Tosse no inverno: identifique os tipos e veja como tratar

Sabia que cada tipo de tosse pode indicar um tipo diferente de infecção ou alergia? Veja como reconhecer sua tosse, tratar e principalmente: como prevenir!

1 765

tosse 1

Basta esfriar um pouquinho para que os primeiros sintomas das doenças de inverno comecem a aparecer. A tosse, por exemplo, é um problema comum pra muita gente nessa época do ano; o que pouca gente sabe que é que existem diferentes tipos da doença.

Segundo a dra. Maura Neves, otorrinolaringologista da Clínica MedPrimus, a função da tosse é remover agentes irritantes, limpar a via respiratória e defender o organismo de agentes nocivos inalados. “A tosse pode ser seca ou produtiva. A diferença entre elas é a presença de muco. Na tosse produtiva há presença de secreção, que pode ser de pequena a grande quantidade, de clara a mais escura e até com laivos de sangue. A cor da secreção é um dos indicativos da causa”, explica.

Se você costuma ter tosse nessa época do ano, a especialista Maura Neves te ajuda a reconhecer os três diferentes tipos da doença e a identificar o que tem causado essa sua irritação.

Secreção clara ou transparente: está associada a alergias ou gripes e resfriados. Já a secreção amarelada ou esverdeada sugere infecção. A presença de secreção sanguinolenta está associada à pneumonia, bronquite ou situações mais graves como tuberculose e câncer.

Tosse seca: não tem secreção e muitas vezes está associada àquela “coceira” na garganta. Nestes casos a tosse causa irritação na garganta. E quanto mais irritação mais tosse, e quanto mais tosse mais irritação.

Tosse aguda: A médica explica que a tosse também é dividida por sua duração. Uma tosse aguda, habitualmente, é de curta duração. Muitas vezes apresenta outros sintomas como obstrução nasal, dor de garganta, rouquidão e etc. Já os sintomas crônicos duram mais de 8 semanas e tem causas diversas.

E atenção: se sua tosse persistir, um médico deve ser consultado imediatamente uma vez só o diagnóstico da causa – feito através de exames, exames laboratoriais e de imagem, além da história clínica do paciente – será capaz de indicar o tratamento correto

O caminho é prevenir
Melhor do que tratar sua tosse é prevenir que ela apareça! Para isso, dra. Maura Neves listou algumas medidas práticas e eficientes para você blindar o organismo dessa doença chatinha, principalmente no frio:

1. Hidrate-se! beber água ajuda na fluidificação de secreções e hidratação de toda a via área.
2. Faça uma lavagem nasal com soro fisiológico. Rinites e sinusites são causas muito frequente de tosse. Manter uma boa respiração nasal sem acúmulo de secreções ajuda a controlar a tosse.
3. Evite comer muito antes de deitar.
4. Evite café, chá preto ou mate, chocolate e alimentos condimentados: eles podem piorar sintomas de refluxo.
5. Umidificador ou vaporizador nos dias mais secos ajudam a aumentar a umidade do ar.
6. Mantenha o ambiente ventilado.

Fim das dúvidas? Tosse no inverno, nunca mais!

Bjs,
Fabi Scaranzi