Xô, sedentarismo! 30 motivos pra começar a malhar já

Precisando de um empurrãozinho pra deixar o sedentarismo de lado? 30 motivos saudáveis vão fazer você sair já do sofá e se matricular na academia mais próxima!

2 2494

fabi exercicio

Malhar vai muito além da estética. Mesmo que esse seja o principal motivo do grande número das matrículas na academia hoje, muita gente ainda sente aquela preguiça na hora de começar a realizar atividades físicas e não demora a cair no sedentarismo. Primeiro você precisa escolher uma atividade física da qual goste. Se não fizer isso, o risco de começar e para é grande.

Mais do que ganhar umas gordurinhas e celulites extras, uma vida sedentária implica em incontáveis malefícios à saúde. Abaixo, diferentes motivos que vão fazer você mudar de ideia de vez!

Sedentarismo e tecnologia não combinam
Já parou pra pensar como antigamente o homem era obrigado a se exercitar? Sem as facilidades do mundo atual era preciso realizar atividades físicas, inclusive pra sobreviver. Então, não é difícil concluir que a tecnologia é o principal vilão quando o assunto é sedentarismo. “Os avanços tecnológicos facilitaram de tal forma nossas vidas que hoje em dia não precisamos mais sair de casa para realizarmos nossas atividades diárias como trabalhar, conseguir alimentos e manter relações interpessoais, sejam elas reais ou virtuais”, ressalta dr. Luís Felipe, médico do Esporte do Kurotel – Centro Médico de Longevidade e Spa.

Os números não mentem
Estudos sobre as doenças crônicas mais comuns apontam que 85% delas estão relacionadas aos nossos hábitos de vida e quase nada à genética. Aliás, esses mesmos estudos científicos apontam 50 benefícios dos exercícios físicos diários na nossa rotina, principalmente quando adequados às características individuais de cada um. De acordo com o especialista, ao praticarmos um esporte, estimulamos todos os sistemas orgânicos e iniciamos adaptações fisiológicas que atuam não só na prevenção de doenças, mas também na manutenção da saúde e no tratamento e a cura de doenças cardiovasculares, respiratórias, neuropsicológicas, imunológicas, digestivas, endocrinológicas e oncológicas. “Antes de iniciar um programa de exercícios é fundamental realizar uma avaliação médica para minimizar os riscos, otimizar o treinamento e receber uma prescrição adequada e individualizada quanto à frequência, duração, volume, intensidade e tipos de exercícios”, indica.

Tênis é um dos meus esportes preferidos. Diversão e saúde juntos!

Tênis é um dos meus esportes preferidos. Diversão e saúde juntos!

Estatísticas que assustam
Se você é daquelas que pensa: “isso não vai acontecer comigo”, é melhor mudar seus conceitos, afinal pesquisas comprovam que o sedentarismo está ligado a 37% das mortes de câncer, 54% dos óbitos por doenças do coração e 50% dos casos de acidente vascular cerebral (AVC). A fisioterapeuta Grasiele Schwengber cita uma pesquisa da Universidade de Stanford, que acompanhou durante 25 anos mais de 17 mil estudantes recém-formados. A conclusão? Cada hora dedicada ao exercício físico aumenta em médica duas horas do tempo de vida do indivíduo. “O sedentarismo é quase uma questão de sobrevivência. Pelo menos da sobrevivência de uma vida plena e saudável em que possamos desfrutar de cada fase da melhor maneira possível”, diz.

30 motivos (saudáveis!) pra você sair já do sedentarismo
Nunca é tarde pra deixar a vida sedentária de lado. Ainda precisa de bons motivos pra trocar o sofá pela academia? A equipe técnica do Kurotel separou pra você:

01. Melhora do equilíbrio musculoesquelético
02. Aumenta a força dos ligamentos e tendões
03. Melhora da capacidade cardiovascular
04. Redução da pressão da arterial
05. Melhora de doenças respiratórias, como a asma
06. Diminuição das taxas de colesterol ruim
07. Redução dos triglicerídeos
08. Redução das chances de câncer
09. Diminuição da manifestação de doenças autoimunes
10. Prevenção de acidentes vasculares cerebrais
11. Controle glicêmico
12. Alívio dos sintomas do climatério e andropausa
13. Auxilio do abandono à vícios como cigarro e álcool
14. Melhora da postura
15. Diminuição das crises de enxaqueca
16. Aumento da imunidade
17. Redução de dores crônicas
18. Alívio de processos inflamatórios
19. Melhora do desempenho e satisfação sexual
20. Melhora dos sintomas de depressão e ansiedade
21. Redução dos sintomas de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade
22. Melhora dos sintomas de Fibromialgia
23. Alívio de problemas intestinais
24. Diminuição das chances de depressão pós-parto
25. Melhora da habilidade e interação social
26. Aumento de massa muscular
27. Melhora da qualidade do sono
28. Redução da celulite
29. Melhora da autoestima
30. Melhora de foco, concentração e capacidade de memorização

E aí, bora malhar?

Bjs,
Fabi Scaranzi