Aprenda a abaixar sua pressão alta de maneira natural

Alguns cuidados com a alimentação e adaptações na rotina são fundamentais para quem sofre de pressão alta e precisa blindar a saúde

1 1496

fabi

Você com certeza deve conhecer alguém hipertenso, ou seja: alguém que sofre de pressão alta. Esse aumento na pressão acontece quando o sangue, ao passar por cada veia e artéria exerce uma tensão sobre as paredes desses vasos. Pra simplificar, basta imagina a água passando por uma mangueira.

Quando essa tensão é igual ou acima do considerado normal (14 por 9 em repouso) acontece o que os especialistas chamam de hipertensão. De acordo com a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), uma em cada quatro pessoas hoje são hipertensas. Bastante, né? E engana-se quem acha que só porque se alimenta bem, faz exercícios físicos e tem boas horas de sono todas as noites, está inume à pressão alta. Lógico que isso ajuda (e muito!) a blindar sua saúde, mas o processo natural de envelhecimento e até picos de stress podem ocasionar em quadros do problema.

Especialistas explicam que anualmente 68 mil pessoas morrem por causa de um derrame no Brasil, sendo essa a nossa primeira e principal causa de morte. E mais: a maioria dos problemas cardiovasculares começam com aumento da pressão.

Tendo esses números alarmantes em mente, não tem jeito: o melhor é se cuidar e prevenir! De acordo com o cardiologista Leonardo Aguiar, vez ou outra, nosso organismo precisa de uma breve alteração de pressão para realizar algumas atividades, mas quando o corpo não consegue controlar alguns picos de pressão e ela permanece alta por um tempo maior do que o necessário, passam a surgir lesões nos nossos órgãos-alvo, como rins, coração e cérebro. E, se não cuidados a tempo, seus prejuízos podem ser fatais.

Mas vamos às boas notícias! É possível, sim, gerenciar os fatores de risco e abaixar sua pressão alta de maneira natural, sem precisar da ajuda de remédios. Como? De acordo com o dr. Leonardo Aguiar, o primeiro passo é criar o costume de medir sua pressão com um medido específico (facilmente encontrado em farmácias) e assim ter um controle do seu nível de pressão sempre que possível.

medidor

E se manter uma dieta saudável é fundamental para manter a pressão equilibrada, a dica mais importante talvez seja evitar ao máximo o uso de sal. Devido sua composição química, o principal tempero na mesa dos brasileiros aumenta o volume de sangue dentro das veias e artérias, podendo resultar em picos de pressão.

Enquanto alimentos em conservas e embutidos são um perigo para quem sofre de pressão alta graças à forte concentração de sódio, os grãos integrais devem ser ingeridos diariamente, por serem ricos em fibras. Vale a pena então colocar na sua lista de supermercados alimentos frescos, como tomate, cenoura e brócolis (ricos também em minerais e fibras), aveia, quinoa, arroz integral e milho. O especialista lembra também da importância das nozes, já que elas contêm o famoso colesterol bom, gordura importante para a nossa saúde, mas devem ser sempre consumidas com moderação.

Especialistas sugerem também o consumo de alho como remédio natural contra a pressão alta já que ele possui efeitos extraordinários na dilatação das artérias, o que previne a formação de trombos. Na verdade, basta apenas incluir um dente de alho na dieta diária para obter estes benefícios. O mesmo vale para o chocolate amargo! Alguns estudos, como o realizado na Universidade da Colônia, na Alemanha, sugerem que consumir chocolate preto possui efeitos positivos na diminuição da pressão alta. Isto se deve principalmente ao fato do chocolate conter flavonoides, um elemento que é muito importante para manter a pressão arterial em equilíbrio.chocolate-amargo

As atividades físicas e até meditação, yoga e pilates também fazem parte desse processo. De acordo com um artigo publicado em 2003 na revista do Departamento de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), “por meio do treinamento físico, é possível para o paciente hipertenso diminuir a dosagem de seus medicamentos anti-hipertensivos ou mesmo ter sua pressão arterial controlada sem a adoção de medidas farmacológicas”.

fabi tenis

É claro que, em alguns casos, o uso de medicamentos diários é fundamental para manter os níveis da pressão sanguínea sempre equilibrados e só um especialista saberá indicar qual é a melhor forma de tratamento para o seu caso. Entretanto, se você não sofre constantemente de pressão alta, mas se vê com picos de pressão de vez em quando, fazer algumas adaptações na sua dieta, na rotina de exercícios e buscar um sono de qualidade pode ser tudo o que você precisa. Pressão alta, nunca mais!

Bjs,
Fabi Scaranzi