira se tornou um dos pontos turísticos mais famosas da área. Essa cidade cenográfica é tão famosa atualmente que não demorou para que ela se tornasse uma espécie de parque de diversões e museu sobre o querido marinheiro.

(Foto: Tobias Scheck)

(Foto: Tobias Scheck)

5. Gladiador (2002) e a A Múmia (1999)
A cidade Aït Ben Haddou existe mesmo! Fortificada entre Ouazazarte e o deserto do Saara, no Marrocos, e fundada em 757 dC, hoje apenas oito famílias ainda moram na aldeia. Entretanto, a paixão de alguns fãs por clássicos do cinema como Gladiador e A Múmia é tanta que essa famosa cidade cenográfica recebe uma grande quantidade de turistas diariamente. A fama da região é tão grande que existe até uma exposição no local sobre todas as produções que já aconteceram por lá.

(Foto: Vince Millet)

(Foto: Vince Millet)

Muito bacana, né? Qual delas você gostaria de conhecer primeiro?

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Fonte: companhiadeviagem.blogosfera.uol.com.br