Fechar
Fabiana Scaranzi
Menu
 1235
Mansplaining: como não deixar que ela abale sua autoestima no trabalho!
Alguma vez já se sentiu inferiorizada por um homem no ambiente corporativo? Entenda o que é mansplaining e como sair por cima

image

Mesmo sem perceber, você já deve ter sofrido “mansplaining”, principalmente dentro do ambiente de trabalho. Isso acontece quando um homem explica pra gente de forma extremamente didática e detalhada – quase como se estivesse falando com uma criança – algo super fácil de entender, insinuando que não temos capacidade mental para compreender de outra forma.

A palavra mansplaining vem do inglês e nada mais é do que a junção de “man” (homem) e “explaining” (explicar). Normalmente, o mansplaining é praticado quando o homem percebe que a mulher domina o assunto que ele está se propondo a explicar e corre o risco de ser “superado”.

E de que forma o mansplaining pode afetar a carreira da mulher? Simples! Além de abalar (e muito!) a autoestima, a prática mexe com a nossa motivação e até credibilidade no meio corporativo uma vez que nossas ideias passam a ser ignoradas e até repetidas por um colega homem – que vai receber toda atenção e créditos!

Mulheres unidas = força total!
Já ouviu falar em sororidade feminina? Sinônimo de confiança e união entre as mulheres, esse apoio das colegas de trabalho pode ser uma boa arma para acabar com o mansplaining. A ideia é que uma incentive a outra a se levantar contra essa postura machista, não permitindo que limitações sejam importas pelo time masculino.

Como lidar com o mansplaining
Não dá pra esperar uma mudança de atitude dos homens, né? Por isso, é fundamental que nós, mulheres, estarmos conscientes de que essa atitude não é natural. Pelo contrário, ela é desrespeitosa e precisa ser encarada de frente. “Quanto maior a autoconfiança da mulher, mais fácil será lidar com o problema”, explica a psicóloga de São Paulo, Marília de Abreu.

Percebeu que está sofrendo mansplaining? De maneira educada e sem alterar a voz peça licença, interrompa e jogue a real! Diga que aquele assunto é da sua responsabilidade e expertise e que você é capaz de liderar a questão sozinha.

Resultado de imagem para man and woman at work

De olho nas pesquisas
A Universidade da Califórnia provou através de um estudo que além do mansplaining, em muitos ambientes de trabalho ocorre também o manterrupting – quando o homem interrompe a mulher para mostrar mais poder diante de uma discussão. “Se isso acontecer, novamente peça licença e diga que mesmo sabendo que o colega deseja colaborar, você gostaria de concluir seu raciocínio”, sugere a especialista.

A pesquisa mostrou também dois outros tipos de comportamento muito comuns no meio corporativo: o bropriating – que acontece quando um homem se apropria de uma ideia que a mulher já havia sugerido, e o gaslighting – quando o homem julga a mulher como louca ou surtada por ter um ponto de vista diferente do dele.

Mesmo que seja de maneira sutil, essas formas de agressão verbal tão comuns no cotidiano podem contribuir para diminuir a autoestima da mulher e, consequentemente, prejudicar sua carreira. Por isso é tão importante que o time feminino se una contra essa cultura. Nada de aceitar ser tratar como inferior ou incapaz, ok?

Bjs e sucesso,
Fabi Scaranzi

*Fonte: financasfemininas.uol.com.br


  • rosangela

    Ótima matéria, muito obrigadapor alterar o blog. ficou demais.

FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
APP VIVO MULHER
Stay Connected
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site by Miss Lily

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação