Menu
 17652
Baixe agora meu e-book: 10 erros mais comuns ao falar em público
Super Nanny ensina 10 regras para educar as crianças!
Cris Poli, educadora do programa Super Nanny, ensina 10 regras básicas (e essenciais!) para educar as crianças, independentemente da idade

img_lastminute_42521

No ar desde 2006, o programa Super Nanny, exibido pelo SBT, faz o maior sucesso. O motivo? A educadora passa dias avaliando a rotina da família, a interação entre pais e filhos e a forma com as crianças são educadas para depois revelar o que precisa ser mudado e, principalmente, como melhorar a relação entre eles e educar os filhos na forma correta.

Ao longo dos episódios, Cris Poli, a famosa (e polêmica!) babá, revelou 10 regras básicas que qualquer família precisa seguir na hora de educar a criançada. Ficou curiosa? Espia só! As regrinhas valem ouro!

1. Quem manda são os pais
Para a educadora, essa regra é indiscutível! Os pais – e somente eles – devem assumir a autoridade da educação dos seus filhos. É você (e seu marido!) quem sabe melhor do que ninguém o que é melhor para a criança e deve deixar isso claro sempre. Se você não se impor, não vai demorar até que os pequenos dominem a casa toda!

2. Não tenha medo das crianças
Parece besteira, mas o medo da reação dos seus filhos também se torna um empecilho na hora de educar. Afinal, as crianças também têm armas poderosas para conseguir o que querem: gritar, chorar, espernear e até bate. Mesmo diante dessas reações, você não deve afrouxar e recuar. Ao tomar uma decisão, continue firme e não volte atrás. Cada vez que você recuar, seu filho ganha autoridade e não vai demorar até que ele esteja “mandando” em você.

super-nanny-10-regras-de-ouro-menino-chorando-02

3. Os pais são os principais responsáveis pela educação dos filhos
É natural que os filhos se deparem com diferentes regras, inclusive sobre um mesmo assunto, aí fica difícil. A escolha diz uma coisa, a babá e a até a igreja outra, mas é preciso lembrar sempre que os principais educadores dos seus filhos são os pais. Mesmo que você e seu marido trabalhem fora, não terceirizem essa obrigação. Só vocês têm o poder de formar o caráter da criança e ensinar a ela o que é certo e errado.

4. Não tenha medo de falar “NÃO”
Não tem jeito: educar significa também impor limites. E se esses limites são forem impostos desde cedo, com certeza seu filho terá problemas para conviver com familiares, amiguinhos e até professores no futuro. Dizer “não” as vezes é de partir o coração, mas por mais que ele chore, insista ou até pare de falar com você, mantenha-se firme. Lembre-se que ele vai ouvir muitos “nãos” na vida e, se crescer sabendo como reagir a isso, ele com certeza será um adulto muito mais forte.

5. Crie uma rotina
É preciso definir horários para toda e qualquer atividade das crianças. Determine a hora de dormir, de brincar, de estudar, ver televisão, jogar videogame… só assim elas terão tempo para fazer tudo. Lógico que uma vez ou outra não tem problema abrir exceções, mas é essencial que no dia-a-dia ela tenha uma rotina com tudo aquilo que você considera importante para a formação da criança.

super-nanny-10-regras-de-ouro-menino-dormindo-rotina-05

6. Sempre que puder brinque com eles
A gente sabe como a rotina anda cada vez mais corrida e que você chega morta do trabalho, mas na hora de educar, tirar um tempo para brincar com as crianças também é importante. É nesse momento em que você vai poder conhecer melhor e educar seus filhos. Como? Ensinando lições como a importância de perder, dividir, esperar… questões que ele vai vivenciar a vida toda, mas que vai superar muito melhor se tiver sua confiança e cumplicidade.

7. Escute o que eles têm a dizer
Muita coisa mudou e com certeza a criação da sua geração é diferente da de agora. Por isso, vale a pena ouvir o que as crianças têm a dizer antes de tomar uma decisão. Ouça seus argumentos, tente ser flexível e considere o lado delas. Essa pequena atitude ajuda a criar um diálogo entre vocês e construir uma relação de confiança entre pais e filhos. Só não se esqueça que a decisão final é sua e é a sua palavra que deve prevalecer.

8. Não sobrecarregue os pequenos
Quanto antes as crianças estiverem preparadas para o mercado de trabalho, melhor, mas não precisa forçar ao ponto de deixa-las estressadas ainda na infância. Por isso, não exagere na quantidade de cursos e atividades em que você matricula seus filhos. Educação é importante, mas dar e eles tempo para brincar e relaxar também é importante para o desenvolvimento deles.

super-nanny-10-regras-de-ouro-menino-cansado-09

9. Força física, não!
Cris Poli é totalmente contra a violência física na hora de educar as crianças. Para ela, ao invés de ensinar valores, o ato só assusta e traumatiza os pequenos. É preciso, entretanto, aprender a falar com força para se impor diante dos filhos. Você pode dar bronca, por de castigo, tirar algo que ele goste, mas nunca machucar. Punir não é errado, mas agredir não leva a nada!

10. Dê às crianças pequenas responsabilidades
Seu filho não será mais feliz se você o poupar de todas as obrigações e dar a ele tudo o que ele quiser. É importante para a formação do caráter que desde cedo você às crianças pequenas autonomias e responsabilidades, assim ele vai entender que precisa batalhar para conquistar o que quer. E não precisa ser nada muito grandioso. Só o fato de ele guardar seus próprias roupas e brinquedos já será o suficiente para que ele aprenda o que significa ter obrigações.

Dicas anotadas?

Bjs,
Fabi Scaranzi

*Fonte: Revista Claudia
*Imagens: Shutterstock


VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DISSO
FAB PRODUÇÕES
BIOGRAFIA
PALESTRAS
  • Mulheres muito além do salto alto
  • Albert Einstein
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site por Design Ideal

Fabiana Scaranzi

Site feminino, com notícias, beleza, moda, saúde e bem-estar.

Coaching, Viagens, Vídeos, Como Fazer, Mundo Scaranzi

Por Fabiana Scaranzi

Miss Lily Comunicação