20 músicas para aumentar sua concentração no trabalho

Ouvindo as músicas certas é possível aumentar o foco e a concentração na tarefa, além de treinar a mente para se acostumar aos pequenos ruídos do dia a dia

0 1222

ouvir-musica-no-trabalho

Enquanto para uns o silêncio é imprescindível para fazer o dia render mais, para outros trabalhar ou estudar sem um pinguinho de barulho é um verdadeiro desafio para a concentração.

Aliás, sabia que trabalhar ou estudar para um prova super concorrida como a de um concurso público, por exemplo, sob absoluto silêncio pode ser uma verdadeira armadilha? Quem garante é o especialista em memorização e coach da SouGenius, Felipe Lima que, em sua tese, explicou que se na hora da prova houver barulho, o candidato sofrerá bastante para conseguir se concentrar em meio aos ruídos.

Se você faz parte desse time, uma boa ideia para conseguir essa concentração é ouvir músicas enquanto trabalha ou estuda. Assim você se adapta, desde a preparação ao ambiente que contém ruído, seja ele uma prova importante, uma palestra, convenção ou simplesmente aquele burburinho comum nos escritórios lotados.

Em entrevista, o especialista Felipe Lima disse ainda que a música vai muito além de fazer o profissional ou estudante se acostumar com o barulho. Ao buscar a música como meio de concentração, você modula sua freqüência mental e estimula o foco. Bom, né?

As músicas, entretanto, funcionam melhor para estimular seu rendimento e concentração em tarefas repetitivas e que não exijam muitas habilidades cognitivas. Um estudo antigo, realizado em 1972, já havia concluído que trabalhadores de fábricas desempenhavam melhor seus papéis ao som de músicas empolgantes e felizes.

Escolhendo as músicas certas pra você
O tipo de música é por sua conta! Até porque é impossível se concentrar ouvindo um estilo musical que não te agrada, né? Agora, tome cuidado para não escolher aquelas músicas que você é super “fã” e ao invés de focar no trabalho ou estudo, passar o dia cantando!  Isso acontece porque algumas áreas do seu cérebro – aquelas que geralmente prestam atenção à melodia, à letra ou lembram quando você ouviu a música pela primeira vez – não estarão disponíveis durante a realização do seu trabalho. Aí o efeito da música acaba sendo totalmente inverso!

Se você precisa trabalhar habilidades cognitivas, prefira músicas instrumentais já que elas estimulam seu lado criativo, principalmente se o seu trabalho envolver algum tipo de escrita ou criação.

Agora, se você não é muito fã de músicas instrumentais, aqui vai um aviso: ao ouvir música com letra, seu cérebro terá que trabalhar com essa informação e aí, até mesmo escrever um simples e-mail acaba sendo um desafio enorme. O truque? Criar uma playlist só com músicas estrangeiras, de preferência em uma língua que você não domine!

gravando-aulas

Atenção ao volume
Nada de estourar o fone de ouvido! O mais indicado, para trabalhar seu foco e concentração, é escutar músicas em volume bem baixinho, quase em inaudível. Agora, se você sentir que hoje é um daqueles dias em que o trabalho ou o estudo não está rendendo, experimente escolher uma música mais alegre e agitada, e aumentar o volume. Quem sabe tudo o que você precisa é uma injeção de ânimo para encarar os desafios desse dia, hein? Não é assim que eles fazem nas aulas de academia? Haja música alta pra fazer a gente suar a camisa nas aulas de spinning!

20 sugestões pra ouvir já!
Em entrevista ao site da revista Exame, Felipe Lima listou 20 músicas que podem ajudar (e muito!) quem precisa manter a concentração na hora do trabalho ou estudo. Inclua-as já na sua playlist!

Fique de olho nessas dicas
Sabia que, ao ouvir uma música, seu cérebro é capaz de prever as notas mais altas que vem a seguir e isso acaba tirando completamente a sua concentração enquanto espera o ápice da canção finalmente chegar? Por isso, quanto mais simples a música, melhor! Que tal um pouquinho de música clássica, erudita, jazz, músicas mais lentas ou até trilhas sonoras de filmes para o trabalho hoje? No Spotify existem várias playlists com esses gêneros que eu tenho certeza que vão te ajudar bastante!

E por fim: nada de passar o dia inteiro com fones no ouvido! O mesmo estudo realizado em 1972 descobriu que o benefício da música desaparece quando passamos a ouvi-la sem intervalos. É que as vezes nosso cérebro precisa de todas as cognições possíveis para trabalhar direitinho. Por isso, se você está diante de uma tarefa mais complexa, como tabelas ou contas, o melhor é realizá-las em silêncio.

Bjs,
Fabi Scaranzi