5 destinos diferentes (e baratos!) para viajar durante a crise

Pensando em viajar, mas sem gastar muito? Dá uma olhada nesses cinco destinos incríveis, com hotéis econômicos e muitos passeios gratuitos

1 738

É verdade que a situação não é das melhores! Com o dólar acima dos R$ 3, fica praticamente impossível pensar em viajar, né? Ainda mais para o exterior. Mas, calma! Você não precisa cancelar suas férias por conta da crise. O UOL Viagem separou cinco destinos incríveis e bem mais baratos do que os tradicionais Estados Unidos, Canadá e Europa Ocidental.

As sugestões foram tiradas depois de uma pesquisa no site Skycanner – um dos principais buscadores de passagens aéreas e hotéis da internet. À princípio, o preço da passagem pode até assustar, mas o valor da diária dos hotéis é tão em conta e as opções de passeios gratuitos são tantas que ao fazer as contas, os roteiros compensam… e muito! Escolha já para qual destino viajar:

Índia
Índia-9

Passagens de ida e volta para a Índia podem custar bastante (em média R$ 4 mil). Entretanto, ao pisar na terra de Gandhi você percebe como tudo fica bem barato. Quer um exemplo? Hotéis três estrelas na cidade de Agra, cobram diárias de apenas R$ 64 para duas pessoas (R$ 32 cada). Já em Nova Delhi, a capital da Índia, hotéis muito bem avaliados cobram um pouco mais de R$ 50 por quartos duplos. Bom, né?

E quando o assunto é alimentação, é possível comer em bons restaurantes indianos por menos de R$ 20 por pessoa e transitar pelas cidades nos famosos tuc-tucs gastando menos de R$ 10.

Na hora de programar seus passeios, pode comemorar! Muitas das atrações turísticas da Índia são gratuitas. Você não paga nada para assistir as fantásticas cerimônias religiosas no rio Ganges, nem para conhecer os tempos hindus de Nova Delhi. Assim fica fácil viajar, né?

Sri Lanka
sri-lanka-elephants-bathing.jpg.pagespeed.ce.de5uXX-o8F

Essa ilha ao sul da Índia está recheada de lindas praias, monumentos budistas e áreas florestais cheias de elefantes. Mesmo pagando R$ 4.500 na passagem aérea, o país oferece um dos custos de vida mais baixos da Ásia, especialmente para quem adora fazer trilhas. Em Colombo, a capital do país, as diárias dos hotéis custam menos de R$ 35 por pessoa (com café da manhã incluído). Já na praia de Mirissa, um dos cartões postais de Sri Lanka, pousadas à beira-mar cobram a partir de R$ 50 por pessoa a diária.

A passagem de trem entre Colombo e Galle (9 horas de viagem) custa cerca de R$ 45, enquanto o ingresso para o principal recanto ecológico do país, o Parque Nacional Udawalawe, onde você pode observar elefantes vivendo em seu ambiente natural, custa cerca de R$ 80 por pessoa.

Vietnã
vietna
Assim como a passagem para a Índia, você vai precisar, em média de R$ 4 mil para ir e voltar do Vietnã. Lá, entretanto, a economia é enorme! Quartos individuais de três estrelas podem ser encontrados por até R$ 30 em diversas cidades do país, como Hanói e Cidade de Ho Chi Minh (a antiga Saigon).

A pesquisa do Skyscanner mostrou também que os táxis por lá cobram em torno de R$ 6 por corridas de duração média. Um almoço ou jantar chegam a custar menos de R$ 15, enquanto uma passagem de trem entre a Cidade de Ho Chi Minh e Nha Trang, um dos principais destinos de praia do Vietnã custa cerca de R$ 75.

E tem mais: a maioria dos tempos budistas (lindos!) espalhados pelo país têm entrada gratuita. Para quem prefere os passeios com guias, recomendo o tour saindo da Cidade de Ho Chi Minh, guiado de meio dia aos túneis de Cu Chi (onde ocorreram batalhas na Guerra do Vietnã) por aproximadamente R$ 70. Como alimentação incluída!

Sérvia
Sérvia-turismo
Não abre mão de viajar para a Europa? A Sérvia pode ser uma boa opção para quem pensa em viajar durante essa crise. A capital Belgrado tem estabelecimentos hoteleiros bem avaliados com quartos privados por menos de R$ 50 e quartos compartilhados por menos de R$ 20.

Os restaurantes são igualmente econômicos e a maioria de suas atrações turísticas são gratuitas. Olha só que coisa boa. Você não para nada pra passear no forte Kalamegdam (com uma linda área verde com vista para o rio Danúbio) ou para explorar a rua Skardalija, uma das mais belas vias do Leste Europeu.

Quem adora uma boa balada, a entrada de muitos bares com música ao vivo é gratuita e, lá dentro, um copão de meio litro de cerveja local sai por menos de R$ 10. Não é ótimo viajar assim?

Kiev
AMBA-social-kiev-page-image
Pra terminar, mais um destino europeu bem baratinho pra você viajar é a Ucrânia. E não precisa assustar: apesar do confronto armado que o país trava com a Rússia, Kiev está distante do combate, é segura, linda, baladeira e perfeita para quem quer viajar sem gastar muito.

Mochileiros podem alugar quartos compartilhados por até R$ 15 em hostels, enquanto quartos privativos de ótima qualidade, cobram R$ 40 a diária. Nos restaurantes de Kiev você pode experimentar o delicioso borsch (sopa de beterraba típica da Ucrânia) por cerca de R$ 10 e pagar no máximo R$ 30 em refeições completas em bons restaurantes.

Na hora de programar seus passeios, não deixe de passear por lindas praças, avenidas e ruas arborizadas e cheias de coloridas igrejas ortodoxas – tudo de graça!

E aí, gostou das sugestões? Econômicas, né? Para qual desses destinos você gostaria de viajar primeiro?

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Fonte: UOL Viagem