10 erros comuns na hora de passar rímel

Usar rímel velho, não acertar nos movimentos, esquecer o curvex... é normal ter dúvidas na hora de usar um produto de maquiagem tão comum quanto o rímel! Abaixo eu desvendo todas elas

0 1705

erros-ao-passar-rimel

Bom e velho conhecido no mundo da beauté, o rímel é item fundamental na hora de fazer uma make, das mais simples às mais poderosas! E parece tão fácil pensar nele, né? Afinal, quem é que consegue sair de casa sem rímel? Fica até difícil de imaginar!

A verdade é que até um produto tão popular quanto o rímel pode causar algumas dúvidas na hora de aplicar e não é à toa: as cerdas têm tamanhos e curvaturas diferentes, cada um deles têm uma finalidade (alongar, dar volume…) e até o movimento do rímel dos cílios influencia há hora de criar o efeito desejado.

Pensando nisso, separei abaixo as principais dúvidas quando o assunto é aplicação do rímel! Tenho certeza que você vai se tornar uma expert no assunto!

1. Não passar rímel na raiz dos cílios
Para criar um efeito de cílios alongados e volumosos não adianta passar o rímel apenas nas pontinhas. É preciso também se dedicar a raiz dos cílios e, então, levar o pincel até as pontas. Assim, eles não correm o risco de ficarem pesados e vão criar um visual incrível!

2. Não fazer movimentos de “vai e vem”
Pouca gente sabe, mas o diferencial das maquiagens de salão é que os experts fazem um movimento de vai e vem com o pincel do rímel para que os cílios se encaixem melhor entre os espaços do aplicador. É com essa técnica que seus cílios vão receber mais camadas do produto e ficarão mais firmes e alongados.

3. Não “encaixar” os cílios completamente no aplicador
Infelizmente, só encostar o aplicador do rímel nos cílios não adianta. Você precisa sentir que seus cílios estão sendo puxados, senão o resultado não será visível.

4. Não reforçar as camadas
Na hora da pressa, é normal passar uma camada de rímel e pronto. Mas o efeito fica bem melhor se você caprichar nas camadas e passar quantas achar necessário. Se preferir, espere alguns minutos e, então, recomece a aplicação.

Tutorial-de-como-passar-rímel

5. Não considerar o sentido que os cílios nascem
Pois é, tem isso também! Já percebeu como a pálpebra dos nossos cílios é um pouco curvada? Por isso, não adianta passar o rímel sem considerar o sentido e o movimento dos fios. Preste atenção no sentido natural de cada um deles e, com o aplicador, puxe gentilmente os fios para fora. O resultado fica muito mais natural.

6. Não fechar completamente a embalagem na hora de guardar
A qualidade da sua maquiagem interfere (e muito!) no efeito da sua make. Se seu rímel não for fechado completamente após o uso, em pouco tempo ele vai ficar duro e as mudanças no produto serão visíveis na próxima aplicação, como cílios empelotados e cheios de resíduos. Por isso, rímel velho, fora do prazo de validade ou seco devem ir diretamente para o lixo. Seu rímel precisa ter consistência mole para, somente depois da aplicação, secar em poucos minutos.

7. Não deixar os fios espaçados
É por isso é que tão importante escolher o pincel perfeito para o seu tipo de cílios antes de comprar seu rímel. Na hora de fazer a aplicação, tome um tempo para caprichar no visual e garantir que seus cílios não fiquem colados uns aos outros. Nada mais feio do que aquele olho de “Emília”, né?

8. Não usar ou manusear errado o curvex
Além de alongar os cílios, o curvex é imprescindível para quem precisa levantar o olhar, então, arranje já um curvex pra chamar de seu. Uma dica dada por experts para fazer o aparelho dar um efeito ainda mais bonito na sua make é esquentá-lo um pouco com o secador e só então prensar os fios. Ah, e pra acabar de vez com as dúvidas: o curvex deve ir sempre (sempre mesmo!) antes do rímel. Ao usar o instrumento depois de passar a máscara de cílios, os fios correm o risco de grudarem uns nos outros, além de borrar todo o olho.

eyelash-curler

9. Não abrir mão de certas manias
Sabe aquela mania de fazer movimentos de “vai e vem” com o pincel do rímel dentro do tubinho? Essa prática acaba com a qualidade do produto, já que, com o movimento, você coloca ar para dentro do tubinho, envelhecendo o produto e fazendo com que ele seque muito mais rápido. Se você não gostar do estado líquido da sua máscara nova, o melhor é usar um pincel velho e bem gasto para fazer seu rímel chegar no ponto que você gosta.

10. Não escolher um rímel no mesmo tom do seu cabelo
Muitas mulheres têm a mania de passar a máscara um tom acima do seu cabelo, o que tira o efeito de aparência natural do produto. Loiras devem usar rímel marrom no dia-a-dia, enquanto as ruivas estão liberadas para usarem e abusarem do preto.

Fim das dúvidas? Tenho certeza que agora sua maquiagem vai ficar muito mais bonita!

Bjs,
Fabi Scaranzi