Infarto feminino: conheça as causas, sintomas e como prevenir

Sabia que os sintomas de doenças cardíacas são diferentes entre homens e mulheres? Saiba tudo sobre o infarto feminino e aprenda como cuidar do seu coração

0 2151

uv3nvl2eib8

Nunca se ouviu tanto falar em infarto feminino! O principal motivo, dizem as pesquisas, é a quantidade de responsabilidade e stress que nós, mulheres, enfrentamos diariamente.

O assunto é tão sério que fiz questão de dedicar um capítulo inteiro do meu livro “Mulheres Muito Além do Salto Alto” sobre o assunto. Sabia que, por ano, 200 mil mulheres morrem de ataques cardíacos nos Estados Unidos. Com números tão alarmantes não dá pra ser indiferente, né?

Outro fato curioso é que muito ligado ao infarto feminino está o Broken Heart Syndrome (Síndrome do Coração Partido), uma espécie de infarto causado 100% pelo stress emocional.

Dr. Roberto Kalil Filho, diretor clínico do Instituto do Coração (InCor) e diretor do Centro de Cardiologia do Hospital Sírio-Libanês explica que o stress, principalmente, está associado à ansiedade e leva à liberação de hormônios, como a adrenalina, que tem efeitos ruins para a circulação, levando ao aumento da pressão arterial e pior dos lipídios no sangue. “O stress também está associado a uma maior incidência de tabagismo e depressão, que são fatores conhecidos no aumento de complicações cardíacas e infarto”, diz.

Por isso, quando algo não vai bem e você sente que suas emoções estão à flor da pele, é sempre bom desacelerar e procurar ajuda profissional, seja ele um psicoterapeuta, acupunturista, nutricionista, aulas de meditação, ioga ou até orientações religiosas. Por que, não?

Infarto feminino e suas particularidades
De qualquer forma, depois de uma certa idade, o coração pode, independentemente do seu estado emocional, apresentar problemas que só um especialista pode diagnosticar. Dr. Roberto Kalil Filho lembra que as mulheres durante a fase fértil da vida têm uma relativa proteção cardíaca e, por isso, a doença acaba aparecendo mais tarde nas mulheres do que nos homens – uma diferença que pode chegar a 10 anos!

Sintomas do infarto feminino
Por apresentar sintomas diferentes dos homens muitas mulheres acabam atrasando o diagnóstico e retardando o tratamento. Segundo a American Heart Association, esse é o guia para sinais de um ataque cardíaco em mulheres:

Pressão desconfortável ou dor no centro do peito, que dura alguns minutos ou vai e volta
Dor ou desconforto em um ou ambos os braços, nas costas, no pescoço, na mandíbula e no estômago
Falta de ar (com ou sem desconforto no peito)
Outros sinais, como suar frio, náuseas ou vertigens

f_147454

Fatores de risco
Os sintomas entre homens e mulheres para o infarto podem até ser diferentes, mas os fatores de risco são os mesmos. Olha aí!

Idade
Histórico familiar de infarto precoce
Hipertensão
Tabagismo
Diabetes
Aumento dos níveis de colesterol
Excesso de gordura na região abdominal, já que elas liberam na circulação fatores inflamatórios que aumentam as chances de trombose e lesão vascular

Formas de prevenção
Não tem jeito, a melhor forma de prevenir o infarto feminino ainda é manter um estilo de vida saudável e alimentação balanceada. “Praticar exercícios físicos regularmente, interromper o hábito de beber e fumar e restringir a quantidade de gordura saturada e sal ingerida semanalmente são algumas das atitudes que você deve levar pra vida”, lembra o especialista, além de manter a pressão, o açúcar no sangue e colesterol sempre dentro dos níveis recomendados.

cardio-848x458

Eu, entretanto, tenho algumas dicas pessoais pra você desacelerar e manter seu coração saudável em todos os sentidos:

Praticar meditação, ioga e exercícios de respiração profunda
Dar uma pausa no computador e ver o que tem de bom lá fora, longe de casa ou do escritório
Dar risada
Passar um fim de semana na praia
Colocar uma música e dançar sozinha
Jogar boliche
Namorar mais
Tomar chá de erva-cidreira, camomila, melissa
Participar de happy hours com os amigos
Celebrar cada conquista da vida, por menor que seja

E aí, pronta pra cuidar do seu coração? 

Bjs,
Fabi Scaranzi