Fechar
Menu
 1210
Descubra o quanto de exercício você precisa para manter seu cérebro saudável
Estudo recente revela quantas vezes por semana você deve praticar exercícios se quiser manter o cérebro jovem e rápido!

Fabiana

Não é de hoje que eu falo aqui no site que exercícios físicos são bons para o corpo e para a alma, mas são cada vez mais fortes as evidências de que ser fisicamente ativo pode ajudar a retardar o declínio normal na função cerebral que vem com a idade.

Especialistas recomendam que adultos façam pelo menos 150 minutos de atividade moderada a intensa por semana para manter o coração saudável. Mas será que essa quantidade também é eficaz para garantir o bom funcionamento do nosso cérebro?

Segundo um novo estudo publicado na revista Neurology: Clinical Practice, pesquisadores da Universidade de Miami decidiram encontrar um treino de exercícios para o cérebro. Como? Eles examinaram quase 100 estudos existentes que conectavam atividades físicas com mais de 122 diferentes testes da função cerebral.

Com base em dados que incluíram mais de 11 mil idosos, eles descobriram que as pessoas que se exercitaram cerca de 52 horas durante o período de seis meses (o equivalente a uma hora de treino, três vezes por semana) mostraram melhorias em vários testes de raciocínio e velocidade. O efeito não foi tão significativo nos testes de memória, mas no que se trata de funções cerebrais mais complexas, como capacidade de resolver problemas e velocidade de processamento, os resultados foram bem visíveis.

A conclusão que se chega é que, para a saúde do nosso cérebro, o efeito da atividade física acumulada é superimportante. O estudo sugere ainda que exercícios afetam o cérebro de várias formas diferentes, desde a preservação da rede nervosa, até o aumento da função dos neurônios, à melhoria do fluxo sanguíneo para as células cerebrais.

Vale lembrar que o estudo atual incluiu diferentes tipos de exercício: aeróbico (que é sugerido pela maioria das pesquisas para trabalhar a função cerebral), musculação e atividades ligadas à mente-corpo, como o tai chi. O que se espera agora é descobrir quais tipos de exercícios parecem ter mais benefícios para o cérebro e como esses movimentos deve ser distribuído em minutos, horas e dias.

É verdade que essas informações podem nos ajudam a sermos mais proativas e a retardarmos um declínio cognitivo cerebral, além de evitar doenças degenerativas mais graves, como a demência e o mal de Alzheimer. Mas, enquanto essas respostas não chegam, que tal fazer de tudo um pouco? Entre aulas de bike, musculação, yoga e natação, você trabalha todas áreas do corpo e deixa seu cérebro e coração sempre saudáveis. Tem coisa melhor?


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
APP VIVO MULHER
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site by Miss Lily

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação