7 maneiras práticas de ajudar o meio ambiente (de verdade!)

Pequenas atitudes contam (e muito!) na hora de ajudar o meio ambiente! Veja aqui o que você pode fazer em casa para salvar o planeta

3 453

Go_Green_960x640

Quem me acompanha aqui no site e no Instagram sabe que eu defendo a ideia de práticas mais saudáveis e conscientes, inclusive quando o assunto em questão é o nosso meio ambiente.

Basta dar uma olhadinha rápida nos jornais para perceber que as coisas não vão bem: as mudanças climáticas são cada vez mais abruptas, as tempestades mais fortes, além das constantes notícias de incêndios florestais (como os de Portugal ou da Chapada dos Veadeiros, em Goiás) e extinção da vida selvagem.

Aí, fica impossível não se perguntar: o que eu posso fazer pra, de fato, contribuir para melhorar com a saúde e preservação do meio ambiente? Ambientalistas e engenheiros ambientais de todo o mundo garantem que existem, sim, algumas atitudes simples que nós podemos pôr em prática para ajudar o planeta. Não sabe por onde começar? Dá uma olhada nessas sete sugestões abaixo!

1. Recicle
Apesar de algumas pesquisas mostrarem que nem tudo o que colocamos na caixa de reciclagem é realmente reciclado, uma boa porcentagem é, então o esforço vale a pena. Se você não tem o hábito de separar o seu lixo, que tal mudar seus hábitos e garantir que recipientes e embalagens sejam jogados no compartimento certo? Vale até incentivar a reciclagem em seu local de trabalho. Com o tempo, essa atitude vai se tornar natural no seu dia-a-dia e a diferença para o meio ambiente é enorme, pode acreditar!

2. Evite embalagens plásticas
Já parou pra analisar quanto plástico existe no mundo? É muito desperdício! Ao invés de comprar uma garrafa de água ou usar copos plásticos toda vez que for a academia, prefira uma garrada de vidro ou aço inoxidável e opte pelos grãos nas seções do supermercado ou invés de embalagens prontas. Que tal?

3. Prefira fontes de energia renováveis
Mora em casa? Uma boa ideia para ajudar o meio ambiente é apostar nos aquecedores solares uma vez que, além de bem mais em conta, a instalação geralmente é gratuita e o uso de energia dispensável. O mesmo vale para a energia eólica, muito usada em prédios e condomínios.

shutterstock_72500704.0.0

4. Aposte numa dieta saudável
Mais um motivo pra você incluir verduras e grãos no seu cardápio: a manutenção da pecuária contribui significativamente para as emissões de gases causadores do efeito estufa, principalmente a carne bovina. De acordo com um cálculo realizado nos Estados Unidos, se a carne fosse trocada por feijão – sem fazer qualquer outra mudança no estilo de vida ou uso de energia – o país poderia se aproximar das metas de emissões de gases de 2020 como promulgadas em 2009. Tem coisa melhor do que ajudar o meio ambiente e, de quebra, blindar a saúde?

5. Conservar/plantar árvores
As florestas não só servem como passeio para quem adora uma aventura, elas também absorvem e armazenam carbono a uma taxa média de 21 kg por ano, por árvore. Sabia que, ao fazer 40 anos, uma árvore terá absorvido até uma tonelada de dióxido de carbono por ano?! Bastante, né?! Por isso, trabalhar pela conservação das nossas florestas e plantar novas árvores é um importante investimento para o futuro. E engana-se quem pensa que, para isso, você precisa de fato colocar a mão na massa. Você pode doar para organizações que se concentram em conservar ou plantar diferentes espécies. Tem um jardim em casa? Que tal plantar você mesma uma árvore? As crianças vão adorar te ajudar nessa missão. Sem contar que aprenderão uma importante lição de responsabilidade e conscientização.

shutterstock_169292039

6. Vote
Agora, mais do que nunca, precisamos de líderes e políticos que possam defender proteções, investimentos e regulamentos ambientais sensíveis. Se informe e se envolva na polícia local e nacional quando se tratar do meio ambiente. O trabalho pode até não ser divertido como plantar uma mudinha ou simples como separar o lixo, mas é assim as mudanças mais drásticas (e reais!) acontecem.

7. Pratique a compostagem
O desperdício de alimentos contribui para o volume do aterro sanitário, emite gases que aumentam o efeito estufa e age como uma oportunidade perdida quando a intenção é criar um solo naturalmente rico capaz de produzir novos alimentos saudáveis. Na internet você encontra vários tutoriais ensinando como fazer a compostagem caseira. Vale a pena dar uma olhada!

Viu como é simples? Quando você começa mudando seus hábitos, por menores que sejam, você faz escolhas melhores para o meio ambiente e até mesmo para a sua saúde pessoal. No fim, todo mundo sai ganhando!

E se você ajuda o meio ambiente de alguma outra forma, não deixe de contar nos comentários. Vamos todos juntos nos empenhar nessa missão. As futuras gerações agradecem!

Bjs,
Fabi Scaranzi