Menu
 1938
Baixe agora meu e-book: 10 erros mais comuns ao falar em público
Marissa Mayer: “ousar” foi um conselho que ela guardou

marissa4

Dona do terceiro maior salário anual entre as executivas do mundo em 2014, 59,1 milhões de dólares, Marissa Mayer, aos 39 anos, CEO do Yahoo.com, com certeza tem muito a ensinar a todas nós. E a primeira lição que ousa compartilhar é dividir um conselho dado por um colega de área, igualmente vencedor na promissora carreira de marketing digital e redes sociais…

sergeyandmarissa

Você pode pensar que o conselho que um titã do mundo coorporativo dá a outra executiva super-bem sucedida , bem às vésperas de ela se tornar uma CEO… é algo que não vai lhe interessar e você pode ignorar, com certeza. No entanto, a última coisa que o fundador do Google, Sergey Brin, disse Marissa Mayer, pouco antes dela assumir o trono de presidente-executiva do Yahoo é algo que foi fundamental no seu caminho de sucesso e todas nós deveríamos ouvir. Especialmente as mulheres.

2015 Fortune The Most Powerful Women Evening With... NYC Event

Em uma entrevista, à revista Fortune, Mayer contou sobre a orientação valorosa que Brin lhe deu, minutos antes de o Yahoo anunciar sua nomeação em 2012. Ela disse que Brin já tinha lhe dado todos os tipos de conselhos menores (que, mais tarde, ela acabou seguindo um a um- como por exemplo -mudar, de cara, o logotipo Yahoo, uma das primeiras coisas que ela fez como CEO), mas que o que mais a impressionou e marcou mesmo sua trajetória ficou para o fim da conversa entre os dois.

mayer working

Ela estava saindo do escritório dele e já fechando a porta, quando Brin chamou-a de volta, e disse: “Marissa, espere! Só mais uma coisa: Não se esqueça de ser ousada”. E ela guardou isso como um verdadeiro talismã. É isso aí. Esse é o conselho que as mulheres (todas nós) precisam ouvir. Porque muitas de nós podemos ter problemas de confiança.

Há sempre um novo estudo que oferece mais evidências do problema. A última pesquisa anunciada pela Universidade da Pensilvânia, revelou que estudantes universitárias do sexo feminino são menos confiantes sobre suas perspectivas de emprego e salário do que os homens. Cicatrizes de tempos já passados? Não é um absurdo?
É o mais recente dos tijolos de uma parede dura de evidência que mostra as mulheres inseguras, inclusive no seu ambiente de trabalho, por não acreditarem ter um futuro de carreira promissor.

book

A chefe do setor de operações do Facebook, Sheryl Sandberg, falou sobre o assunto em seu recente livro “Lean In” (Curve-se) altamente divulgado e discutido sobre a mulher ter que adaptar-se a um mundo coorporativo de regras masculinas. Em um novo livro, detalha uma série de exemplos deprimentes da propensão das mulheres a se resignar a posições insignificantes.

foto autoras
Em um artigo crítico, as autoras Katty Kay e Claire Shipman (“The Confidence Code”) contam a história de uma amiga que supervisiona dois subordinados diretos de um diretor de multinacional: Rebecca e Robert. Rebecca é sempre muito reservada em seu trabalho. Diligentemente cumpre suas funções. Quando ela precisa falar com o chefe, ela marca um horário da agenda dele. Ela não fala nada em reuniões com clientes. Quando ela recebe uma crítica direta, às vezes ela chora. Enquanto isso, Robert (mesmo nível hierárquico) entra no escritório do chefe, sem bater na porta, constantemente com novas idéias. Muitas delas, nada criativas, mas ele não parece se importar e arrisca sempre.
Kay e Shipman escreveram: Nossa amiga supervisora relatou que Rebecca tinha idéias valorosas, mas as guardava para si. Ela tinha a sensação de que se Robert acertasse uma sugestão qualquer, subiria de cargo, sem dificuldades. Era apenas uma questão de tempo. Enquanto Rebecca seria deixada para trás, contando com o respeito de seus colegas, mas nunca um salário mais elevado, por maior que fosse sua contribuição. Mais responsabilidades, ou um título mais importante era o máximo que iria alcançar. Claro que, como observam os autoras, as mulheres estão muitas vezes em uma sinuca de bico quando se trata de ousadia. As mulheres que se mostram mandonas e decisivas no trabalho, muitas vezes rotuladas de “oferecidas”. Mas as coisas estão mudando… Graças a pessoas como as próprias Sheryl Sandberg e Marissa Mayer.

Então faça do conselho recebido por Mayer, um mantra para a sua vida: – Não se esqueça de ser ousada! De confiar em você mesma e não seguir regras machistas que vão ser obstáculos no seu caminho de sucesso. Boa sorte!

bj pra vcs
Fabi Scaranzi

Fonte: Huffington Post  Fotos: Google FreeShare

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação