Como acertar na iluminação de cada cômodo da sua casa

Para ler, cozinhar, se vestir, trabalhar... cada cômodo exige um tipo e intensidade diferente de iluminação. Aprenda já como deixar sua casa iluminada e aconchegante

0 945

A iluminação é o detalhe de toda decoração de bom gosto. Mas será que você sabe escolher direitinho o melhor tipo de luz para cada cômodo da sua casa? Bom, o antes de tudo, é preciso entender que existem duas regrinhas básicas: a primeira é que em todos os ambientes (todos mesmo!) você deve combinar fontes de luz em diferentes níveis, e por último, que a iluminação vai depender da função de cada cômodo: ler, se vestir, cozinhar… uns exigirão mais poucos de luz ou lâmpadas mais fortes, já outros nem tanto! Dá uma olhada nessas dicas para acertar na iluminação de cada cômodo.

Sala de estar
Ilumine três dos quatros cantos, focando uma dessas luzes no objeto de maior destaque da sala, seja uma obra de arte, uma planta, uma cadeira… Use uma combinação de abajures e luminárias altas, algumas com a luz voltada para baixo, outras brilhando para cima. Permita que haja pontos de luz próximos de todos os assentos, assim as pessoas poderão ler onde quer que estejam acomodadas. Que tal apostar aqui naquela iluminação com regulagem de intensidade? Além de charmoso, fica super aconchegante.

luminaria

Sala de jantar
Para atrair seus convidados, faça da mesa o ponto mais brilhante da sala. Use um lustre ou luminária comprida em cima da mesa (vale até colocar mais de uma, lado a lado!), limitando a potência máxima de 100 w. Em outro lugar da sala, o melhor é uma iluminação indireta, por ser mais aconchegante e intimista. Coloque pequenas velas sobre um aparador e lâmpadas mais fracas em aparadores, cômodas e raques.

sala 3

Cozinha
Foco na iluminação do teto, com luzes mais baixas principalmente sobre a pia e fogão para clarear bastante as superfícies de trabalho. Use pingentes (luzes sobre armários e prateleiras, como “olhos de boi”) ou até mesmo um abajur resistente para a iluminação de outras áreas da cozinha.

cozinha 2

Quarto
Nada de apostar em uma iluminação muito forte. Aqui vale a pena criar uma atmosfera acolhedora, colocando pequena luminárias ou abajures no criado-mudo. Se tiver spots ou “olhos de boi” pelo cômodo, mire-os para longe da cama, de preferência para o guarda-roupa ou closet. Em uma mesa baixa, coloque uma lâmpada e colorida (que tal uma rosê) de baixa potência para imitar as chamas de uma vela ou criar um efeito diferente.

quarto

Banheiro
A melhor forma de aplicar maquiagem é com a ajuda de um espelho com moldura iluminada ou com um par de luminárias entre ele. Depois, coloque uma iluminação indireta para preencher qualquer ponto de sombra, mas sem deixar que lâmpadas fortes demais realcem possíveis sujeirinhas.

banheiro

Acerte na voltagem
Cada lâmpada tem uma vantagem e cada uma delas tem uma função diferente. Veja qual escolher dependendo da sua necessidade:

Para leitura: use lâmpadas de 40 a 60 watts. Para evitar sombras, a lâmpada deve estar posicionada entre a sua cabeça e a página. Uma luminária de metal ajuda a cortar o brilho e gerar a sensação de tom opaco ao ambiente.

Para trabalhar no computador: uma dica para evitar a cansaço dos olhos é manter a luz da sala não mais brilhante que a da tela. Sessenta watts em uma luminária complementada por uma luz suave no ambiente fará o truque e dará o efeito que você precisa.

Para passar maquiagem: abuse das luzes sem medo! Lâmpadas de 60 a 80 watts serão o suficiente para deixar a região iluminada, principalmente se forem colocadas em spots. Outra boa ideia é comprar uma régua com várias spots e colocar de três a quatro lâmpadas mais fracas, de 25 watts. Instale uma luz de 80 watts no teto se precisar de mais.

Para cozinhar: quanto mais luz, melhor, afinal você precisa de focos de iluminação para ler receitas, checar prazos de validade, fatiar ingredientes… luzes de 100 watts te ajudarão nesse trabalho!

Dicas anotadas?

Bjs,
Fabi Scaranzi

 *Imagens: Pinterest