Menu
 745
Tudo o que você precisa saber para planejar sua viagem internacional
Passaporte, visto, check in, peso da mala... criei um guia prático pra você programar sua viagem internacional sem stress!

fabi viajando

Toda vez que posto um pouco das minhas viagens no Instagram recebo algumas perguntas sobre como planejar uma viagem internacional: com quanto tempo de antecedência é preciso de programar, como fazer uma mala de viagem prática e funcional, quais vacinas são necessárias tomar…

Pensando nisso, criei esse guia prático e completo com todas as dicas para quem vai programar uma viagem internacional pela primeira vez e não sabe por onde começar. Confira!

1. Passaporte, visto e vacinas
Destino escolhido, agora é a hora de pesquisar se o país (ou países) que você vai visitar exigem alguma visto prévio. Nada pior do que ser barrada no aeroporto por não estar com todos os documentos em mãos, né?! Estados Unidos, por exemplo, exigem um visto específico e para consegui-lo o processo pode ser bem demorado, uma vez que é preciso agendar uma visita ao Consulado, passar por entrevistas…

O mesmo vale para as vacinas. Alguns países exigem vacinas específicas para que você tenha permissão de entrada. A lista completa você confere clicando aqui!

2. Comprando as passagens
Hora de comprar suas passagens! Se você não tem prática em programar uma viagem internacional sozinha pode contar a ajuda de agências de turismo ou diretamente com as companhias aéreas. Agora, se você se sente confortável em procurar por passagens mais econômicas ou em promoção pela internet, vale a pena ficar de olho em sites de viagens. O SkyScanner, por exemplo, mostra o valor de passagens de várias companhias em um único lugar. Assim você pode comprar os preços e fazer o melhor negócio.

Outra dica importante é usar sites para comparar preços, mas comprar a passagem direto no site da companhia escolhida, uma vez que sites como esses costumam cobrar encargos e taxas bem altos.

3. Fecho pacote ou vou por conta?
Como já falei pra vocês aqui no site, tanto o pacote de viagens quando planejar uma viagem sozinha têm suas vantagens. O importante é levar em consideração o tipo de férias que você quer tirar. Se a ideia é fazer seus próprios horários, descansar, acordar tarde e conhecer lugares diferentes e atípicos, vale mais a pena você mesma ir atrás dos passeios e pontos turísticos que quer conhecer. Agora, se a ideia é conhecer os principais locais da cidade e se você se sente mais confortável e segura sabendo que tem alguém cuidando de tudo pra você, fechar um pacote pode ser a melhor opção.

fabi viajando2

4. Montando seu roteiro de turismo
Comece anotando todos os lugares incríveis que você faz questão de conhecer durante sua viagem internacional: pontos turísticos, restaurantes, museus… O ideal é marca-los também num mapa, assim você sabe o que fica perto do que e já “mata” vários programas em uma só tarde.

Depois, procure saber sobre os meios de transporte da cidade. O que vale mais a pena: taxi, metrô, alugar em carro? Essa questão é superimportante uma vez que isso varia de região pra região. Na Alemanha, por exemplo, os turistas gostam de andar a bicicleta, enquanto em Miami é mais vantajoso alugar um carro e em Londres, pegar um metrô.

Não se esqueça também de conferir os feriados locais e nacionais do país. Pode acontecer de você visitar a cidade durante um dia em que está tudo fechado aí seu planejamento vai por água abaixo. Melhor se prevenir!

5. Quanto levar de dinheiro
Essa é, talvez, a principal dúvida na hora de programar uma viagem internacional, por isso é tão importante fazer uma lista de todos os passeios e locais que você quer visitar e já anotar o valor médio de cada um. Inclua possíveis gastos com transporte – o site World Taximeter é ótimo para te dar um valor estimado de quanto você vai gastar nas principais cidades do mundo – hospedagem e alimentação, já dá pra saber mais ou menos quanto você vai gastar por dia. Ah, e não se esqueça de reservar um quantia para presentes e lembrancinhas. Sempre tem uma coisa ou outra que a gente não resiste e acaba comprando.

6. Pesquise sobre o clima
Hora de começar a pensar na sua mala. Ao pesquisar sobre o clima nas cidades que você vai visitar fica mais fácil montar uma mala de viagem bem prática e funcional e ainda descobrir quais passeios você pode fazer naquela época do ano – alguns pontos turísticos costumam ter horários diferentes ou até fechar dependendo da estação.

Para não ficar com nenhuma dúvida, dá uma olhadinha no site AccuWeather. Ele é capaz de passar a previsão do tempo de até meses antes, além de uma média de temperaturas.

7. Arrumando sua mala de viagem
Nada de levar seu guarda-roupas inteiro! Na hora de arrumar sua mala, leve em conta quanto tempo você vai passar viajando, quais passeios vai fazer, e, de preferência, já bole conjuntinhos para cada um desses dias. Uma boa ideia é levar uma calça que combine com várias blusas (jeans e leggings são sempre boas opções) e só trocar a parte de cima. Aposte nos acessórios para dar uma cara nova aos seus looks todos os dias e guarde-os dentro de meias e sapatos se precisar. Assim eles não vão ocupar espaço extra.

fabi viajando3

8. Confira suas reservas e passagens
A data da sua viagem internacional está se aproximando? Então certifique-se de que todas as suas reservas estão confirmadas e passagens ok. Separe em um envelope toda a documentação que você vai precisar e guarde na mala de mão. Assim fica fácil alcança-los sempre que forem solicitados.

9. Acerte no look
A roupa para viajar também gera algumas dúvidas. Lembre-se que você vai passar horas no avião e, em muitos casos, também terá que fazer conexões e escalas, por isso conforto é fundamental. Quer saber como criar um look bem prático, mas cheio de estilo na hora de viajar? Dá uma olhada em um post especial sobre o assunto clicando aqui!

10. Chegue cedo
O grande dia chegou! É importante ter em mente que um voo internacional pede que os passageiros façam o check-in com pelo menos três horas de antecedência. Assim você evita correria se pegar filas na hora de despachar sua bagagem e faz tudo com calma. Ah, e falando em bagagem, não se esqueça de checar no site da companhia aérea qual o peso máximo e a quantidade de malas permitidas por pessoa. Nada pior do que pagar uma taxa extra por excesso de bagagem.

Dicas anotadas?

Bjs e boa viagem,
Fabi Scaranzi

BIOGRAFIA
PALESTRAS
FAB PRODUÇÕES
APP VIVO MULHER
Stay Connected
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Instagram
Fabiana Scaranzi
© Copyright 2017 - Fabiana Scaranzi. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site by Miss Lily